Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Eventos
  3. Maurício Nogueira Lima: contribuições à arte brasileira

Maurício Nogueira Lima: contribuições à arte brasileira

  • 04:00 - 9 Abril, 2019
Maurício Nogueira Lima: contribuições à arte brasileira
Maurício Nogueira Lima: contribuições à arte brasileira, Maurício Nogueira Lima, designer, arquiteto. Crédito acervo pessoal.
Maurício Nogueira Lima, designer, arquiteto. Crédito acervo pessoal.

Ciclo analisa contribuições do arquiteto Maurício Nogueira Lima à arte brasileira

Uma parceria entre o Instituto Maurício Nogueira Lima e o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo reúne, de 17 de abril a 15 de maio, especialistas, pesquisadores e arquitetos em torno da obra do arquiteto brasileiro Maurício Nogueira Lima (18 de abril de 1930/1 de abril de 1999) e suas contribuições para a arte brasileira. Participam do ciclo nomes como o da curadora Regina Teixeira de Barros, da artista plástica Áurea Nogueira Lima (filha de Maurício Nogueira), do pesquisador Alexandre Pedro de Medeiros, dos arquitetos Chico Homem de Mello e Selma Sevá, museólogo Fábio Magalhães e da pesquisadora Stela Politano.

Maurício Nogueira Lima estabeleceu um interessante diálogo com diferentes grupos e artistas no interior do universo artístico brasileiro, produzindo obras no campo da pintura figurativa, pop art, construtivismo, concretismo e geometrismo. Foi o mais jovem integrante do Grupo Ruptura, que reuniu artistas abstratos geométricos no início da década de 1950.

O ciclo apresenta o cenário das artes plásticas brasileiras, em particular o período em que se concebe a produção de Maurício Nogueira Lima. Aborda aspectos em torno da abstração, do concretismo, da dissidência Neoconcreta e do Grupo Ruptura, o manifesto e a sua produção artística, bem como as tendências figurativas presentes na década de 1960 e as especificidades da arte pop brasileira no contexto da ditadura militar.

Confira a programação:

17/4 - Concretismo e neoconcretismo. Reflexão sobre aspectos do concretismo paulista, a partir da análise de obras de Maurício Nogueira Lima e membros do Grupo Ruptura, e discussão sobre o Manifesto lançado pelo grupo. Abordagem das principais divergências conceituais e visuais entre os concretistas paulistas e os cariocas do Grupo Frente.

Com Regina Teixeira de Barros, doutoranda do PPG em Estética e História da Arte. Foi curadora da Pinacoteca do Estado de São Paulo. É docente na Pós-Graduação no Centro Universitário Belas Artes. Curou a mostra Anita Malfatti: 100 anos de arte moderna, no MAM/SP.

Com Áurea Nogueira Lima, é filha de Maurício Nogueira Lima e artista plástica. Cursou Educação Artística pela UNISANTA/Santos. Já expôs coletivamente seus trabalhos no SESC Santos, I Bienal Internacional de Gravura de Santos e Galeria de Arte Braz Cubas.

24/4 - Neofiguração. Abordagem das tendências neofigurativas surgidas no início da década de 1960 e das especificidades do diálogo da produção artística brasileira com a arte pop no contexto da ditadura militar. Serão comentados os trabalhos produzidos por Maurício Nogueira Lima neste período e por artistas contemporâneos a ele.

Com Alexandre Pedro de Medeiros, doutorando em História da Arte no IFCH-UNICAMP. Atuou como pesquisador de arte contemporânea no Museu Afro Brasil. Foi curador da exposição Claudio Tozzi: Territórios e outros trabalhos, na Biblioteca Octavio Ianni do IFCH-UNICAMP.

8/5 - Maurício Nogueira Lima, designer, arquiteto. Serão apresentadas a vanguarda modernista dos anos 1950 e a obra de Maurício Nogueira Lima nos campos do design e da arquitetura.

Com Chico Homem de Mello, mestre e doutor em Arquitetura e Urbanismo na FAU/USP. É professor do Departamento de Projeto na mesma universidade. Realizou os projetos das exposições “Túnel do tempo do design gráfico no Brasil”, no SESC Pompeia e “Papéis efêmeros - Memórias gráficas do cotidiano”, no SESC Ipiranga.

Com Selma Sevá, arquiteta, integrou o corpo docente das universidades Belas Artes, Brás Cubas e Paulista. Foi companheira de Maurício Nogueira Lima por 27 anos, com quem dividiu o escritório de arquitetura. É diretora do Instituto Mauricio Nogueira Lima.

15/5 - Maurício Nogueira Lima, o artista e a metrópole. Abordagem de temas dos anos de 1950: a formação construtiva e uma visão abrangente da arte, que inclui a indústria, a moda, o design; e anos 1960: MNL, artista da nova objetividade; sua crítica política, engajamento nas lutas pela redemocratização; e o professor.

Com Fábio Magalhães, museólogo, curador e artista plástico. Foi professor na UnB, PUC-Campinas e Mackenzie, conservador-chefe do MASP e diretor da Fundação Memorial da América Latina. É diretor artístico do Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba.

Com Stela Politano, mestre em História da Arte e doutoranda no Programa de História da Arte do IFCH-UNICAMP. Ministrou aulas no IFCH-UNICAMP, IA-UNICAMP e SENAC. É pesquisadora e coordenadora do acervo do Instituto Maurício Nogueira Lima.

Sobre o CPF Sesc
Inaugurado em agosto de 2012, o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc é uma unidade do Sesc São Paulo voltada para a produção de conhecimento, formação e difusão e tem o objetivo de estimular ações e desenvolver estudos nos campos cultural e socioeducativo.
Além do Curso Sesc de Gestão Cultural - que visa a qualificação para a gestão cultural de profissionais atuantes no campo das Artes, tanto de instituições públicas como privadas - a unidade proporciona o acesso à cultura de forma ampla, tematicamente, por meio de cursos, palestras, oficinas, bate-papos, debates e encontros nas diversas áreas que compreendem a ação da entidade, como artes plásticas e visuais, ciências sociais, comportamento contemporâneo e cotidiano, filosofia, história, literatura e artes cênicas, voltadas para o público em geral.
Maurício Nogueira Lima: contribuições à arte brasileira
De 17 de abril a 15 de maio de 2019, quartas, das 19h às 21h30. Exceto dia 1/5.
Recomendação etária: 16 anos. 70 vagas.
Preço: R$ 50,00 (inteira); R$ 25,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública); R$ 15,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes).
Tradução em Libras disponível. Faça sua solicitação com no mínimo dois dias de antecedência da atividade através do e-mail centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br.
Informações e inscrições pelo site (sescsp.org.br/cpf) ou nas unidades do Sesc no Estado de São Paulo. Serviço de van até a estação de metrô Trianon-Masp, de segunda a sexta, às 21h30, 21h45 e 22h05, para participantes das atividades.

CENTRO DE PESQUISA E FORMAÇÃO DO SESC
Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar.
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 22h. Sábados, das 9h30 18h30. Tel: 3254-5600.
-----------------------------------------------------------------------
Assessoria de Imprensa: Rita Solimeo Marin – Tel: 3254-5641

Veja mais:

Eventos

Este evento foi enviado por um usuário de ArchDaily. Se você quiser, pode também colaborar utilizando "Enviar um evento". As opiniões expressas nos anúncios enviados pelos usuários archdaily não refletem necessariamente o ponto de vista de ArchDaily.

Cita: "Maurício Nogueira Lima: contribuições à arte brasileira" 09 Abr 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/914697/mauricio-nogueira-lima-contribuicoes-a-arte-brasileira> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.