Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Bienal De Chile 2017

Bienal De Chile 2017: O mais recente de arquitetura e notícia

Eva Franch: "Gosto de me definir como uma facilitadora. Provocar debates e discussões"

Na semana passada, publicamos a notícia de que a arquiteta catalã radicada em Nova Iorque, Eva Franch i Gilabert havia sido eleita como nova Diretora da Architectural Association de Londres. Antes dessa nomeação, Franch cumpriu durante 7 anos um importante papel como Curadora Responsável e Diretora Executiva de Storefront for Art and Architecture em Nova Iorque.

Radiações, um projeto nômade sobre corpo, memória e território em Valparaíso

Para o filósofo Georges Bataille, a arquitetura é a expressão do ser das sociedades, de forma similar a como a fisionomia é a expressão dos indivíduos. No entanto, o problema é que aqueles que são representados geralmente são os personagens oficiais, vinculados à institucionalizado da sociedade. Assim que, para Bataille, a arquitetura -e em especial o monumento-, inspiraria tanto a sabedoria social como também um verdadeiro temor, "dirigindo e impondo o silêncio das multidões".

A região histórica de Valparaíso (Chile) desde julho de 2003 ostenta o título concedido pela UNESCO de cidade Patrimônio da Humanidade, fundamentalmente por ser um "testemunho único dos inícios da globalização do século XIX". Essa condição colaborou com o desenvolvimento de uma maior preocupação pelos valores patrimoniais da cidade, movendo capitais e projetos para sua proteção, conservação e recuperação e, ao mesmo tempo, criou uma tendência a ocultar a condição de uma cidade viva em constante desenvolvimento. Em seu status de museificação, o poder dos monumentos - de forma equivalente ao que sugere Bataille- impôs seu silêncio.

La Serpentina, um jogo infantil urbano projetado por ELEMENTAL para Somos Choapa

No centro do Parque Cultural de Valparaíso (Chile), um novo jogo infantil urbano capturou a atenção e a energia de crianças de todas as idades nas últimas duas semanas: é uma estrutura metálica de 40 metros de comprimento que contém um caminho ondulado colorido onde crianças correm, pulam, se escondem e deslizam.

Trata-se de La Serpentina, um dos projetos públicos espaciais que o escritório ELEMENTAL (Alejandro Aravena) construirá para Somos Choapa no Chile, e que por estes dias, faz uma parada em Valparaíso por ocasião da XX Bienal de Arquitectura y Urbanismo de Chile.

Após a concepção de dispositivos similares implantados no perímetro do Parque Bicentenário da Infância (2012) em Santiago, La Serpentina é uma das duas intervenções com as quais a Somos Choapa participa da Bienal. O segundo é um modelo interposto com uma série de telas de toque implantadas no recinto principal do Parque Cultural de Valparaíso, representando mais de 100 iniciativas concretas do projeto.

Miguel Lawner sobre guetos verticais: "A precariedade habitacional agora se estende à classe média"

no contexto da XX Bienal de Arquitetura e Urbanismo do Chile, o arquiteto chileno Miguel Lawner — ex-diretor da histórica Corporação de Melhoramento Urbano (CORMU) no início dos anos setenta— fez parte da mesa de debates O Habitar Comum.

A seguir está a transcrição do discurso lido por Lawner em sua apresentação inicial, compartilhando a mesa com Gabriel Salazar, vencedor do Prêmio Nacional de História Chilena 2006; Doris González, chefe do movimento de colonos UKAMAU; e Ernesto López, acadêmico da Universidade do Chile, entre outros.

Lawner coloca o foco nos chamados "guetos verticais", um fenômeno inédito na história do urbanismo chileno, definidos pela intensa densidade residencial aparentemente sem restrições regulatórias e com apartamentos de pequena área vendidos para famílias de classe média na Estación Central, bairro pericentral de Santiago do Chile. O arquiteto chileno liga o fenômeno à história da superlotação da classe baixa no Chile durante o século XX e adverte que "a habitação precária agora se estende à classe média".

Conheça os vencedores do concurso Archiprix Chile 2017

No quadro da XX Bienal de Arquitectura de Chile, celebrada em Valparaíso, no último sábado, 4 de Novembro, realizou-se a premiação da terceira versão nacional dos prêmios Archiprix Chile 2017, com projetos premiados de jovens arquitetos nacionais, através de três primeiros lugares e duas menções honrosas.

Junto à premiação, a cerimônia contou com uma palestra de Arjan van Timmeren, diretor científico do Instituto de Soluções metropolitanas Avançadas (AMS) em Amsterdã, que abordou os desafios políticos e tecnológicos da economia circular ao desenvolvimento urbano sustentável

Segundo Lugar: Museo de la Construcción Naval. Image Cortesía de Archiprix Chile Primer Lugar: Un escenario en Panquehue. Image Cortesía de Archiprix Chile Tercer Lugar: Paisaje en transformación, barrios acuáticos. Image Cortesía de Archiprix Chile Mención Honrosa: Regeneración del paisaje en las quebradas de Valparaíso. Image Cortesía de Archiprix Chile + 28

XX Bienal de Arquitetura do Chile: as quatro propostas vencedoras

Em seu dia de lançamento, a XX Bienal de Arquitetura e Urbanismo do Chile apresentou os vencedores em suas quatro categorias: melhor proposta acadêmica, melhor proposta profissional, melhor proposta de ativismo e melhor proposta do setor público.

Conheça os premiados a seguir.

Melhor proposta acadêmica / Mapocho 42K

Finalistas do concurso 'Futuro e Identidade de Valparaíso' da XX Bienal de Arquitetura e Urbanismo do Chile

No dia 14 de outubro, a equipe curatorial da XX Bienal de Arquitetura e Urbanismo do Chile 2017, conformada por Rodrigo Tisi e Claudio Magrini, selecionou 6 propostas finalistas do Concurso 'Futuro e Identidade de Valparaíso' de um total de 14 recebidas.

Os projetos selecionados buscam destacar temáticas impostergáveis no contexto de uma Valparaíso estancada e, muitas vezes, adiada. As propostas destacam valores do porto, o plano, os morros, o patrimônio, os barrancos, as áreas públicas que vinculam temáticas do território e infraestrutura de mobilidade. A ideia da seleção é cobrir vários aspectos que abram discussões e debater de interesse no marco da bienal.

Workshop Bienal do Chile 2017: Chamada internacional para estudantes

O workshop da XX Bienal de Arquitetura e Urbanismo do Chile tem como objetivo servir como plataforma prática para os diálogos, conversas e temas que serão discutidos ao longo do evento. Nesse sentido, o workshop será uma oportunidade para que os estudantes, guiados por uma equipe de professores, proponham soluções tangíveis para as temáticas abordadas na Bienal, que ocorrerá em Valparaíso.

Brasileiros e portugueses entre os participantes da XX Bienal de Arquitetura e Urbanismo do Chile

Cortesía de Bienal de Chile Diálogos Impostergables
Cortesía de Bienal de Chile Diálogos Impostergables

A XX Bienal de Arquitetura e Urbanismo do Chile, através da temática "Diálogos Impostergáveis" convidou acadêmicos, profissionais, ativistas e o setor público de todas as partes do mundo a refletirem em torno de temas deixados de lado na construção de nossas cidades e que, nessa altura, são incontornáveis. Entre os convidados brasileiros, estão Ambiente Arquitetura, Jaime Lerner Arquitetos Associados, Pedro Henrique De Cristo, Terra e Tuma Arquitetos Associados + Pedro Kok e USINA. O escritório ateliermob - Arquitectura, Design e Urbanismo representa Portugal entre os convidados.

Após uma exitosa convocatória realizada no final do ano passado, em que foram recebidas mais de 400 propostas, ficou claro que é fundamental estabelecer e reforçar vínculos entre os países do sul que enfrentam problemáticas similares, repensando a relação com as forças que governam as cidades, e incluindo efetivamente aqueles que residem à margem.

[Novas datas] : Convocatórias abertas para a XX Bienal de Arquitetura e Urbanismo do Chile 2017

O Colegio de Arquitectos de Chile e a equipe curatorial da XX Bienal de Arquitetura e Urbanismo do Chile convidam profissionais de todo o mundo para participarem de sua Mostra Principal, que será realizada pelo segundo ano consecutivo no Parque Cultural de Valparaíso. Como uma maneira de aspirar a ser uma bienal aberta à cidadania e não fechada em seu claustro disciplinar, a Bienal tem o nome de “Diálogos Impostergáveis”, e, de maneira inédita, terá um espaço para apresentar casos de estudo que surgiram desde vontades populares:

ATUALIZAÇÃO (28/11/2016): As inscrições foram prorrogadas para o dia 12 de Dezembro de 2016.

O Colegio de Arquitectos de Chile e a equipe curatorial da XX Bienal de Arquitetura e Urbanismo do Chile convidam profissionais de todo o mundo para participarem de sua Mostra Principal, que será realizada pelo segundo ano consecutivo no Parque Cultural de Valparaíso. Como uma maneira de aspirar a ser uma bienal aberta à cidadania e não fechada em seu claustro disciplinar, a Bienal tem o nome de “Diálogos Impostergáveis”, e, de maneira inédita, terá um espaço para apresentar casos de estudo que surgiram desde vontades populares:

O Colegio de Arquitectos de Chile e a equipe curatorial da XX Bienal de Arquitetura e Urbanismo do Chile convidam profissionais de todo o mundo para participarem de sua Mostra Principal, que será realizada pelo segundo ano consecutivo no Parque Cultural de Valparaíso. Como uma maneira de aspirar a ser uma bienal aberta à cidadania e não fechada em seu claustro disciplinar, a Bienal tem o nome de “Diálogos Impostergáveis”, e, de maneira inédita, terá um espaço para apresentar casos de estudo que surgiram desde vontades populares: