Escritórios da Transportes Bolivia / ESTUDIO MUARQ

Escritórios da Transportes Bolivia / ESTUDIO MUARQ

Cortesía de ESTUDIO  MUARQCortesía de ESTUDIO  MUARQCortesía de ESTUDIO  MUARQCortesía de ESTUDIO  MUARQ+ 28

  • Arquitetos: ESTUDIO MUARQ
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  770
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Cambre, Genebre, Hierros Curia, Isover, Lucciola, Sanitarios Ferrum, Sica, ternium siderar
  • Arquitetos:Gabriel Huarte, Pablo Fidalgo
  • Construção:Adrián Iurcovich
  • Cálculo Estrutural:Mario Saieg
  • Cidade:Salvador Mazza
  • País:Argentina
Mais informaçõesMenos informações
Cortesía de ESTUDIO  MUARQ
Cortesía de ESTUDIO MUARQ

Descrição enviada pela equipe de projeto. Uma fazenda de 2 hectares, a 5 km para o sul da cidade fronteiriça de Salvador Mazza, província de Salta, é o local escolhido por uma empresa internacional de transportes para alojar seus depósitos e mais alguns pequenos escritórios de logística. O terreno se encontra limitado em sua frente pela RN34, uma área alagável eventualmente ao fundo e uma fileira de morros a oeste, pertencentes às serras sub-andinas, que funcionam como plano de fundo, controlando as visuais e os ventos predominantes da região.

Cortesía de ESTUDIO  MUARQ
Cortesía de ESTUDIO MUARQ

Inicialmente as necessidades colocadas pelo cliente se resumiam a pequenos escritórios que funcionariam como apoio às atividades desenvolvidas na fazenda. Com o avanço das conversas, foram se somando outras necessidades programáticas, que, apesar de poderem compartilhar seu uso em um mesmo edifício, deveriam, de alguma maneira, manter sua independência conservando certos vínculos.

Cortesía de ESTUDIO  MUARQ
Cortesía de ESTUDIO MUARQ
Cortesía de ESTUDIO  MUARQ
Cortesía de ESTUDIO MUARQ

Proposta

Uma barra longitudinal na frente do lote, disposta em sentido norte-sul, define a apropriação do terreno e os acessos à fazenda. Três caixas de dimensões idênticas (14x8 m) com travamentos cruzados de piso a teto, compõem a totalidade dos espaços independentes. Quatro núcleos, situados simetricamente em cada uma das esquinas de cada caixa, ratificam sua autonomia ao resolver os serviços. Um eixo virtual atravessa os três espaços com a intenção de estabelecer relações visuais entre os ambientes.

Cortesía de ESTUDIO  MUARQ
Cortesía de ESTUDIO MUARQ

Uma grande cobertura contínua confirma a unidade do projeto em um único edifício, ao mesmo tempo que se estende suficientemente para gerar uma longa galeria de chegada que quase duplica a superfície das caixas. A intenção é propor espaços de encontro acidental, contemplação e proteção solar. Por último, dois espaços de passagem semi-cobertos se transformam em dois pátios impermeáveis de acesso, perfurados por uma claraboia zenital que funciona como elemento de referência espacial; um ponto focal/temporal que demarca os acessos e de nascimento de duas árvores.

Cortesía de ESTUDIO  MUARQ
Cortesía de ESTUDIO MUARQ

Sistema (resolução material)

A utilização de um sistema leve de pré-moldado do tipo steel frame, foi escolhido como sistema construtivo principal, já que garantia, diante da impossibilidade de realizar uma exaustiva e presencial direção de obra, a execução correta do projeto. Foi assim que quase 90% dos materiais foram perfilados, cortados, conectados e enviados ao local, para logo serem implantados com mão de obra local em tempos e etapas determinados.

A cobertura foi feita com um plano de inclinação única e livre de escoamento, evitando canaletas e acumulo de águas, desfavoráveis nestas regiões onde o índice de chuvas é alto durante longos períodos. Um sistema de chapa comprimida permite a baixa inclinação do teto, evitando infiltrações por perfuração.

Cortesía de ESTUDIO  MUARQ
Cortesía de ESTUDIO MUARQ

As paredes se erguem a partir de um sistema de steel frame com isolamento térmico, revestidos em chapa sinusoidal preta na parte externa e madeira de eucalipto pintada de branco no interior. As aberturas realizadas em madeira natural de cedro garantem as ventilações cruzadas. Complementadas pelo uso de vidros em DVH, colaboram na conservação do clima interno, reduzindo o consumo elétrico para refrigeração.

Cortesía de ESTUDIO  MUARQ
Cortesía de ESTUDIO MUARQ

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Salvador Mazza, Salta, Argentina

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Escritórios da Transportes Bolivia / ESTUDIO MUARQ" [Oficinas Transportes Bolivia / ESTUDIO MUARQ] 24 Fev 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/911959/escritorios-da-transportes-bolivia-estudio-muarq> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.