1. ArchDaily
  2. Burbank

Burbank: O mais recente de arquitetura e notícia

Construção do projeto Second Century de Frank Gehry avança nos Estados Unidos

O projeto Second Century de Frank Gehry, que irá abrigar a nova sede da Warner Bros, está em construção nos Estados Unidos. Após a inauguração no início de 2020, o projeto agora tem sua estrutura no local e a fachada está tomando forma. Previsto para ser concluído em 2023, a tempo do centenário da produtora, o projeto apresenta uma série de torres de escritórios inclinadas e de altura média agrupadas em duas estruturas distintas que lembram "icebergs flutuando ao longo da rodovia".

Cortesia de Gehry Partners© Hunter Kerhart© Hunter Kerhart© Hunter Kerhart+ 13

Frank Gehry projeta "iceberg flutuante" para a Warner Bros. em Los Angeles

O escritório Gehry Partners divulgou imagens de seu projeto para a nova sede da Warner Bros. em Los Angeles. A proposta consiste em dois edifícios percebidos como "icebergs flutuando na margem da avenida". O escritório de Frank Gehry está trabalhando em parceria com o Worthe Real Estate Group e o Stockbridge Real Estate Fund para concluir os novos edifícios a tempo das comemorações do centenário da Warner Bros. em 2023.

Sede da Warner Bros.. Cortesia de Gehry PartnersSede da Warner Bros.. Cortesia de Gehry PartnersSede da Warner Bros.. Cortesia de Gehry PartnersSede da Warner Bros.. Cortesia de Gehry Partners+ 4

INTERIORS: La La Land

Cortesia de INTERIORS Journal
Cortesia de INTERIORS Journal

Interiors é uma publicação online sobre o espaço entre a arquitetura e o cinema publicada por Mehruss Jon Ahi e Armen Karaoghlanian. Interiors elabora uma coluna exclusiva para o ArchDaily onde analisa e diagrama filmes em relação ao seu espaço físico.

La La Land, de Damien Chazelle (2016), é um ode aos musicais Technicolor de Hollywood através de Demy e Paul Thomas Anderson. O filme é menos musical e mais uma história de amor com música, já que sua rica paleta de cores e sua apresentação Cinemascope criam um mundo idealizado que despoja de sua artificialidade ao longo do filme, sendo mais e mais realista.

La La Land utiliza seu estilo cinematográfico, especialmente suas tomadas longas e ininterruptas, para levar o público ao seu mundo e seus espaços. A sequência de abertura, por exemplo, onde os indefesos motoristas presos no tráfego saem dos seus carros e começam uma dança sincronizada, foi filmada na troca da rodovia 105/110 e foi editada para parecer uma só tomada, resultando em uma imersiva experiência que destaca a arquitetura da cena.