Ben Hosking

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Hotel Tiing / Nic Brunsdon + MANGUNING

© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking+ 43

  • Arquitetos: MANGUNING, Nic Brunsdon
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  2000
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019

Reciclagem de telhas: 15 exemplos de reuso na arquitetura contemporânea

Nave 8 B / Arturo Franco. Image © Carlos Fernández Piñar
Nave 8 B / Arturo Franco. Image © Carlos Fernández Piñar

La Colmena / Luigi Rosselli + Raffaello Rosselli. Image © Ben HoskingCafé KOI / Farming Architects. Image © Nguyen Thai ThachClay Roof House / DRTAN LM Architect. Image © H.Lin HoNave 8 B / Arturo Franco. Image © Carlos Fernández Piñar+ 17

Seja devido à demolição total ou parcial de um edifício, seja para reforma ou adaptação de uma estrutura existente — em busca de sistemas de cobertura mais eficientes —, telhas de barro e cimento são materiais que muito frequentemente acabam virando entulho. Devido ao seu baixo custo de produção, telhas não costumam ser recicladas e reaproveitadas cotidianamente, menos ainda utilizadas para cumprir outra função que não a de cobertura. Felizmente, somando-se a uma crescente conscientização sobre os custos ambientais da produção de materiais para a construção civil, a cada dia mais, arquitetos e arquitetas têm se comprometido a reciclar e reaproveitar resíduos de antigas estruturas obsoletas, estabelecendo uma arquitetura responsável e inovadora. A seguir, elencamos alguns recentes projetos que apresentam soluções alternativas para a reciclagem e reincorporação de telhas na arquitetura contemporânea, seja em paredes, fachadas, elementos de proteção solar, pisos e até mobiliário.

Interiores brutos: 20 projetos com concreto e madeira aparente

O projeto de interiores pode ser profundamente influenciado pelas opções de revestimento, acabamento e mobiliário. Atualmente, muitos arquitetos e profissionais de áreas próximas à arquitetura buscam soluções e materiais inovadores, no entanto, há também uma tendência que busca o calor dos espaços interiores, expondo os materiais em seu estado natural, bruto. Materiais ricos, como madeira e concreto, oferecem durabilidade que, combinada com um projeto que dê atenção aos detalhes, faz com que os espaços transmitam a sensação de calor e autenticidade.

Fôrmas de bambu em projetos de concreto aparente

Casa de los Árboles / Vo Trong Nghia Architects. Image © Hiroyuki Oki
Casa de los Árboles / Vo Trong Nghia Architects. Image © Hiroyuki Oki

Embora o concreto seja um dos sistemas construtivos mais utilizados no mundo todo, seja por sua durabilidade, maleabilidade e/ou resistência às intempéries, não devemos esquecer que a industria do concreto é uma das maiores emissoras de CO2 relacionas à industria da construção civil. Por este motivo, ao longo dos últimos anos, muitos arquitetos e arquitetas passar a experimentar novas possibilidades para tratar de otimizar seu rendimento, apropriando-se de todas as suas vantagens técnicas e buscando resolver alguns de suas desvantagens ambientais. Como resultado disso, alguns projetistas passaram a explorar a possibilidade de substituir as tradicionais fôrmas de madeira por materiais mais sustentáveis como o bambu, uma planta que cresce em abundância em quase todas as partes do mundo e que, com um baixo impacto ambiental, permite obter acabamentos aparentes com texturas de grande qualidade.

Hotel The Tiiing / Nic Brunsdon. Image © Ben Hosking Centro de Observación de Pandas / BIG. Image © Rasmus HjortshojIglesia Semilla / O Studio Architects. Image © Iwan BaanVivienda y Galería Daeyang / Steven Holl Architects. Image © Iwan Baan+ 21

Policarbonato para interiores: 8 exemplos de arquitetura translúcida em ambientes internos

© Federico Villa Studio© Federico Villa Studio© Peter Dixie© Yijie Hu+ 35

Diversificar os materiais de um espaço interno pode melhorar muito sua profundidade e interesse visual. Ao mesmo tempo, adicionar partições ou outras delimitações de espaço interno pode ajudar a organizar o fluxo, a circulação e a visibilidade. O policarbonato, um tipo de termoplástico leve e durável, é um excelente material para tais funções.

Em sua forma bruta, o policarbonato é totalmente transparente, transmitindo luz com quase a mesma eficácia do vidro. Também é mais leve e mais forte do que o vidro e mais resistente do que outros plásticos semelhantes, como acrílico, poliestireno, ABS ou náilon, tornando-o uma boa escolha para projetistas que buscam materiais duráveis, resistentes ao impacto e ao fogo que ainda possam transmitir luz. Como o vidro, é um filtro UV natural e pode ser colorido ou matizado para obter transparência, mas também é valorizado por sua flexibilidade, permitindo que seja moldado em qualquer tamanho ou formato. Por fim, é facilmente reciclável porque se liquefaz em vez de queimar, tornando-o pelo menos mais ecologicamente correto do que outros plásticos termofixos. Por exemplo, o policarbonato reciclado pode reagir quimicamente com o fenol em uma usina de reciclagem para produzir monômeros que podem ser transformados novamente em plástico.

Pavilhão In Absence / Edition Office + Yhonnie Scarce

© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking+ 26

Melbourne, Austrália
  • Arquitetos: Edition Office
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  79
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Scent Australia, Tasmanian Timber, Unonovesette, Woca

Casa Ogimachi / Tomoaki Uno Architects

© Ben Hosking
© Ben Hosking

© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking+ 18

Nagoya, Japão
  • Arquitetos: Tomoaki Uno Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  115
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019

Casa Yomogidai / Tomoaki Uno Architects

© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking+ 15

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  83
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018

Qual iluminação é melhor para banheiros?

Um bom projeto de interiores precisa estar compatível com um projeto de luminotécnica adequado. Ele é responsável por assegurar que a quantidade e a potência das lâmpadas são adequadas aos ambientes dependendo de suas dimensões e de seu uso.

Chameleon Villa / Word of Mouth Architecture. Image © Daniel KohThe Skyscape Rooftop House / WARchitect. Image © Rungkit CharoenwatAll House / Gui Mattos. Image © Carolina LacazHouse on the Hill / MoDusArchitects. Image © Filippo Molena+ 20

Casa Lanterna / Pitch Achitecture + Developments

© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking+ 22

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  91
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Lucci Décor, Polytec, Real Flame, Robertson

Casa Hawthorn / Edition Office

© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking+ 56

Hawthorn, Austrália
  • Arquitetos: Edition Office
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  680
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Archier, Astra Walker, Cheminees Philippe, FRANKE, Feltex, +4

14 Quartos para se apaixonar no dia dos namorados

© Cosmo Laera© Jeanna Berger© Hiroyuki Oki© Corentin Schieb+ 15

Ah, o amor - um dos presentes mais preciosos da vida. Seja erótico ou platônico, o Dia dos Namorados (ou Dia de São Valentim, em alguns países) é a data escolhida para expressar o amor em todas as suas facetas. Sair para jantar, um encontro romântico ou apenas dar a si mesmo(a) um pouco mais daquilo que lhe faz bem - para então seguir para o quarto e ter uma tranquila noite de sono... ou não.

Belos exemplos de quartos podem inspirar romantismo para esse dia especial, assim, apresentamos a seguir 14 quartos para se apaixonar, fotografados por nomes como Emily Hutchinson, Cosmo Laera e Andreja Budjevac.

Casa A / Whispering Smith

© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking+ 35

Perth, Austrália
  • Arquitetos: Whispering Smith
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  110
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Alti Lighting, Ampelite, BORA, Hanson, Lysaght, +1

Casa Skyline / Lachlan Shepherd Architects

© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking+ 31

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  241
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Corian® Design, Adbri, Cheminees Philippe, Colorbond, Wignells

Residência A / Andrew Walter

© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking© Ben Hosking+ 33

Melbourne, Austrália
  • Arquitetos: Andrew Walter
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  240
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016

Policarbonato na arquitetura: 10 soluções translúcidas

Como construir envoltórias leves, com uma confortável luz difusa e alta resistência ao impacto e ao clima?

O policarbonato oferece diversas soluções para o aproveitamento da iluminação natural. Seja em fachadas, espaços internos ou coberturas, os benefícios do policarbonato, como leveza, linhas limpas, painéis coloridos e efeitos de luz, oferecem uma ampla gama de liberdade projetual. A tecnologia de painéis microcelulares reduz a necessidade de luz artificial e favorece a uniformidade na difusão da luz natural, obtendo fachadas com eficiência energética e sensação de espaço e iluminação nos espaços interiores. Confira, a seguir, 10 projetos que utilizaram policarbonato como material de envoltória.

© Ben HoskingPolicarbonato na arquitetura: 10 soluções translúcidasCortesía de DanpalCortesía de Danpal+ 33

Como construir uma fachada com materiais reciclados: 16 exemplos impressionantes

Cortesía de MAPCortesía de Project.DWG + LOOS.FMCortesía de Wang Shu, Amateur Architecture Studio© Quang Tran+ 33

Buscando apoiar os arquitetos a se tornarem agentes ativos na reciclagem sustentável, esta semana apresentamos uma seleção de fachadas que trabalham com diferentes materiais reciclados. Além dos usos típicos de plástico e vidro, reunimos exemplos de materiais inovadores como colchões de molas, recipientes de sorvete, cadeiras de plástico e descartes de produtos agrícolas e industriais.

Para lhe inspirar a projetar e construir uma fachada atraente usando materiais reciclados, compilamos a seguir 16 exemplos notáveis. 

A colmeia / Luigi Rosselli + Raffaello Rosselli

© Ben Hosking© Ben Hosking© Prue Ruscoe© Prue Ruscoe+ 41

  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Bisane tiles, Monier, Rockcote