Museu Cultural Zhang Yan / Horizontal Design

Museu Cultural Zhang Yan / Horizontal Design

Paredes remanescentes. Image © Schran ImagesVista sul. Image © Schran ImagesVista interior desde o sul em direção norte no espaço expositivo 1. Imagem © Schran ImagesParedes remanescentes. Image © Schran Images+ 40

  • Arquitetos: Horizontal Design
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1064
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Louis Poulsen, 上海安美特铝业有限公司, 湖南桃花江竹材科技股份有限公司
  • Arquitetos Responsáveis:Bin Ju, Zhimin Zhou, Bin He
  • Equipe De Projeto De Arquitetura:Jia Zhang, Shuyu Deng, Wenyu Song, Yao Hu, Ping Huang, Weiwei Xu
  • Equipe De Projeto De Interiores:Jinjing Wei, Lingxiang Sheng, Vanyu Luo, Yixi Yang, Yuhua Cen, Hongming Nie, Kai Hu, Hongzhan Wu, Sufei Ye
  • Cliente:CSCEC (Shanghai) New Urbanization Investment Development Co., Ltd.
  • Construção:China Construction Eighth Engineering Division .corp.Ltd
  • Ldi:Jiang Architects & Engineers (JAE)
  • Equipe Ldi:Chun Jiang, Zhichun Cheng, Yi Shi, Jing Li, Weiwei Ren, Yong Wu, Xi Zhang, Gang Du, Min Zhu, Hang Zhang, Zhen Wang, Li Wu, Jian Peng, Dong Chen, Wei Wang, Jian Xu
  • Mecânica E Elétrica:Shenzhen Huapu decoration design Engineering Co., Ltd
  • Consultor De Projeto De Iluminação:Shenzhen junshitan Industry Co., Ltd, Viabizzuno Co., Ltd.
  • Consultores De Display:Shanghai Fengyuzhu Culture Technology Co.,ltd.
  • Consultoria E Construção Da Fachada:Shanghai Sunvast Construction Decoration Eng. Co.,Ltd
  • Consultor De Projeto De Restauro :Shanghai Jiao Tong University Urban Planning & Architectural Design Co.Ltd
  • Execução Projeto De Restauro:Zhongxiao Construction Engineering Group Co., Ltd
  • Execução Projeto De Paisagismo:Shanghai Hongsheng construction landscape Engineering Co., Ltd
  • Cidade:Xangai
  • País:China
Mais informaçõesMenos informações
Vista sul. Image © Schran Images
Vista sul. Image © Schran Images

Descrição enviada pela equipe de projeto. O pequeno vilarejo de Zhang Yan faz parte da município de Chonggu, na região metropolitana de Xangai, China. Ao longo das últimas décadas, o perfil demográfico da região se transformou drasticamente, principalmente devido ao êxodo da população mais jovem para as grandes cidades, o que teve um impacto negativo e também decisivo no declínio da vila de Zhang Yan. Ainda é possível ver algumas pequenas casas de pedra construídas no século XVII durante a Dinastia Qing, e algumas poucas estruturas mais modernas, de dois ou três pavimentos construídas já no contexto da atual República Popular da China. Tendo em vista a atual situação precária das pequenas cidades do país, o governo chinês recentemente lançou uma série de incentivos para o re-desenvolvimento das áreas suburbanas da China. Zhang Yan, como tantos outros pequenos vilarejos do país, foi um dos beneficiados pelas novas políticas de incentivo e já está mostrando sinais de recuperação.

Espaço expositivo 1. Imagem © Schran Images
Espaço expositivo 1. Imagem © Schran Images

“Preservação, Crescimento e Expansão” é o lema da política de incentivo ao desenvolvimento urbano das pequenas cidades na China. A estratégia não pretende apenas recuperar ou reconstruir antigas estruturas abandonadas e decadentes, muito pelo contrário, a intenção do governo chinês é mesclar políticas de preservação e de desenvolvimento urbano. Isso significa estar ciente do contexto histórico e do valor cultural, mas incentivar sobretudo, projetos modernos que sejam capazes de alavancar o progresso destas pequenas comunidades, resgatando a estrutura urbana histórica e criando um franco diálogo entre o passado, o presente e o futuro.

Praça de acesso à oeste (vista noturna). Imagem © Schran Images
Praça de acesso à oeste (vista noturna). Imagem © Schran Images

Preservação

Como principal estratégia de intervenção, edifícios históricos estão sendo cuidadosamente preservados, incorporando parte da história e da cultura de cada vilarejo. Um enorme esforço está sendo feito para que estas estruturas sejam mantidas e adaptadas para receber novos usos e programas que possibilitem novas oportunidades de desenvolvimento econômico da região. 

Crescimento

Para aquelas estruturas em piores condições, em estado de ruína ou completo abandono, a estratégia é a estabilização e proteção de seus elementos remanescentes, e a construção de novas estruturas complementares. Neste contexto impregnado de histórias precedentes, o “novo” e o “velho” coexistem em perfeita harmonia. 

Paredes remanescentes. Image © Schran Images
Paredes remanescentes. Image © Schran Images

Expansão

A nova arquitetura representa um novo tempo, e mais especificamente, novas funções. O projeto do Museu Cultural de Zhang Yan incorpora vários edifícios contemporâneos, os quais foram cuidadosamente inseridos nas partes vacantes do terreno.

A implantação do novo Museu de Zhang Yan segue a antiga genealogia das estruturas históricas do vilarejo. Ele abriga o Salão da História de Zhang Yan (que remete à Dinastia Qing), a Casa da Família Zhang (as ruínas ou o que sobrou dela), e um pátio aberto e acessível à todos os moradores e turistas que visitam o vilarejo. Contíguas ao edifício do museu, as estruturas vizinhas são construções de dois ou três pavimentos, na maioria construídas ao longo dos anos 80, assim como o principal edifício religioso de adoração à divindade local.

Jardim de grama. Imagem © Schran Images
Jardim de grama. Imagem © Schran Images
Vista interior desde o norte em direção sul no espaço expositivo 1. Imagem © Schran Images
Vista interior desde o norte em direção sul no espaço expositivo 1. Imagem © Schran Images

Devido ao péssimo estado da estrutura da antiga casa da Família Zhang, somente as paredes exteriores puderam ser mantidas. No interior deste espaço vazio, foi construído um novíssimo espaço expositivo, que apesar de “contemporâneo”, adota a mesma tipologia tradicional com um átrio central e cobertura inclinada em direção ao pátio interior. O novo espaço expositivo também mantém um afastamento de trinta centímetros em relação à estrutura histórica preservada. Interiormente, a estrutura interna de madeira foi refeita, e as paredes divisórias foram removidas para ampliar o espaço do átrio preservado. Uma segunda sala de exposições menor foi concebida para receber uma programação voltada ao tema “Tradição”. O antigo piso foi completamente substituído por placas de alumínio anodizado resistentes à umidade, as quais foram utilizadas em ambas salas expositivas, marcando a continuidade espacial entre as áreas programáticas do museu. O revestimento em alumínio serve também para melhor refletir a luz natural, proporcionando uma iluminação difusa e etérea. Os pilares, as paredes e o forro de madeira desta segunda sala foram todos restaurados ao seu estado original. Durante a pesquisa sobre a história deste lugar, descobrimos que antigamente havia mais um edifício construído no lado norte do terreno. Portanto, decidimos implantar o nosso pavilhão do “Futuro” exatamente neste lugar, o qual foi construído a partir das informações que pudemos levantar sobre a antiga estrutura. O uso do alumínio anodizado também foi priorizado neste edifício, tanto no piso quanto no forro, cuja uniformidade proporciona uma sensação de modernidade, em contraste com a estrutura história dos espaços anteriores.

Vista do espelho d'água em direção à sala de leitura e sala de chá. Imagem © Schran Images
Vista do espelho d'água em direção à sala de leitura e sala de chá. Imagem © Schran Images
Vista da sala de leitura em direção ao espelho d'água. Imagem © Schran Images
Vista da sala de leitura em direção ao espelho d'água. Imagem © Schran Images

A área exterior em frente ao salão do futuro foi mantida como espaço aberto, preservando uma antiga árvore existente no local e um pequeno bambual, além disso, foi criado um espelho d'água e uma área de lazer e espaço de encontro onde os visitantes podem descansar à sombra da árvore anciã.

Paredes remanescentes. Image © Schran Images
Paredes remanescentes. Image © Schran Images

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Zhangyan Village, Chonggu Town, Qingpu District, Xangai, China

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Museu Cultural Zhang Yan / Horizontal Design" [Zhang Yan Cultural Museum / Horizontal Design] 18 Mai 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/939799/museu-cultural-zhang-yan-horizontal-design> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.