Museu Nacional do Exército dos Estados Unidos / Skidmore, Owings & Merrill

Museu Nacional do Exército dos Estados Unidos / Skidmore, Owings & Merrill

© Dave Burk | SOM© Dave Burk | SOM© Dave Burk | SOM© Dave Burk | SOM+ 18

Fort Belvoir, Estados Unidos
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  17187
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fotógrafo Fotografias:  Dave Burk | SOM
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Skyfold, Terrazzo & Marble
Mais informaçõesMenos informações
© Dave Burk | SOM
© Dave Burk | SOM

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Museu Nacional do Exército dos Estados Unidos (NMUSA) é uma instituição cultural de grande importância para o país e o primeiro museu dedicado à contar a história da mais antiga componente das Forças Armadas dos Estados Unidos da América. O edifício do museu—localizado a pouco mais de 30 quilômetros de distância da capital Washington—foi concebido para acolher um centro educativo além de estabelecer uma nova porta de entrada para uma das mais importantes bases do Exército Americano em todo o país. Conduzindo os visitantes pela história do Exército dos Estados Unidos, o espaços do museu foram organizados para construir uma narrativa mais humanizada, onde o roteiro da história não prende apenas às batalhas e guerras, mas principalmente na importância de cada um de seus soldados anônimos.

© Dave Burk | SOM
© Dave Burk | SOM
© Dave Burk | SOM
© Dave Burk | SOM

Implantado no coração do bucólico Fort Belvoir, no estado Americano de Virgínia, o Museu Nacional do Exército dos Estados Unidos foi concebido para atender aos mais rigorosos padrões de sustentabilidade do país. Revelando-se em uma série de pavilhões independentes, o MNUSA faz parte de um projeto mais amplo desenvolvido pelo SOM para as Forças Armadas dos Estados Unidos, o qual incluirá um jardim memorial, um campo de exibições com arquibancada e uma trilha com estações de observação. O simbólico edifício do museu, aproveitando-se da topografia natural deste campus de mais de 30 hectares, encontra-se situado no ponto mais alto do tereno—evocando uma forte sensação de monumentalidade.

Planta - Primeiro Pavimento
Planta - Primeiro Pavimento
© Dave Burk | SOM
© Dave Burk | SOM

A experiência do museu já se inicia logo na estrada de acesso, desde onde é possível vislumbrar por entre as árvores o volume do museu e sua envoltória de aço inox. Em seu ponto mais alto, o edifício alcança uma altura total de 30 metros e sua fachada é composta por uma grade regular de painéis de aço reflexivo, responsáveis por proporcionar uma sensação de ordem, rigor e disciplina ao projeto. Estes painéis pré-fabricados, milimetricamente recortados a laser, refletem as cores e formas deste ambiente bucólico—expressando um certo otimismo ao permitir que o edifício se adapte e se transforme ao longo dos dias e do ano. Junto as esquinas dos pavilhões, aberturas recuadas permitem aos visitantes observarem a beleza da paisagem natural do lado de fora. Recuadas das fachadas, estas aberturas encontram-se camufladas na envoltória do edifício, ocultas por brises de alumínio que proporcionam uma sensação de dinamismo e profundidade à fachada do edifício. Como toda a estrutura foi projetada sobre uma grade de modulação de três pés (91cm) e as aletas de alumínio chegam de fábrica com dimensões um pouco menores, elas foram espaçadas umas das outras em 18 polegadas (45 cm) para poder assim se encaixar perfeitamente na modulação geral do edifício.

© Dave Burk | SOM
© Dave Burk | SOM
© Dave Burk | SOM
© Dave Burk | SOM

E o simbolismo não para por ai. Flanqueando a praça de acesso, uma série de estandartes que contam a história de famosos soldados americanos conduzem os visitantes através do vestíbulo principal, onde estes são acolhidos em um enorme saguão, o qual foi concebido para acolher grandes eventos formais e informais. Logo em frente, talhada em uma monumental parede de granito preto, nos deparamos com uma lista de todas as campanhas militares nas quais o Exército dos Estados Unidos participou ao longo de sua história. Acima, 22 aberturas zenitais permitem uma ampla iluminação natural do espaço interior do museu—uma luz filtrada pelas cores das flâmulas utilizadas pelo exército americano em suas passadas campanhas. O espaço do lobby é então ativado por uma série de programas como um café, uma loja de souvenires e um terraço com jardim, além é claro, dos espaços expositivos que incluem um teatro panorâmico de 300 graus. A seguir, os visitantes encontram uma escadaria monumental que os guia até os espaços expositivos do segundo pavimento.

© Dave Burk | SOM
© Dave Burk | SOM

Todos os espaços anexos às galerias foram decorados com materiais e acabamentos naturais, desde pisos de pedra até revestimentos em madeira carvalho branco americano. Acabamentos em tons de cinza foram utilizados para realçar ainda mais a sensação de aconchego e bem-estar no interior do edifício. Molduras de vidro e madeira servem como elementos de transição, marcando a passagem entre um espaço e outro além de emoldurar as belas vistas para os jardins do Fort Belvoir. No terceiro pavimento, o Hall dos Veteranos foi concebido como um salão de festas naturalmente iluminado. Este espaço se conecta diretamente ao Jardins das Medalhas de Honra, um terraço aberto concebido para a realização de eventos cerimoniais como a entrega de medalhas. Neste jardim, podemos ler os nomes de todos os galardoados com medalhas do exercito americano—também talhadas em uma segunda parede de granito preto. Sob os nossos pés, a pavimentação do piso combina elementos de granito intercalados com as aberturas de vidro que permitem iluminar naturalmente o espaço do saguão principal abaixo.

Corte
Corte

Como anteriormente mencionado, o edifício obteve a certificação LEED® Prata em reconhecimento à serie de estratégias sustentáveis incorporadas no projeto, como camadas de isolamento e fachada de vidro de alto desempenho, sistemas de iluminação LED de alta eficiência, controles automáticos de luz natural, sensores de presença e cobertura jardim. Por meio da já reconhecida abordagem integrada de projeto do SOM, a qual incorpora desde a fase de projeto requisitos de sustentabilidade, o edifício apresenta um consumo mínimo de energia e água se comparado com outros projetos similares, além de criar espaços confortáveis e agradáveis para seus visitantes e funcionários.

© Dave Burk | SOM
© Dave Burk | SOM

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:1775 Liberty Dr, Fort Belvoir, VA 22060, Estados Unidos

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Museu Nacional do Exército dos Estados Unidos / Skidmore, Owings & Merrill" [National Museum of the United States Army / Skidmore, Owings & Merrill] 02 Dez 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/952415/museu-nacional-do-exercito-dos-estados-unidos-skidmore-owings-and-merrill> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.