Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Residência LO / Dado Castello Branco Arquitetura

Residência LO / Dado Castello Branco Arquitetura

© Filippo Bamberghi © Filippo Bamberghi © Filippo Bamberghi © Filippo Bamberghi + 38

São Paulo, Brasil
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 750.0 m2
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2014
  • Fotógrafo Fotografias: Filippo Bamberghi
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Belas Artes, Legno, Lumisystem, Marcenaria Plancus, P4 Vidros, Palimanan, Vectorworks
  • Engenharia

    Fairbanks e Pilnik
  • Paisagismo

    Gilberto Elkis
Mais informações Menos informações
© Filippo Bamberghi
© Filippo Bamberghi

Descrição enviada pela equipe de projeto. Quem atravessa a porta de entrada desta casa, se depara com uma grande caixa em madeira Cabreúva a qual o arquiteto Dado Castello Branco define como o “coração da casa”. Foi a partir dessa caixa de madeira que os ambientes sociais se distribuíram em espaços integrados.

© Filippo Bamberghi
© Filippo Bamberghi

A construção erguida em um terreno de 1.200 m² no Jardim Paulistano, em São Paulo, resultou na residência de 750 m² que privilegiasse o convívio familiar do casal com seus quatro filhos. No piso térreo, o projeto explorou os ambientes amplos, abertos uns para os outros e posicionados de forma que as pessoas pudessem ver, de qualquer ponto, o jardim e os cantos verdes.

© Filippo Bamberghi
© Filippo Bamberghi

O arquiteto desenhou o volume de cabreúva no centro da planta, com base nele dispôs os ambientes: à esquerda do hall de entrada, fica o home theater e, atrás dele, a cozinha e a copa. Do lado direito da caixa foram estabelecidos o grande living integrado à varanda e o escritório anexo. E atrás do volume fica a generosa sala de jantar com mesa de 3,5 m assinada por Jorge Zalszupin (anos 50). Ele projetou a casa toda aberta para que ela fosse vista em perspectiva.

© Filippo Bamberghi
© Filippo Bamberghi
Pavimento térreo
Pavimento térreo
© Filippo Bamberghi
© Filippo Bamberghi

O verde surge por todos os lados, legitimando as aberturas de vidro do piso ao teto e as portas de correr, no lugar de janelas convencionais. À noite, a iluminação oferece uma atmosfera suave e aconchegante vinda de spots embutidos no forro e dos abajures em pontos estratégicos. O recurso inclui também a varanda, pensada em fazer crescer o living quando  abrem as portas, e também a cozinha, muito usada pelos moradores,  tanto que anexo a ela, há um pequeno jardim com mesa para refeições.

© Filippo Bamberghi
© Filippo Bamberghi

Característica marcante do estilo de Dado, os tons suaves se evidenciam nos revestimentos, a exemplo da pedra madeira nas paredes da varanda e na fachada, do travertino navona em todo o piso do térreo e da madeira de demolição do piso das cinco suítes e da sala íntima do casal, material que aparece ainda nos móveis. Esses acabamentos criam o pano de fundo para os ambientes decorados com peças do acervo dos proprietários. A pitada de ousadia no mobiliário cabe ao vibrante amarelo que reveste as poltronas dos anos 1950.

© Filippo Bamberghi
© Filippo Bamberghi

A receita de apoiar o projeto em uma base monocromática se molda perfeitamente à proposta de mimetizar a casa ao entorno verdejante, fazendo com que o olhar não consiga delimitar o que está dentro e o que está fora. O resultado traz a sensação de se estar ligado à natureza o tempo todo.

© Filippo Bamberghi
© Filippo Bamberghi

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Residência LO / Dado Castello Branco Arquitetura" 03 Dez 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/929511/residencia-lo-dado-castello-branco-arquitetura> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.