Restaurante Julice Boulangère Pinheiros / StudioARQBR Arquitetos Associados

Restaurante Julice Boulangère Pinheiros / StudioARQBR Arquitetos Associados

© Pedro Napolitano Prata© Pedro Napolitano Prata© Pedro Napolitano Prata© Pedro Napolitano Prata+ 50

  • Arquitetos Responsáveis:Eduardo da Mata e Silva
  • Equipe De Projeto:Ana Paula Pereira, Roberta Bussab, Tadeu Melegatti
  • Clientes:Julice Boulangère
  • Engenharia:Favale e Associados
  • Paisagismo:Studio da Paisagem
  • Instalações:Flávio Ribeiro Penteado
  • Ar Condicionado:Termotec
  • Cidade:São Paulo
  • País:Brasil
Mais informaçõesMenos informações
© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Descrição enviada pela equipe de projeto. Para a expansão da boulangérie, os clientes adquiriram o terreno ao lado da edificação existente, uma vez que a antiga casa já não suportava mais o volume de produção. Nessa casa já estava sendo empregada uma infraestrutura que nortearia o novo projeto: um container marítimo que era utilizado como estoque de refrigerados e congelados.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata
Planta - Térreo
Planta - Térreo
© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Tomando esta referência, concluímos que a nova edificação deveria ser um parque de containers marítimos. Se um modelo refrigerado atendia momentaneamente a questão do estoque, outros modelos secos poderiam atender ao atualizado programa de necessidades: a nova boutique e sanitários para os clientes, bem como as áreas de serviços: refeitório dos funcionários, ampliação da área de produção e escritórios.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Assim, conforme o arranjo dos containers a ser proposto, poderíamos liberar um pátio onde também proporcionaríamos uma ampliação da área de atendimento. Estes foram dispostos em dois pavimentos, além do térreo e uma cobertura jardim.
A implantação possibilitou um acesso de serviços de abastecimento e escoamento dos produtos. Também foi pensada uma conexão entre a loja existente e a nova área de atendimento, aos novos sanitários e à boutique de produtos exclusivos da casa.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

O pátio interno, que agora abriga a nova área de atendimento, é um respiro no centro do arranjo, um clássico pátio central que transporta o usuário a uma nova percepção espacial: se na antiga edificação o tema existente era o de um certo aspecto bucólico francês, o novo local sedimenta uma linguagem contemporânea e racional.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata
Corte BB
Corte BB
© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Os contêineres marítimos utilizados são provenientes de descarte, poupando quase 40 toneladas de aço cortén. O arranjo das peças foi orientado para que houvesse o mínimo de intervenção necessária à estruturação, considerando que os pontos de apoio dos contêineres podem ocorrer apenas nos cantos. Nos demais pontos foram estudados reforços estruturais escondidos no isolamento térmico das vedações.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Dado o material construtivo dos containers, a transmissão térmica seria um grande problema a ser contornado, tanto no plano vertical quanto no horizontal. Para o primeiro foi dimensionado um isolamento a partir de lã vidro com uma contenção em gesso acartonado.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Já para as coberturas, outra solução foi adotada. Partindo da premissa de manter o aspecto original dos contêineres, o isolamento térmico ocorreu apenas nos que receberiam insolação direta. Externamente, sobre o plano superior, foi elaborado um sistema em camadas que variava conforme o local seria utilizado: para a cobertura ajardinada, isopor de alta densidade e lastro em pedrisco; para as coberturas técnicas (alojamento de máquinas e manutenção) isopor de alta densidade e uma camada fina de concreto magro.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Essas soluções permitiram que os coeficientes de transmissão térmica fossem extremamente baixos, melhores em relação aos que poderiam ser obtidos com as tradicionais construções em alvenaria.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Além disso, a construção ocorreu de forma quase totalmente seca, com pouca mão de obra e baixo consumo de recursos naturais. A implantação do projeto também impactou no prazo de obra, que ocorreu conjuntamente à reforma da edificação já existente, com o cumprimento de uma importante missão: a boulangérie não fechou um dia sequer.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Rua Deputado Lacerda Franco, nº 536, Pinheiros, São Paulo, Brasil

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Restaurante Julice Boulangère Pinheiros / StudioARQBR Arquitetos Associados" 04 Fev 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/956224/restaurante-julice-boulangere-pinheiros-studioarqbr-arquitetos-associados> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.