Edifício Herencia Progresiva / Manada Architectural Boundaries

Edifício Herencia Progresiva / Manada Architectural Boundaries

© Jaime Navarro© Jaime Navarro© Jaime Navarro© Jaime Navarro+ 35

Cidade do México, México
Mais informaçõesMenos informações
© Jaime Navarro
© Jaime Navarro

Descrição enviada pela equipe de projeto. A prática arquitetônica oscila continuamente entre a antecipação e a solução de uma situação à medida que ela surge. Ela combina retículas estruturais precisas com conteúdo dinâmico, clareza de desenho com elementos de composição livre, planejamento cuidadoso com improvisação inteligente. É um constante equilíbrio entre a eficácia calculada do engenheiro estrutural e as delicadas intuições do artista. No final, o cerne do trabalho do arquiteto não se define tanto pelas soluções específicas de projeto ou aplicações materiais (que podem mudar de acordo com o programa, o local, o cliente e até mesmo o ambiente), mas pela sua forma de trabalho: pela metodologia processual de projeto, pela forma como esta é estruturada, e pela definição e tomada de decisões no momento exato. Muitos arquitetos são fascinados pelo planejamento meticuloso e pela preparação do processo de construção. Eles acreditam no imperativo do plano arquitetônico, das especificações exatas e das plantas detalhadas. Eles se orgulham do controle preciso e do registro das definições espaciais e materiais.

© Jaime Navarro
© Jaime Navarro
© Jaime Navarro
© Jaime Navarro

Mies van der Rohe é um representante óbvio. Quando lhe explicaram sobre a beleza do jazz, sua resposta com tom de julgamento foi que deveria-se ter cautela e receio quando à improvisação. No extremo oposto, o mexicano Luis Barragán tensiona a linha. Ele era conhecido por não entregar conjuntos de desenhos completos, por mudar de opinião ao chegar na obra, e por improvisar livremente durante a construção. Ao nortear sua atitude de projeto com mente aberta, ele desenvolveu uma abordagem sensível de trabalho, ajustando composições, texturas e cores conforme se materializavam. Durante o planejamento e construção do projeto Herencia Progresiva, tive a oportunidade de visitar o edifício em diferentes momentos com o arquiteto Alejandro Tapia. O projeto pode ser discutido a partir de diferentes abordagens. Por exemplo, foi projetado principalmente como uma propriedade da Airbnb, e como tal, é uma tipologia relativamente nova na cidade. Mas o mais surpreendente para mim durante nossas discussões no canteiro foi sua atitude subversiva em relação à "forma normal de trabalhar" e seu desejo de repensar completamente o processo de projeto como um sistema normativo. Alejandro me disse que a primeira coisa que ele projeta e constrói são as principais divisórias estruturais em concreto. Só depois disso é que ele começa a pensar nos acabamentos, nas posições exatas da sala, até mesmo nas tubulações hidráulicas. "Onde quer que eu precise, posso perfurar o concreto com o perfurador que acabei de comprar". Algo que só ele pode fazer, sendo um arquiteto e um empreiteiro. Em Herencia Progresiva, a absoluta tenacidade e clareza brutal de um sistema estrutural que o precede (meu favorito: a continuidade implacável do corredor único do projeto até que ele termine abruptamente no limite posterior do terreno) é combinada com o descuido intuitivo de trabalhar os detalhes mais tarde.

© Jaime Navarro
© Jaime Navarro
Plantas
Plantas
© Jaime Navarro
© Jaime Navarro

Há um limite para os softwares de desenho (sim, mesmo os dispositivos de desenho digital de um supercomputador com CAD 3D Revit)... Eles produzem um projeto com detalhes e soluções que demonstram a generosidade, participação e presença de um arquiteto: a solução arriscada do desnível, o detalhe da janela (que me lembrou a carpintaria do Instituto Salk em Kahn, nos Estados Unidos), a posição dos interruptores e as cortinas. Em resumo, a forma como diferentes materiais são colocados um em cima do outro: às vezes sem lógica óbvia (ou não para mim), e ainda assim em absoluta harmonia. E aí reside a beleza de um projeto arquitetônico que não se limita à tarefa específica da construção. Uma atitude de projeto que está disposta a repensar e desafiar a metodologia consecutiva da disciplina, e procura por aberturas, rachaduras e quebras no sistema, a fim de permitir que a improvisação e a espontaneidade se infiltrem no processo. Acho que Picasso disse: "Quando você souber exatamente o que vai fazer, não adianta fazer isso... porque isso já existe em sua cabeça".

© Jaime Navarro
© Jaime Navarro
© Jaime Navarro
© Jaime Navarro
Tipologias
Tipologias
© Jaime Navarro
© Jaime Navarro

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Roma Nte., 06700 Cidade do México, CDMX, México

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Edifício Herencia Progresiva / Manada Architectural Boundaries" [Edificio Herencia progresiva / Manada Architectural Boundaries] 18 Set 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/947891/edificio-herencia-progresiva-manada-architectural-boundaries> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.