O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Restaurante
  4. Japão
  5. KTX archiLAB
  6. 2018
  7. O Limite da Madeira / Matsuya Art Works / KTX archiLAB

O Limite da Madeira / Matsuya Art Works / KTX archiLAB

  • 13:00 - 29 Maio, 2018
  • Traduzido por Giovana Martino
O Limite da Madeira / Matsuya Art Works / KTX archiLAB
O Limite da Madeira  / Matsuya Art Works / KTX archiLAB, Fachada Oeste Image © Stirling Elmendorf
Fachada Oeste Image © Stirling Elmendorf

Fachada SulImage © Stirling Elmendorf Beiral Image © Stirling Elmendorf Vista da Entrada Image © Stirling Elmendorf Vista Geral Image © Stirling Elmendorf + 17

Vista Geral Image © Stirling Elmendorf
Vista Geral Image © Stirling Elmendorf

Descrição enviada pela equipe de projeto. Udon é um prato tradicional da culinária japonesa, bastante popular nos dias de hoje. O restaurante Inami Koro se dedicou a reinventar este prato, sem perder as técnicas tradicionais de preparo. Seu novo restaurante em Miki transmite sua abordagem à arquitetura, a qual expõe uma releitura das tradicionais técnicas de estrutura em madeira.

Vista da Entrada Image © Stirling Elmendorf
Vista da Entrada Image © Stirling Elmendorf

Acredita-se que o udon, prato feito com noodles mais grossos que o normal, foi introduzido no país da Era Heian, do século VIII ao XII, e que a sua simplicidade e seu valor nutricional ajudaram a manter a integridade da receita até os dias de hoje. Paralelo a isso, as técnicas construtivas japonesas evoluíram consideravelmente com o passar dos anos e principalmente no último século, sendo cada vez mais necessário mão de obra especializada para trabalhar na construção civil no país. Em contraposição a essa evolução tecnológica, os restaurantes de udon continuaram com a mesma estética tradicional, com espaços definidos por estruturas em madeira e paredes opacas.   

Planta
Planta

O novo restaurante Inami Koro vai em oposição a esse padrão. Usando as tradicionais estruturas de madeira, o projeto  introduz a transparência, substituindo os painéis de madeira usuais por uma fachada envidraçada. As paredes interiores foram pintadas de branco, promovendo uma atmosfera clara e mais contemporânea.  

Panorama Interno Image © Stirling Elmendorf
Panorama Interno Image © Stirling Elmendorf

Na cobertura optou-se por usar as tradicionais técnicas de construção dos telhados, bastante usuais nas construções habitacionais japonesas, porém invertendo-o no eixo. Como resultado, o teto tem inclinação para o centro, dando espaço para as vigas e outros elementos estruturais.  

Fachada Sul Image © Stirling Elmendorf
Fachada Sul Image © Stirling Elmendorf

A parte interna que olha para a rua é utilizada como comércio para o bairro. A cidade de Miki pretende desenvolver esta área com o nome de Bessho Yume Kaido, e este edifício é visto como o ponto inicial do masterplan. O perímetro simplificado da construção amplifica o telhado e as linhas minimalistas dos pilares de madeira, tudo ajudando a criar um marco na paisagem, visível de todo o entorno. A cobertura é arrematada por aberturas indiretas que criam uma ambiência particular durante as tardes.

Fachada Sul Image © Stirling Elmendorf
Fachada Sul Image © Stirling Elmendorf

O projeto do restaurante Inami Koro mantém as técnicas ancestrais ao mesmo tempo que adiciona elementos contemporâneos, fazendo de uma atividade cotidiana uma experiência única. O comércio somado ao restaurante empreende uma atitude análoga e reutiliza técnicas arquitetônicas convencionais para exibir O Limite da Madeira

Beiral Image © Stirling Elmendorf
Beiral Image © Stirling Elmendorf

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "O Limite da Madeira / Matsuya Art Works / KTX archiLAB" [The Edge of The Wood / Matsuya Art Works / KTX archiLAB] 29 Mai 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Martino, Giovana) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/895137/o-limite-da-madeira-matsuya-art-works-ktx-archilab> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.