A Flecha / Estudio Feller Herc

A Flecha / Estudio Feller Herc

© Analia Grucki© Analia Grucki© Analia Grucki© Analia Grucki+ 26

Colonia del Sacramento, Uruguai
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  360
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fotógrafo Fotografias:  Analia Grucki
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Aluminios del Uruguay, Bosch, Darko, Fábrica de Luz, PAUL FRENCH GALLERY
  • Construção:Shirly Caplan- Hernan Araujo
  • Direção Da Obra:Jimena Rossel-Gabriel Stagno
  • Construtora:Modulor
  • Colaboradores :Estudio LyE
  • Autora:Carolina Feller-Melisa Herc
  • Cidade:Colonia del Sacramento
  • País:Uruguai
Mais informaçõesMenos informações
© Analia Grucki
© Analia Grucki

ÍCONE

Essa residência encontra-se na periferia da Colônia do Sacramento, Uruguai, sobre um terreno com acesso a praia, de solo arenoso com sedimentos de terra, vegetação rústica, paisagem campestre e próximo ao Rio da Prata. 
Projetamos uma casa pensada para o reencontro, para desfrutar compartilhando, para que a família, com filhos adultos, tenha um lugar comum. 

Corte 3
Corte 3

Por isso, a área pública da casa é um único e grande espaço de encontro que integra as funções de estar, cozinha, churrasqueira, pergolado e expansão exterior. A piscina, com mesmo critério, foi localizada o mais próximo possível da casa, tomando cuidando para que esta não a sombreie durante todo verão. 

Trabalhamos no terreno como um espaço interior/exterior onde os limites são diluídos e a paisagem é contínua. Contempla-se o rio pela lateral sul, o campo ao norte e o céu por meio da claraboia sobre a ilha da cozinha. A orientação é cruzada como estratégia de conforto ambiental natural. 

© Analia Grucki
© Analia Grucki

CONTEXTO

Manter o espírito rústico, despojado e natural da paisagem foi uma das grandes premissas. Um entorno único e sem interrupções transpassa a casa estendendo-se até os pergolados e pátio em volta do volume principal. A cobertura verde remete ao solo nativo do entorno. 

© Analia Grucki
© Analia Grucki

O usuário chega e, ao descer do automóvel, caminha por uma extensa rampa envolta por um ritmo de tramados que abrem e fecham. Os aromas do campo, o silêncio e o vento do rio são protagonistas na experiência do acesso, a medida que circula-se pela casa, deixa-se para trás a cidade antes de abrir a porta. 

Ela é acessada por meio de um hall/pátio que transmite, desde o primeiro contato, a intenção da casa de se relacionar com o exterior de maneira direta sendo, ao mesmo tempo, o eixo entre a área de encontro e os dormitórios da casa. 

© Analia Grucki
© Analia Grucki

MATÉRIA

"Quando, nas minhas obras, faço com que os homem sintam o passar do tempo que marca a natureza, harmonizando os espaços com a LUZ, temperando-os com o percurso do sol, então acredito que vale a pena isso que chamamos de Arquitetura". Alberto Campo Baeza (A luz é matéria e material).

© Analia Grucki
© Analia Grucki

Não é em vão que o sol sai para todos e essa obra procura materializar tal frase. Desde o amanhecer até o entardecer ela se transforma através de jogos geométricos. O concreto é trabalhado como massa perfurada e como elemento linear que dá espaço à luz, para que ela circule livremente e de maneira direta. 

A casa é sintética quando se diz respeito aos materiais que a compõe, o concreto aparente e o cimento pré-moldado trabalhado de maneira artesanal na região conferem textura e calidez ao volume e aos espaços interiores. Cumpre também com um dos requisitos do cliente: fácil manutenção exterior. A residência foi construída com um sistema misto de concreto e divisões internas leves de placas de gesso, o que significou otimizar os recursos e o tempo de execução. 

© Analia Grucki
© Analia Grucki

SISTEMA

A residência é estruturada com um sistema independente de concreto armado aparente, composto por lajes sem vigas intermediárias que levam a uma maior expressão a continuidade espacial proposta. Na abertura do espaço de estar que está voltada ao rio, tanto no interior como no exterior, a estrutura se desmaterializa transformando-se em colunas metálicas em forma de cruz como as esquadrias de alumínio. 

A residência ainda conta com um sistema de painéis solares que pré-aquece a água utilizada nos chuveiros e colabora também com a temperatura da piscina. 

Corte 4
Corte 4
Planta - térreo
Planta - térreo

VÍNCULOS

© Analia Grucki
© Analia Grucki

Os espaços da casa são resultado da busca por habitá-la em relação ao entorno direto, explorando as orientações, as vistas e as ventilações cruzadas. 

Os usos foram distribuídos de forma racional, considerando o máximo de economia energética e de recursos possível. A suíte principal independe do resto dos dormitórios, já que os filhos são adultos e é possível que ela se torne uma área ocupada com outra frequência. Ela é o único espaço interior no primeiro pavimento e atua como farol da casa, com vistas extraordinárias e acesso à cobertura verde, que confere a possibilidade de viver a paisagem em seus 360 graus. 

© Analia Grucki
© Analia Grucki

A obra passou a ser, em muito pouco tempo, de uma casa de finais de semana a uma residência de uso e vínculo muito mais fluído.

Desprendeu-se especial cuidado na escala da residência, em desenvolver uma casa eficiente em superfície, em fazer com que cada ambiente tenha proporções confortáveis. Espaços com muita conexão com o imenso exterior, mas resguardados por estruturas semi-cobertas e pelo pátio vinculado diretamente à pérgola principal. 

© Analia Grucki
© Analia Grucki

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "A Flecha / Estudio Feller Herc" [La Flecha / Estudio Feller Herc] 15 Ago 2018. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/900065/a-flecha-estudio-feller-herc> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.