Residência 1559/36 D / Studio Ardete

Residência 1559/36 D / Studio Ardete

© Purnesh Dev Nikhanj© Purnesh Dev Nikhanj© Purnesh Dev Nikhanj© Purnesh Dev Nikhanj+ 35

Chandigarh, Índia
  • Arquitetos: Studio Ardete
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  796
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fotógrafo Fotografias:  Purnesh Dev Nikhanj
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: AutoDesk, Carl Stahl (Germany), Flos, Garifoli (italy), Grohe, Pianca, Schuco, Trimble, Vetromoda
  • Arquitetos Responsáveis:Badrinath Kaleru, Prerna kaleru
  • Equipe De Projeto:Sanchit Dhiman, Anusha sharma, Nancy Mittal, Abhimanyu Sharma,
  • Clientes:Daljit singh Gujral
  • Consultoria Estrutural:Continental Foundations
  • Consultoria Em Iluminação:Brain wave
  • Consultoria Hidrossanitária:Behera & Associates
  • Consultoria Elétrica:The Luminars
  • Instalação Painel:Reefs and streams
  • Consultoria Piscina:CWG Pools India
  • Cidade:Chandigarh
  • País:Índia
Mais informaçõesMenos informações
© Purnesh Dev Nikhanj
© Purnesh Dev Nikhanj

Descrição enviada pela equipe de projeto. A residência 1559/36D é um projeto de 836m² em um dos locais mais privilegiados de Chandigarh, ladeado pelo cinturão verde de um lado e com vista para os Shivaliks, justapondo-se a paisagem urbana. Nossa resposta primária foi incentivar o ocupante do espaço a manter um diálogo constante com a natureza ou a arte e em alguns momentos, com ambas. Em resposta à citação de David Craib, "o projeto nunca deve dizer: olhe para mim! Ele sempre deve dizer: olhe para isso!" o mais irrefutável era elevar a zona de lazer ao topo da casa.

© Purnesh Dev Nikhanj
© Purnesh Dev Nikhanj
Corte A
Corte A
© Purnesh Dev Nikhanj
© Purnesh Dev Nikhanj

O terraço é transformado em um deck de observação, pois captura a pasaigem das colinas. A copa das árvores oferece a ilusão de verde infinito a partir do terraço. É essa introdução paisagística que torna a piscina agradável, algo mais que uma atividade física. A maneira como o projeto responde à natureza, em alguns momentos, é quase literal demais, como a pedra em volta das árvores existentes e, outras vezes, de forma sutil, à mercê da imaginação do ocupante. Há uma sinceridade construtiva que prevalece à medida que os níveis interagem entre si para equilibrar a profundidade da piscina com o nível do terraço. Os interiores seguem a mesma lógica.

© Purnesh Dev Nikhanj
© Purnesh Dev Nikhanj

Uma sequência experimental nos pavimentos abaixo percorre os espaços de estar. Alguns deles são existencialmente sentidos pelas divisórias translúcidas como um convite visual para espaços acima e além de você. Elementos como um pátio, tijolos de vidro, persianas, pergolados e outras aberturas catalisam o diálogo entre o observador e o observado através do jogo da luz, sombra, ventilação e cores da natureza.

© Purnesh Dev Nikhanj
© Purnesh Dev Nikhanj

A planta do térreo apresenta três zonas. Inicia-se a partir do espaço público, com a grande sala de estar interligada de forma ambígua com as áreas semi-privadas da cozinha, sala de jantar e sala de estar íntima que finalmente encontram os quartos privativos na extremidade posterior. O primeiro andar é um arranjo de três dormitórios, cada um com seu próprio terraço privado. A qualidade espacial desses terraços é única. O quarto principal é intencionalmente um plano trapezoidal para obter uma melhor vista e enfatizar novamente a importância da biofilia. A cama é colocada no centro para permitir um fluxo livre de energia ao longo das bordas, mas mais do que isso, enfatiza a parede que conforma o ambiente.

© Purnesh Dev Nikhanj
© Purnesh Dev Nikhanj
Corte
Corte
© Purnesh Dev Nikhanj
© Purnesh Dev Nikhanj

Em algumas áreas, o revestimento dos dormitórios e o terraço se fundem, diluindo os limites entre o que está dentro e o que consideramos fora. Apresentam-se ainda, em outros momentos, mosaicos espelhados nos tetos, lustres ou, às vezes, como arte na parede onde o reflexo do usuário se torna também natureza. O observador se torna sujeito de sua própria observação. É uma tentativa de redefinir a natureza que deixa o ocupante ciente de sua própria presença.

© Purnesh Dev Nikhanj
© Purnesh Dev Nikhanj

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Residência 1559/36 D / Studio Ardete" [House 1559/36 D / Studio Ardete] 21 Jun 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/942014/residencia-1559-36-d-studio-ardete> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.