Casa LJ30 / CDM Casas de México

Casa LJ30 / CDM Casas de México

© Lorena Darquea© Lorena Darquea© Lorena Darquea© Lorena Darquea+ 31

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1788
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fotógrafo Fotografias:  Lorena Darquea
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Dessie, Flos, Grupo Tenerife, Stanza, Volunta, iGuzzini
  • Arquitetos Responsáveis:Javier Dueñas, Jaime de Obeso
  • Equipe De Arquitetura E Construção:Delfino Lozano, Daniel Villalba, Gabriela González, Gustavo Martin, Adriana Alarcón,Gabriela Serrano, Ernesto Godínez, Rodrigo Carreón
  • Instalações Hidrossanitárias:IPLA
  • Iluminação:Artenluz
  • Cálculo Elétrico:GRB
  • Automatização:AVS
  • Carpintaria:Creativos en Carpintería
  • Caixilharia:Ventalum y Alejandro Rojo
  • Harmonização:Ana Mejía
  • Cozinha:PIACERE
  • Design De Interiores:MUMO
  • Paisagismo:CDM Casas de México
  • Cidade:Zapopan
  • País:México
Mais informaçõesMenos informações
© Lorena Darquea
© Lorena Darquea

Descrição enviada pela equipe de projeto. A identidade muitas vezes se define por quem somos, de onde viemos e para onde vamos. São estes três momentos vitais que caracterizam a individualidade e que, apoiados pelo desenho, são traduzidos na atmosfera, permitindo que o usuário imprima essa identidade em cada espaço.

© Lorena Darquea
© Lorena Darquea

Para esta casa, foram especificados dois princípios de projeto um tanto remotos: as sensações obtidas a partir da espacialidade das fazendas e as bases energéticas presentes nas ideologias orientais. Estas seriam as premissas para estabelecer a personalidade desta residência que, inerentemente, busca harmonia e familiaridade. Por um lado, a casa foi concebida com o objetivo de resgatar o modus vivendi das fazendas; o que serviu de inspiração para a busca de um caráter bucólico que pudesse ser combinado com o projeto atual, evitando o historicismo.

© Lorena Darquea
© Lorena Darquea
Planta - Pavimento Térreo
Planta - Pavimento Térreo
© Lorena Darquea
© Lorena Darquea

Os usuários, que também são colecionadores de antiguidades, procuraram transmitir sua paixão pelo antigo com uma arquitetura que permitisse que peças chave se tornassem protagonistas do espaço, combinados a móveis contemporâneos para evitar a impressão de viver em uma galeria.

© Lorena Darquea
© Lorena Darquea

Por outro lado, era necessário que o equilíbrio energético obtido através de disciplinas de harmonização como o Feng Shui, estivesse presente em todos os aspectos do projeto. Para tanto, foi dada atenção especial às dimensões, materiais, locais e proporções.

© Lorena Darquea
© Lorena Darquea

Foi justamente a justaposição destas condições que gerou o desafio de criar uma casa que transmitisse um espaço acolhedor e contemporâneo, cujo objetivo era desfrutar de forma tradicionalmente mexicana: com amigos e familiares.

© Lorena Darquea
© Lorena Darquea

O fluxo de energia foi crucial. Tendo a fazenda como conceito principal, a distribuição dos espaços seguiu uma série de princípios harmônicos que determinariam não só os planos arquitetônicos, mas também a materialidade de cada espaço. Os critérios do Feng Shui foram incluídos de várias maneiras, tais como uma entrada principal com uma fonte de inspiração andaluza que se conecta com um pátio, onde uma Magnólia redireciona o morador em direção à escada emoldurada por uma grade metálica, ou em direção à sala delimitada por um cubo de madeira que quando aberto revela o bar. No final, uma lareira completa o círculo de elementos: água, terra, metal, madeira e fogo.

© Lorena Darquea
© Lorena Darquea
Planta - Pavimento Superior
Planta - Pavimento Superior
© Lorena Darquea
© Lorena Darquea

Em torno deste círculo, as áreas sociais estão interligadas da mesma forma que as salas de uma fazenda. A relação com o exterior tornou-se extremamente importante, já que a casa pode desfrutar das imponentes vistas que a cercam, e do pátio interno através de transições muito sutis. Isso, combinado com alturas consideráveis, grandes janelas e simetria, proporciona à casa um certo dinamismo que fortalece a reinterpretação da fazenda.

© Lorena Darquea
© Lorena Darquea
Corte
Corte
© Lorena Darquea
© Lorena Darquea

Em última análise, a familiaridade e a singularidade foram obtidas pela combinação de elementos antigos com um desenho contemporâneo para criar ambientes sofisticados que mantivessem a personalidade que os clientes buscavam refletir na casa que compartilhariam com amigos e familiares, criando um caleidoscópio de experiências.

© Lorena Darquea
© Lorena Darquea

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa LJ30 / CDM Casas de México" [casa LJ30 / CDM Casas de México] 08 Set 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/947121/casa-lj30-cdm-casas-de-mexico> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.