O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Austrália
  5. Room11 Architects
  6. 2010
  7. Pequena grande casa / Room11 Architects

Pequena grande casa / Room11 Architects

  • 17:00 - 23 Fevereiro, 2018
  • Traduzido por Vinicius Libardoni
Pequena grande casa / Room11 Architects
Pequena grande casa / Room11 Architects, © Ben Hosking
© Ben Hosking

© Ben Hosking © Ben Hosking © Ben Hosking © Megan Baynes + 15

© Ben Hosking
© Ben Hosking

Descrição enviada pela equipe de projeto. Esta casa está implantada na encosta do monte Wellington, na porção leste da cidade de Hobart, na Tasmânia. A 450 metros acima do nível do mar, em meio a uma paisagem arborizada, a casa tira proveito do clima fresco ao longo do ano e da neve durante o inverno.

© Megan Baynes
© Megan Baynes

A implantação consciente do projeto reverencia seu contexto natural exclusivo.

© Ben Hosking
© Ben Hosking

A casa, em um amplo terreno entre casas e jardins, proporciona uma atmosfera intima e pragmática.

Implantada meticulosamente entre os limites legais e naturais da propriedade, a projeção da casa é deliberadamente pequena. Seus dois pavimentos estão deslocados para melhor adaptar-se à inclinação do terreno.

© Ben Hosking
© Ben Hosking

Aparentemente é apenas uma caixa. Um volume mínimo com duas exceções; um núcleo de serviços e um hall de acesso que se projeta para fora. Paredes, pisos e forros são tratados de forma uniforme, em branco, criando uma atmosfera simples e repleta de luz. Além do acesso, as áreas molhadas da cozinha e do banheiro foram especialmente projetadas para serem mínimas, teatralmente pequenas e com acabamentos em preto, contrastando com o volume branco dos outros espaços.

Planta 00
Planta 00
Planta 01
Planta 01

A casa foi projetada para ser intensamente aconchegante e acolhedora. Devido ao clima fresco, duas estratégias foram essenciais no desenvolvimento do projeto: manter o calor e favorecer a iluminação natural.

As aberturas foram propositalmente posicionadas de modo a criar imensas janelas que se abrem para a paisagem natural e acolhem a luz e a sombra.

© Ben Hosking
© Ben Hosking

A casa foi revestida com peças verticais de madeira não tratada, mantendo a tradição construtiva característica da região sul da Tasmânia. A porta de entrada está recuada da fachada, permanecendo protegida das intempéries, contrastando fatalmente com o restante da fachada castigada pelo tempo. Por trás deste aparente desgaste, cada tábua de madeira é acabada com um pequeno detalhe em "z" feito à mão de modo a garantir a integridade e longevidade da fachada.

Por outro lado, o revestimento de policarbonato das fachadas leste e oeste produzem paredes reflexivas e luminosas que fazem com que a casa pareça simultaneamente leve e contida.

No térreo, as vistas estão limitadas e protegidas pelo limite norte do jardim. As áreas de uso comum estão dispostas ao longo de uma abertura linear que se abre para a paisagem.

© Ben Hosking
© Ben Hosking

As vistas panorâmicas para o sul só são reveladas a partir do mezanino, onde os quartos desfrutam desta encantadora paisagem do hemisfério sul.

A casa tem três aberturas de pé direito duplo que podem ser abertas durante os meses mais quentes do ano, proporcionando uma ampla ventilação natural. Ao longo do inverno, uma lareira pragmática serve para aquecer o ambiente aconchegante da casa.

© Megan Baynes
© Megan Baynes

Uma pequena casa que contém grandes volumes, um edifício sob medida para o clima fresco. Contrapondo muitas das tradições da arquitetura australiana, esta casa é especificamente uma casa da Tasmânia.

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Room11 Architects
Escritório
Cita: "Pequena grande casa / Room11 Architects" [Little Big House / Room11 Architects] 23 Fev 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/889430/pequena-grande-casa-room11-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.