Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Crematório
  4. Bélgica
  5. KAAN Architecten
  6. 2018
  7. Crematório Siesegem / KAAN Architecten

Crematório Siesegem / KAAN Architecten

  • 13:00 - 31 Dezembro, 2018
  • Curadoria de Diego Hernández
  • Traduzido por Giovana Martino
Crematório Siesegem / KAAN Architecten
Crematório Siesegem / KAAN Architecten, © Sebastian van Damme
© Sebastian van Damme

© Sebastian van Damme © Sebastian van Damme © Sebastian van Damme © Simone Bossi + 64

  • Equipe de Projeto

    Bas Barendse, Dante Borgo, Maicol Cardelli, Timo Cardol, Sebastian van Damme, Paolo Faleschini, Raluca Firicel, Cristina Gonzalo Cuairán, Michael Geensen, Walter Hoogerwerf, Marco Lanna, Giuseppe Mazzaglia, Exequiel Mulder, Ismael Planelles Naya, Giulia Rapizza, Ana Rivero Esteban, Giacomo Rizzi
  • Cliente

    Intergemeentelijke Samenwerking Westlede (IGS)
  • Construtor

    Jan de Nul, Hofstade-Aalst (Bélgica)
  • Consultoria de Construção

    Pieters Bouwtechniek, Delft (Holanda)
  • Gestor do Projeto

    KAAN Architecten, Rotterdam; Bureau Bouwtechniek, Antwerp (Bélgica)
  • Instalações Elétricas e Sanitárias

    Henk Pijpaert Engineering, Oudenaarde (Bélgica)
  • Consultoria de conforto ambiental e acústico

    DGMR, Arnhem (Holanda)
  • Fornos

    DFW, Broek op Langedijk (Holanda)
  • Multimídia

    BIS, Ridderkerk (Holanda)
  • Mais informações Menos informações
© Sebastian van Damme
© Sebastian van Damme
© Sebastian van Damme
© Sebastian van Damme

Descrição enviada pela equipe de projeto. Crematórios são tipicamente um projeto de programas complexos. Os arquitetos do KAAN Architecten realizaram um edifício que é auto-explicativo e de fácil leitura. Localizado numa zona rural, o Crematório Siesegem se integra à natureza do projeto paisagístico de autoria do arquiteto paisagista, Erik Dhont.

Ao chegar na entrada do Blauwenbergstraat, o visitante é tomado por uma sensação de calmaria e é também convidado a diminuir seu ritmo para caminhar pelos montes gramados. Ao norte, uma lagoa funciona como reservatório para reter água da chuva, enquanto pequenos morros são dedicados às urnas e cinzas. No limite leste há uma via de serviços para os carros funerários, a qual é escondida da vista dos visitantes, garantindo a privacidade e o cuidado durante a cerimônia. 

© Sebastian van Damme
© Sebastian van Damme
© Sebastian van Damme
© Sebastian van Damme

A arquitetura acompanha a transição metafórica entre um entorno conturbado  e um interior de calmaria. A região sudoeste do edifício se abre para um pátio e serve como uma zona transitória, a qual dá boas vindas aos visitantes e os leva até os espaços internos.  

© Simone Bossi
© Simone Bossi

Após entrar no Crematório, a sequência de espaços molda a experiência física do visitante. Com 6.4 metros de pé direito somado à grandes aberturas com luz natural, o interior intensifica este senso de vastidão. Um grande dossel de concreto se estende para o espaço da recepção, o qual é bastante iluminado naturalmente por duas grandes janelas que dão para um jardim, enquanto abrigam uma discreta passagem para a cafeteria, onde é possível observar uma pintura do artista visual belga, Rinus Van de Velde. 

© Simone Bossi
© Simone Bossi

O Crematório Siesegem abriga dois salões cerimoniais. O maior deles tem dimensões generosas, com espaço para 600 pessoas. Os arquitetos estiveram envolvidos durante todo o projeto, incluindo também o mobiliário, particularmente os bancos. Eles foram elegantemente projetados e construídos com estofamento de couro na cor amarelo-bege, uma tonalidade recorrente para os espaços do Crematório, escolhidos por sua textura suave e referência direta à areia e poeira. O fundo da sala é envidraçado e tem vista para um pátio que liga diretamente o edifício à paisagem circundante. Ambos os espaços de cerimônia têm uma sala de família e um lugar para condolências. Além deles, uma área externa com vegetação une a natureza à luz do dia e oferece um contrapeso à intensidade e à espiritualidade experimentadas pelos enlutados.

Planta - Térreo
Planta - Térreo

Para os espaços da cerimônia, os aspectos técnicos do edifício são também uma parte fundamental do projeto. Os arquitetos se esforçaram para divulgar, em vez de ocultar o processo de cremação, criando uma polaridade incomum, porém efetiva entre a mecânica e a serenidade. A cor amarela arenosa e macia do mobiliário é ecoada pelos fornos e pela chaminé que se estende através de uma abertura envidraçada no telhado. Um senso de dignidade e intimidade infunde o edifício.

© Sebastian van Damme
© Sebastian van Damme

A escolha dos materiais e os detalhes são fundamentais para alcançar um humor plácido. Para o exterior, a KAAN Architecten escolheu o ritmo do concreto a mostra. Para o interior, as paredes são opacas e  texturizadas, enquanto o teto tem um acabamento áspero para garantir uma acústica suave - uma característica fundamental de tal edifício. Os pisos em taco de carvalho foram escolhidos para os quartos familiares e a cafetaria.

© Simone Bossi
© Simone Bossi
© Simone Bossi
© Simone Bossi

Todos os espaços expressam a essência da arquitetura, e o mármore Ceppo di Gré desempenha um papel vital. Com os blocos de pedra serrados em placas de 2,4 x 1 metro, os arquitetos organizaram uma composição que resulta em um padrão visualmente coerente. Pisos e paredes foram tratados da mesma maneira. A mesma pedra foi usada para a recepção no foyer, no bar, no átrio, no catafalco e no alto rodapé das paredes do pátio.

© Simone Bossi
© Simone Bossi
© Simone Bossi
© Simone Bossi

Na Bélgica, a cremação tradicionalmente tem um programa mais complexo que outros países. Eles são espaços para se reunir, desfrutar de uma refeição e se reconectar com parentes e amigos. A experiência significativa e o diálogo do cliente foram cruciais para o projeto. A KAAN Architecten projetou espaços legíveis e de fácil leitura para reduzir a sinalização ao mínimo. Os visitantes nunca devem se sentir perdidos, e a arquitetura vai além de ser um mero pano de fundo, para oferecer orientação espacial. O interior fala aos visitantes e apela às suas emoções: instila a calma e a sequência de espaços aumenta a reflexão.

© Sebastian van Damme
© Sebastian van Damme

O Crematório Siesegem é uma ode à verticalidade, sendo horizontal e puro em sua geometria e proporções equilibradas. O seu ambiente calmo e facilmente legível e a paisagem tranquila unem-se para emanar uma serenidade genuína. Sem sucumbir ao monumentalismo pomposo, o edifício e seu entorno são um oásis de paz para reminiscências.

© Simone Bossi
© Simone Bossi

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Crematório Siesegem / KAAN Architecten" [Crematorium Siesegem / KAAN Architecten] 31 Dez 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Martino, Giovana) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/908189/crematorio-siesegem-kaan-architecten> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.