Mercado Cheesham-o-Cheragh / ABAR Office

Mercado Cheesham-o-Cheragh / ABAR Office

© Ali Hosseinian© Deed Studio© Deed Studio© Mostafa Delbarian+ 53

  • Arquitetos: ABAR Office
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  2654
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fotógrafo Fotografias:  Mostafa Delbarian, Ali Hosseinian, Deed Studio
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Birjand Stone, Dyaco, Sanat Beton Chargh, Shargh Safety Glass, Sunmoon
  • Arquiteto Responsável:Javad Khodaee
  • Equipe De Projeto:Javad Khodaee, Abbas Fadaee
  • Cliente:Sanat Beton Shargh Company
  • Construção:Seyyed Mahdi Mahdizadeh, Mostafa Elahi
  • Supervisão:Javad Khodaee, Farajollah Sadeghi
  • Chefe Do Grupo De Coleta De Tijolos:Seyyed Ruhollah Mahdizadeh
  • Chefe Do Grupo De Implementação De Tijolos (Conservadores):Hossein Farouji
  • Projeto E Implementação De Tetos De Vidro:Naghshe-Puya company, Mahdi Abbaspour
  • Pesquisa Lab:Reza Ashraf Yazdi
  • Media Graphic Lab:Mostafa Delbarian, Navid Maani Ghafouri
  • Identidade Visual:Chapchin Studio
  • Modelagem 3 D:Azam Soleimani
  • Apresentações :Ahmad Farahi, Masoud Erfanian, Mona Rashidi
  • Estrutura:Javad Sirjani
  • Elétrica:Naser Gharavi
  • Hidráulica:Mohammad Gheitaghi
  • Cidade:Mashhad
  • País:Irã
Mais informaçõesMenos informações
© Mostafa Delbarian
© Mostafa Delbarian

Descrição enviada pela equipe de projeto. Sendo a segunda maior cidade do Irã, Mashhad também é uma das maiores capitais religiosas do mundo. No entanto, tem lutado com inúmeros problemas sociais. Priorizar os interesses individuais sobre o público e não abraçar a diversidade cultural existente levou alguns sociólogos a chamarem Mashhad de "a cidade anti-diálogo". Ter as maiores taxas de divórcio, conflitos e moradores de favelas do país estavam entre as razões significativas para esse nome. O anti-diálogo, no entanto, tornou-se óbvio nos desenvolvimentos físicos urbanos através de suas muitas instâncias. A extensa demolição do distrito histórico e uma textura de cidade desproporcional e arranha-céus, para citar apenas alguns, são as principais evidências.

© Deed Studio
© Deed Studio

O local do projeto é uma área de 571 metros quadrados em meio ao distrito histórico e adjacente a "Gonbad-e-Sabz", um patrimônio arquitetônico extraordinário com uma história de 400 anos. Gonbad-e-Sabz é altamente respeitado entre as pessoas, pois é o túmulo de um conhecido místico safávida - o Sheikh Mohammad Momen - e um local de encontro social. Novos desenvolvimentos de prédios altos nas proximidades deste túmulo, sem levar em consideração os interesses públicos, trouxeram descrédito à sua santidade vicinal e sincera.

© Deed Studio
© Deed Studio
Planta - Térreo
Planta - Térreo
© Deed Studio
© Deed Studio

Por outro lado, devido ao objetivo comercial do cliente para a terra e, sem dúvida, ao seu benefício máximo esperado, uma séria diferença de opinião entre a expectativa do cliente quanto ao caráter do edifício e seus arredores, especialmente Gonbad-e-Sabz, estava se arrastando. Portanto, um dos principais problemas na concepção do edifício foi como possibilitar o diálogo entre o local e as crescentes preocupações de seu ambiente e contexto. Para que ele se encaixasse no espírito cultural ao lado de suas funções comerciais.

© Deed Studio
© Deed Studio

Como o município autoriza apenas um prédio de três andares, pode-se comprar a licença por mais dois andares, de acordo com as regras e regulamentos. Em um local sensível onde a construção de um prédio com três andares comerciais se tornaria mais alta que o Gonbad-e-Sabz, os arquitetos não apenas se recusaram a obter os dois andares extras, como também cortaram o nó górdio, mudando a atitude em relação às licenças oficiais, e seguimos em frente com um andar abaixo do limite de altura. Para atualizar a demanda e o controle de escala do cliente, considerando a relação entre figura e solo, o edifício foi incorporado ao terreno.

© Deed Studio
© Deed Studio

Ao controlar o exterior, o interior do edifício é completamente transparente e integral, enquanto o exterior é solidamente construído com uma abertura mínima. Posteriormente, empregando vários vazios para manter o volume penetrável de cima para baixo, uma forma transparente e fluida foi alcançada no interior. Isso foi contra a tipologia comum da passagem e foi uma tentativa de criar um novo tipo de espaço contemporâneo; no final, integridade espacial, continuidade visual e de circulação e transmissão de luz foram as conquistas dessa estratégia. O esforço para iniciar um diálogo entre o edifício e o terreno faz com que o Mercado Cheshm-o-Cheragh seja crítico das longas demolições no distrito histórico e de seu valioso patrimônio arquitetônico. Esses desenvolvimentos urbanos existentes de Mashhad trouxeram resultados devastadores.

© Deed Studio
© Deed Studio
Mapa de tijolos
Mapa de tijolos
© Deed Studio
© Deed Studio

O tijolo, por um lado, era considerado um material barato por causa da recente regeneração urbana em Mashhad. Por outro lado, como resultado da extensa demolição do patrimônio arquitetônico dentro do distrito histórico, o tijolo está sendo jogado fora como lixo. Consequentemente, para representar claramente o ato de crítica, chegamos à decisão final de construir toda a forma do mercado (especialmente as paredes internas e externas), implementando os tijolos históricos descartados. 230000 é o número de tijolos - de 60-300 anos - foram recolhidos do distrito histórico, uma área de mais de 400 hectares. Isso não poderia ser alcançado se não fosse a ajuda das pessoas. Devido aos desafios técnicos, as claras diferenças entre os tijolos em tamanho, cor e textura; o projeto foi realizado por "conservadores". Eventualmente, no diálogo entre contexto e época, novos materiais como metal e vidro foram usados dentro de tijolos.

© Mostafa Delbarian
© Mostafa Delbarian

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Mashhad, Khorasan-e Razavi, Irã

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Mercado Cheesham-o-Cheragh / ABAR Office" [Cheshm-o-Cheragh Bazaar / ABAR Office] 24 Dez 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/927581/mercado-cheesham-o-cheragh-abar-office> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.