Pagina inicial

Conheça a história por trás da nova identidade da nossa marca

Saiba mais
  1. ArchDaily
  2. Cryptocurrency

Cryptocurrency: O mais recente de arquitetura e notícia

Por que todo designer e arquiteto pode se beneficiar da economia criativa no metaverso

A Nike adquiriu recentemente o RTFKT, um estúdio de design fundado em janeiro de 2020, conhecido por seus sneakers e colecionáveis "prontos para o metaverso". Aquisições de terrenos no metaverso estão fazendo manchetes com seus preços multimilionários. Também vimos a adoção de artes NFT pelo mainstream neste ano, e estima-se que as vendas devam disparar para 17,7 bilhões de dólares até o final de 2021.

Por baixo da hype e do frenesi, podemos observar uma mudança fundamental que desbloqueia uma nova economia criativa. Ela oferece aos criadores acesso direto ao mercado, constrói relações contínuas com os fãs, e une desconhecidos em comunidades auto-governadas. Neste artigo, vamos discutir porque todo designer 3D e arquiteto deveria abraçar o movimento Web 3.0 para adotar uma nova lógica de mercado e se beneficiar da economia de criadores do metaverso. 

Cortesia de Zaha Hadid Architects e JOURNEECortesia de NikeCortesia deRon Herron (Archigram), Walking Cities, 1964Cortesia de Annibale Siconolfi+ 10

Mars House, a primeira casa digital vendida no mundo

A Mars House, concebida pela artista e fundadora do Techism Movement, Krista Kim, tornou-se a primeira casa digital a ser comercializada no mundo. Elaborada como um arquivo digital único e exclusivo, como uma espécie de token criptográfico (NFT), a Mars House é na verdade um arquivo 3D que pode ser explorado através de realidade virtual ou realidade aumentada. A Mars House é uma estrutura feita de luz, uma casa digital com uma atmosfera única e que vem acompanhada por uma trilha sonora criada por Jeff Schroeder da banda Smashing Pumpkins.

Arranha-céu no Irã combina parque aquático vertical e mineração de criptomoedas

Imagine um parque aquático vertical transformado em arranha-céu. Agora, esconda em baixo de seus tobogãs milhares de super computadores com altíssima capacidade de processamento de dados. Esta é a delirante ideia por trás do projeto da JCPOA Tower, desenvolvida para o concurso international de ideias Evolo Skyscraper 2019. A torre foi concebida para abrigar dois programas tão distintos quanto de pode imaginar: um parque aquático e uma mineradora de criptomoeda. Idealizado pela equipe de arquitetos composta por Ilia Attarpour, Dadbeh Mohebbi Gilani e Ramtin Taherian, o projeto é uma resposta as sanções econômicas impostas pelos EUA ao Irã e a decorrente crise geopolítica em torno da desvalorização da moeda do país. A equipe propôs uma estrutura híbrida composta por um parque aquático e sistemas de mineração de criptomoeda ou bitcoins.

JCPOA Tower: Crypto-Park. Imagem cortesia de Ilia Attarpour, Dadbeh Mohebbi Gilani, Ramtin TaherianJCPOA Tower: Crypto-Park. Imagem cortesia de Ilia Attarpour, Dadbeh Mohebbi Gilani, Ramtin TaherianJCPOA Tower: Crypto-ParkJCPOA Tower: Crypto-Park+ 10