Pagina inicial

Conheça a história por trás da nova identidade da nossa marca

Saiba mais
  1. ArchDaily
  2. Books

Books: O mais recente de arquitetura e notícia

Mies, o homem modernista das palavras

Esta resenha do livro de Detlef Mertins, "Mies" - por Thomas de Monchaux - aparece originalmente em Metropolis Magazine como "Mies Reconsidered". De acordo com de Monchaux, Mertins revela o mestre modernista como um leitor voraz que interpretou uma ampla variedade de influências para chegar a seu estilo conciso.

A página essencial das 528 que formam a nova monografia monumental de Detlef Mertins sobre Ludwig Mies van der Rohe—intitulada simplesmente Mies (Phaidon, 2014)—é a 155. Nela você encontrará uma reprodução, uma página dentro de outra, da página 64 do livro de 1927 de Romano Guardini, Letters from Lake Como— um livro sobre modernidade e subjetividade humana - com as anotações do próprio Mies nas margens, em uma letra surpreendentemente delicada e ornamentada.

E lá encontrará as observações de Mertins sobre as anotações de Mies sobre Guardini: “De todos os livros na biblioteca de Mies, Letters, de Guardini, é o mais marcado. Mies destacou passagem atrás de passagem com traços rápidos e ousados nas margens, e escreveu palavras chave na diagonal sobre as primeiras páginas de muitos dos capítulos: Haltung (postura), Erkenntnis (conhecimento), Macht (poder).” A marginalidade viva de Mertins, sua atenção aos detalhes divinos ao longo dos limites remetem à experiência de ler Talmud, o comentário sobre a lei e as escrituras judaicas em que, ao marcar e corrigir as marcas e correções de leitores prévios, gerações de rabinos construíram um diálogo íntimo através do tempo e do espaço.

Continue lendo para mais informações sobre as influências de Mies.

Mies van der Rohe, 860–880 Lake Shore Drive Apartment Buildings, Chicago, 1948–51; em construção, 1950–1. Imagem Cortesia de Chicago History MuseumMies van der Rohe, Westmount Square, Montreal, 1965–8; plaza. Imagem Cortesia de Chicago History MuseumMies van der Rohe, projeto Friedrichstrasse Skyscraper; Berlim, 1921-2, versão opaca da fotomontagem. Imagem Cortesia de Bauhaus-Archiv Berlin, Photo: Markus HawlikMies, usando óculos e lendo, com modelo do novo edifício IBM ao fundo. 1969–71. Imagem Cortesia de Chicago History Museum+ 10