Matthijs van Roon

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Como a iluminação afeta o humor?

É muito provável que você esteja lendo esse texto em um espaço fechado e com as luzes ligadas. Com o nosso atual estilo de vida, é comum passarmos a maior parte dos dias em salas fechadas realizando nossas tarefas diárias banhados pela soma de luzes artificiais e naturais. Ao mesmo tempo que as luzes artificiais trouxeram infinitas e incalculáveis possibilidades à humanidade, elas também causaram uma certa confusão ao nosso corpo, que se adaptou por milhares de anos a responder aos estímulos da luz do sol e à escuridão da noite. Trata-se do Ritmo ou Ciclo circadiano, que designa o período de aproximadamente 24 horas que se baseia o ciclo biológico de quase todos os seres vivos, influenciado sobretudo pela luz recebida, mas também pela temperatura e outros estímulos.

Ribo Fashion Group Zhimei Research and Development Center / A3 VISION. Image © Schram ImageWilliam Grant & Sons Ideation Space / Design Plus. Image © Vibhor YadavOption Coffee Bar / TOUCH Architect. Image © Metipat PrommomateHofmanDujardin Office Villa / HofmanDujardin. Image © Matthijs van Roon+ 17

Iluminação para espaços de trabalho: exemplos de sistemas uniformes, localizados e mistos

© Luc Boegly© Yevhenii Avramenko© Jack Hobhouse© Matthijs van Roon+ 15

Se considerarmos que as pessoas passam grande parte do dia em seus trabalhos, o conforto visual e a regulação da luz ao longo do dia são importantes. A iluminação dos espaços de trabalho deve proporcionar as melhores condições de conforto visual para cada caso específico, adaptando-se às mudanças de luz ao longo das horas do dia, melhorando o desempenho e proporcionando bem-estar físico e mental. 

Sobreposto, embutido e flutuante: Quais os tipos de rodapés?

Arquitetos são conhecidos por retornarem das viagens com mais fotos de prédios do que de pessoas e terem um vocabulário com muitos jargões próprios. Claro, esses são clichês que nem sempre são verdades. Mas algo que une a maioria dos projetistas é prestar atenção em cada um dos detalhes que compõem um projeto. Seja o material que reveste a fachada, a junção entre os pisos, de que forma as portas abrem, o tipo da esquadria, como foram montadas as formas para uma concretagem, entre muitos outros. Mas um pormenor que geralmente passa despercebido para a maioria (e que faz uma diferença imensa no aspecto dos projetos de interiores) são os rodapés.

Residência Villa Tonden / HofmanDujardin

© Matthijs van Roon© Matthijs van Roon© Matthijs van Roon© Matthijs van Roon+ 20

  • Arquitetos: HofmanDujardin
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  150
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019

Casa Zeist 2 / HofmanDujardin

  • Arquitetos: HofmanDujardin
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  375
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Bulthaup, Isokorf, Modular Lighting Instruments, Vande Moortel

O Cubo / Orange Architects

© Matthijs van Roon© Matthijs van Roon© Matthijs van Roon© Matthijs van Roon+ 19

Sin El Fil, Líbano
  • Arquitetos: Orange Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  5600
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2015

CTBUH elege os melhores arranha-céus do mundo

O Council on Tall Building and Urban Habitat anunciou os vencedores da 15ª edição do CTBUH Tall Building Awards. Com mais de 100 inscrições, os melhores edifícios de quatro regiões – Américas, Ásia & Australásia, Europa e Oriente Médio & África – foram selecionados, em conjunto com vencedores do Urban Habitat Award, o Innovation Award, o Performance Award e o 10 Year Award. O CTBUH irá escolher um vencedor global dentre as seleções regionais ainda este ano.

As torres foram escolhidas por um júri de renomados arquitetos e analisadas em função de seus desempenhos, em especial, em relação aos "impactos positivos nos indivíduos que utilizam o edifício e nas cidades onde se localizam".

Veja a seguir a lista de vencedores.

CTBUH divulga os vencedores do Tall Building Awards 2016

O Council on Tall Building and Urban Habitat anunciou os vencedores da 15ª edição do CTBUH Tall Building Awards. Com mais de 100 inscrições, os melhores edifícios de quatro regiões – Américas, Ásia & Australásia, Europa e Oriente Médio & África – foram selecionados, em conjunto com vencedores do Urban Habitat Award, o Innovation Award, o Performance Award e o 10 Year Award. O CTBUH irá escolher um vencedor global dentre as seleções regionais ainda este ano.

As torres foram escolhidas por um júri de arquitetos de escritórios renomados pelo mundo e foram julgados em todos os aspectos de performance, em especial "aqueles que tiveram os maiores impactos positivos aos indivíduos que utilizam o edifício e as cidades as quais habitam".

Veja a seguir a lista de vencedores.