Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Odile Decq - Roland Halbe

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

As possibilidades da iluminação artificial para melhorar (ou piorar) a arquitetura

Das diferentes etapas que regem o trabalho em arquitetura ou interiores, a iluminação é algo capaz de valorizar ou destruir visualmente um espaço concebido. Isso porque existem diferentes possibilidades de iluminação artificial e fontes de luz pensadas para as mais diferentes tarefas, ambientes e finalidades dentro de um espaço interno ou mesmo, externos, como em fachadas e projetos paisagísticos. Pensemos em dois ambientes com as mesmas dimensões e layout. Suponhamos que no primeiro, fosse aplicado apenas um ponto de luz – geral no caso – enquanto no segundo fosse realizado um projeto luminotécnico considerando cada um dos usos do espaço, valorizando determinados aspectos. Sem dúvidas, a segunda opção constitui-se de um espaço mais agradável. Da mesma forma que um projeto luminotécnico equivocado pode estragar um espaço. Mas como é possível atingir esses diferentes resultados?

Neste artigo já aprendemos como calcular a intensidade de luz necessária para cada ambiente. Aqui, de maneira prática, compilamos a seguir uma lista com alguns dos conceitos-chave para os diferentes tipos de sistemas de iluminação.

Museu FRAC Bretagne / Studio Odile Decq

© Odile Decq - Roland Halbe © Odile Decq - Roland Halbe © Odile Decq - Roland Halbe © Odile Decq - Roland Halbe + 11

Galeria  · 
Rennes, França

Restaurante da Opera Garnier / Studio Odile Decq

© Odile Decq - Roland Halbe © Odile Decq - Roland Halbe © Odile Decq - Roland Halbe © Odile Decq - Roland Halbe + 9

Renovação  · 
Paris, França