Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Parque
  4. Rússia
  5. Snøhetta
  6. 2018
  7. Reforma do Parque Hussein bin Talal / Strelka Architects + Strelka KB + Snøhetta

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Reforma do Parque Hussein bin Talal / Strelka Architects + Strelka KB + Snøhetta

  • 14:00 - 31 Janeiro, 2019
  • Curadoria de María Francisca González
  • Traduzido por Giovana Martino
Reforma do Parque Hussein bin Talal / Strelka Architects + Strelka KB + Snøhetta
Reforma do Parque Hussein bin Talal / Strelka Architects + Strelka KB + Snøhetta, © Strelka KB
© Strelka KB

© Strelka KB © Strelka KB © Strelka KB © Strelka KB + 35

  • Arquitetos

  • Localização

    Grozni, Chechenia, Rússia
  • Arquitetos Responsáveis

    Strelka KB: Khamid Taytsenov, Musa Bersunkaev, Ivan Selednikov, Artur Makarov, Alisa Ermolaeva. Snøhetta: Robert Greenwood, Anne Camilla A. Auestad, Henry Stephens. Landscape Design: Anna Andreeva/Alphabet City
  • Área

    630 mil m²
  • Ano do projeto

    2018
  • Fotografias

© Strelka KB
© Strelka KB

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Parque Hussein bin Talal, em Grozny, pode ser considerado um dos primeiros espaços públicos contemporâneos na região do Cáucaso, na Rússia. Depois dos conflitos regionais que se seguiram pós queda da União Soviética, Grozny, capital da República da Chechnya, cuja população é 90% muçulmana, enfrentou o desafio de se reconstruir. Esta reconstrução teve início em 2003 e busca apagar os sinais de destruição e decadência. Os espaços públicos, porém, tendo menos impacto na economia, foi uma das últimas prioridades. A cidade precisava de um novo tipo de centro urbano, com atrações diferentes para diferentes faixas etárias. Com isso em mente, o Parque veio para fomentar a cultura nacional e infraestrutura moderna. Hoje em dia, se tornou um espaço cotidiano e presente na vida dos residentes de Grozny. 

© Maria Gonzalez
© Maria Gonzalez

Milana Sadaeva foi a prefeita que levantou essa bandeira e coordenou o projeto na camada governamental, tentando ao máximo ampliar o engajamento dos cidadãos. Os residentes tiveram a oportunidade de ver o projeto do parque antes de começar a ser construído. Apesar de ser um hábito comum no Oeste, a participação coletiva nos projetos públicos era algo novo no Leste pós governo soviético. Dessa forma, uma vez definido o zoneamento do parque, os arquitetos do Strelka KB, uma escritório russo de consultoria urbanística, os arquitetos do Strelka Architects, outro escritório russo, agora de arquitetura em parceria com os arquitetos noruegueses do Snøhetta desenvolveram um parque que abriga 1200 m² de pista de skate, 1600 m² de quadras poliesportivas, 750 m², 1800 m² de áreas recreacionais, uma lagoa de 1800 m², um anfiteatro e mais. 

© Strelka KB
© Strelka KB
© Maria Gonzalez
© Maria Gonzalez
© Maria Gonzalez
© Maria Gonzalez

Para criar o projeto, foi introduzida a metodologia das cinco etapas. A começar por análise territorial abrangente, seguir para o desenvolvimento do projeto, executar a documentação completa necessária, seguido por supervisão do projeto e construção. No contexto russo, essa supervisão é nova, sendo implementada como essencial para garantir que as intenções definidas no projeto sejam implementadas e que os arquitetos supervisores estejam constantemente presentes no local.

© Strelka KB
© Strelka KB
© Strelka KB
© Strelka KB

A primeira pista de skate de Grozny tornou-se um local esportivo exclusivo de seu tipo, não apenas na cidade, mas em toda a região. Antes que o trabalho de construção fosse concluído, os jovens locais começaram a acompanhar seu progresso, até mesmo limpando a poeira da construção e os escombros para começar a patinar o quanto antes. Quadras poliesportivas foram construídas no parque para substituir a área deserta que tinha sido usada anteriormente. As quadras, assim como o parquinho que atende diferentes faixas etárias foram projetadas para atender os alunos das sete escolas que existem na proximidade. 

© Maria Gonzalez
© Maria Gonzalez

No grande cruzamento de pedestres, um reservatório foi construído e logo se tornou o local de atração que atrai os moradores para o parque. O parque está equipado com salas de oração para atender o contexto local. A linguagem do projeto também empregou uma variedade de símbolos e padrões nacionais. A praça em frente ao anfiteatro apresenta telhas tradicionais chechenas, e uma grande inscrição de "corra" em checheno foi gravada na pista de atletismo. Os elementos naturais do parque, especialmente as árvores existentes, foram preservados enquanto mais de 50 novas árvores foram plantadas ao lado deles.

© Maria Gonzalez
© Maria Gonzalez

O parque também criou novas oportunidades de negócios locais. O projeto previa um espaço de café, onde um investidor local logo abriu um restaurante, com um espaço útil no telhado que oferece uma vista maravilhosa do parque. Atrás do terraço do café, um anfiteatro foi construído para abrigar eventos públicos, mas também para reuniões da comunidade local.

Plano Diretor
Plano Diretor

Juntamente com a renovação do Parque Hussein bin Talal, Strelka KB concluiu a reconstrução do Muhammad Ali Boulevard de Grozny, que leva ao estádio Ahmat Arena usado como base de treinamento durante a Copa do Mundo de 2018.

© Maria Gonzalez
© Maria Gonzalez

Projetos como o Hussein bin Talal Park fazem parte do programa "Cidades do Futuro" para transformar espaços públicos em 40 cidades russas. É o primeiro programa desde a era soviética a reimaginar o uso do espaço público para atender às tendências e padrões globais. Foi realizado desde 2016 pela Strelka KB e DOM.RF, uma instituição integrada de desenvolvimento habitacional, com o apoio do Ministério Russo da Indústria da Construção, Habitação e Serviços Públicos.

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Reforma do Parque Hussein bin Talal / Strelka Architects + Strelka KB + Snøhetta" [Hussein Bin Talal Park / Strelka Architects + Strelka KB + Snøhetta] 31 Jan 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Martino, Giovana) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/910299/reforma-do-parque-hussein-bin-talal-strelka-architects-plus-strelka-kb-plus-snohetta> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.