O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Loft
  4. Estados Unidos
  5. Studio Pali Fekete architects
  6. 2018
  7. Line Lofts / SPF:architects

Line Lofts / SPF:architects

  • 17:00 - 11 Junho, 2018
  • Traduzido por Giovana Martino
Line Lofts / SPF:architects
Line Lofts / SPF:architects, © Bruce Damonte
© Bruce Damonte

© Bruce Damonte © Lauren Moore © Bruce Damonte © Bruce Damonte + 31

  • Arquitetos

  • Localização

    Hollywood, Califórnia, Estados Unidos
  • Arquitetos Responsáveis

    Zoltan E. Pali, Judit M. Fekete, Damon Surfas, Natalie May, Ryan Hong, Sebastian Greider, Jee-Hye Kim
  • Equipe

    Kyle Pfister, Sean Bollinger, Ruth Oh, Chris Werner
  • Área

    6300 m²
  • Ano do projeto

    2018
  • Fotografias

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Line Lofts é um empreendimento com 82 unidades localizado em uma das ruas mais ativas de Los Angeles. Situada na Avenida Las Palmas, próximo a Hollywood e Highland, o edifício com seis pavimentos foi implantado em um tereno de 55x38 metros, e é o edifício mais alto do bairro.

© Lauren Moore
© Lauren Moore

Ao constatar o pequeno terreno limitado pelas construções vizinhas, os arquitetos do SPF:a tiveram que repensar a planta tradicional. Os arquitetos trabalharam bem próximos aos clientes para ciar apartamentos bem organizados e articulados. 

Planta - Pavimento Intermediário
Planta - Pavimento Intermediário
© Bruce Damonte
© Bruce Damonte
Planta - Cobertura
Planta - Cobertura
© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

Para isso, o edifício abandonou as tradicionais ideias de layout, implementando escolhas que dispersam os espaços de circulação. Essa abordagem é pouco convencional, porém garante uma planta mais fluida. A conexão vertical é feita a partir de elevadores, e fazem com que o segundo e o terceiro pavimentos estejam conectados, o quinto e o sexto juntados e o terraço aberto do último pavimento fundido ao sexto.

Essa comunicação entre níveis garante uma variação visual entre os andares, o que acaba com a sensação de padronização e repetição, que podem ser desagradáveis aos moradores. Além disso, a circulação consegue abordar momentos que são normalmente ignorados. As escadas de emergência foram colocadas para o exterior do edifício, o que libera o espaço interior e encoraja os residentes a usarem as escadas como alternativa para a circulação. 

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

Os arquitetos trabalharam junto aos empreendedores, a Integrated Development, para decidir os espaços comuns, que incluem salas de trabalho, um bar no lobby, uma piscina e um lounge recreacional na piscina com um painel de vidro do piso ao teto que oferece vistas do Hollywwod Hills e da skyline de Los Angeles. Esta área foi projetada com conceitos contemporâneos, e conta com um foyer que fortalece o relacionamento entre interior e exterior, permitindo a observação do céu.

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

Desta mesma forma, as unidades foram projetadas para otimizar a luz natural e se relacionar com as vistas vizinhas. Cada apartamento apresenta grandes aberturas com portas de correr e varandas. Ao recuar as varandas da fachada os arquitetos conseguiram três planos para a entrada de luz natural, ampliando a iluminação. Apartamentos com vista para a rua ou para o pátio são protegidas por painéis perfurados que dão privacidade aos moradores. 

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

Zoltan E. Pali, afirma que "o objetivo era ter luz o mais profundamente possível". Ele acrescenta: "Nestes apartamentos nós tentamos implementar detalhes que normalmente faríamos em construções customizadas. Queríamos melhorar o ambiente rígido que normalmente está associado aos edifícios residenciais."

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

A restrição orçamentária atuou na materialidade, fazendo os arquitetos serem mais criativos e buscar soluções não usuais para garantir o nível de detalhe querido. Apesar do primeiro pavimento do edifício ser de concreto, do segundo até o sexto empregou-se wood frame pré fabricadas. Ao escolher esse tipo de estrutura, os arquitetos reduziram os custos e o tempo de construção. 

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

A fachada principal usa uma combinação de metal corrugado e gesso, alternando para criar um padrão dinâmico. Os arquitetos viram uma oportunidade para criar uma composição com o gesso mais suave e o metal mais rugoso, o que no fim, possui um acabamento metálico que reflete a mudança de tons do céu ao longo do dia. Os painéis metálicos foram projetados como um sistema Rain-Sreen, o qual garante uma pele exterior mais respirável e energeticamente eficiente.

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

A distribuição das unidades também acontece no térreo e na cobertura. Ao criar unidades duplex no primeiro pavimento, os espaços se abrem e recebem mais luz e garantem mais privacidade, fazendo das unidades que são normalmente menos cobiçadas, apartamentos mais visados.O térreo também é programado para as pessoas que trabalham em casa e recebem vistas. 

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Line Lofts / SPF:architects" [The Line Lofts / SPF:architects] 11 Jun 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Martino, Giovana) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/896075/line-lofts-spf-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.