1. ArchDaily
  2. Bienal De Arquitetura De Seul 2017

Bienal De Arquitetura De Seul 2017: O mais recente de arquitetura e notícia

Dominique Perrault é escolhido para dirigir a Bienal de Seul 2021

Dominique Perrault foi selecionada para dirigir a curadoria geral da edição de 2021 da Bienal de Arquitetura e Urbanismo de Seul. A notícia foi anunciada durante a cerimônia de encerramento da 2ª Bienal de Arquitetura e Urbanismo de Seul. Perrault se junta à equipe como Diretor Geral da 3ª edição do evento, programada acontecer entre setembro e novembro de 2021.

Instalação "Driver Less Vision" questiona o papel da inteligência artificial no planejamento de nossas cidades

Driver Less Vision é uma instalação feita por Guillermo Fernandez-Abascal, Urtzi Grau e Daniel Perlin especialmente para a Bienal de Arquitetura e Urbanismo de Seul de 2017. Concebida para proporcionar uma experiência imersiva em três dimensões, a instalação é composta por uma série de imagens em movimento da cidade de Seul, as quais são projetadas em uma cúpula especial de oito metros de diâmetro. Junto com um sistema de áudio surround, os visitantes são transportados para dentro de um veículo autônomo que percorre as ruas de uma futura Seul. Os passageiros deste veículo auto-guiado podem então relaxar enquanto vislumbram uma nova perspectiva de como poderemos nos deslocar através dos centros urbanos no futuro.

Cortesia de Guillermo Fernandez-Abascal, Urtzi Grau e Daniel PerlinCortesia de Guillermo Fernandez-Abascal, Urtzi Grau e Daniel PerlinCortesia de Guillermo Fernandez-Abascal, Urtzi Grau e Daniel PerlinCortesia de Guillermo Fernandez-Abascal, Urtzi Grau e Daniel Perlin+ 9

Circuitos alimentares na cidade de São Paulo é tema de exposição na Bienal de Arquitetura de Seul 2017

O Centro Universitário Belas Artes de São Paulo desenvolveu a exposição O Circuito dos Alimentos na cidade de São Paulo para representar o município na Bienal de Arquitetura de Seul 2017. Em uma megacidade como São Paulo, onde as pessoas sofrem os perigos da alienação e da insegurança nutricional, o circuito alimentar é uma questão estratégica. Além de ser uma dimensão-chave da questão urbana, é fundamental na busca da sustentabilidade urbana e da equidade social. Em São Paulo, os circuitos alimentares de curta distância que conectam e aproximam os locais de produção, armazenamento, distribuição e consumo de alimentos saudáveis e naturais, produzidos sem pesticidas, ajudam a conter a expansão urbana precária e informal nas periferias, especialmente nos mananciais. O texto abaixo, desenvolvido por Kazuo Nakano, clarifica essas questões e norteou o trabalho.

C+ Arquitectos apresenta infraestrutura de código aberto na Bienal de Arquitetura de Seul

Para a primeira Bienal de Arquitetura e Urbanismo de Seul, inaugurada em 1 de setembro e aberta até 5 de novembro deste ano, o escritório espanhol C+ Arquitectos apresentou "Yellow Dust", projeto com o qual querem dar uma resposta a problemas urbanos contemporâneos na busca por um urbanismo cada vez mais sustentável e eficiente.

A Bienal terá curadoria dos arquitetos Hyngmin Pai e Alejandro Zara Polo e se celebra em diferentes localizações ao redor da cidade de Seul. O evento propõe projetos que respondam tanto a temáticas ambientais - ar, água, fogo e terra -, quanto a temáticas tecnológicas - fabricação, mobilidade, comunicação, sensores e reciclagem.

© Daniel RuizYellow Dust. Imagem © Daniel RuizYellow Dust. Imagem © Daniel RuizYellow Dust. Imagem © Daniel Ruiz+ 8