Residência da Baía de Parekura / Bossley Architects

Residência da Baía de Parekura / Bossley Architects

© Simon Devitt© Simon Devitt© Simon Devitt© Simon Devitt+ 17

  • Arquitetos: Bossley Architects
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fotógrafo Fotografias:  Simon Devitt
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: APL NZ, Chant, Duravit, Equus warmroof, Eterpan Xpressclad, Inlite, Laufen, Meta mixers, Neolith, Trimble Navigation, VM Quarts Zinc, Vectorworks, leisurelite supreme, solaris opening louvres
  • Arquitetos Responsáveis:Pete Bossley, James Brodie, Brad Balle, Don Mckenzie
  • Engenharia:Brown and Thompson
  • Paisagismo:Boffa Miskell
  • Consultoria:Soil + Rock
  • Construtora:Phil Leach
Mais informaçõesMenos informações
© Simon Devitt
© Simon Devitt

Descrição enviada pela equipe de projeto. O terreno está localizado em um vale relativamente restrito que corre para o norte em direção ao mar, com montanhas proeminentes a leste e oeste. É composto por vegetação nativa em regeneração, com uma área de gramado aberto entre a residência e o mar.

© Simon Devitt
© Simon Devitt

Embora a área geral seja de 5,3ha, a região edificável é relativamente pequena, restringida pela estrada ao sul, pelo terreno inclinado ao leste e oeste e pelo recuo de 30 metros na costa. Um sítio arqueológico obriga a um recuo de 10m a partir da fronteira do lado oeste, e os Engenheiros Geotécnicos identificaram uma  "Linha Limite de construção”, que restringia a construção a oeste do vale. Uma altura máxima de 5m trouxe outra restrição rígida.

© Simon Devitt
© Simon Devitt
Planta - primeiro pavimento
Planta - primeiro pavimento
© Simon Devitt
© Simon Devitt

A residência é outra iteração de nossas casas de “acampamento”, nas quais três alas separadas estão quase paralelas uma à outra, seguindo a inclinação do terreno e rotacionando suavemente no plano como a queda da colina. Níveis foram estabelecidos para garantir vistas de cada ala sobre a da frente. Isso garante que elas se encaixem na paisagem e minimizem o impacto de um único edifício grande quando visto desde o mar. O plantio entre as alas também oculta o tamanho real da edificação.

© Simon Devitt
© Simon Devitt

A ala inferior abriga sala estar, jantar, cozinha e um terraço muito generoso. O nível médio contém três dormitórios. A ala superior é uma casa de hóspedes independente.

Corte
Corte

Os clientes queriam concreto. Em vez de uma casa com paredes de concreto, desenvolvemos uma linguagem usando molduras expostas finamente detalhadas de concreto pré-moldado, com estruturas leves revestidas em Eterpan colorido como preenchimento. Isso cria um ritmo adorável, articula as massas e rompe a extensão do telhado quando visto de cima. As paredes envidraçadas são decoradas com painéis de madeira compensada.

© Simon Devitt
© Simon Devitt

Grandes saliências na maioria das janelas fornecem sombreamento para um controle solar eficiente e também garantem que as aberturas sejam recuadas para reduzir a visibilidade desde o mar, minimizando a reflexão dos vidros.

© Simon Devitt
© Simon Devitt

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Residência da Baía de Parekura / Bossley Architects" [Parekura Bay House / Bossley Architects] 23 Out 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/926690/residencia-da-baia-de-parekura-bossley-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.