O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centro De Reabilitação
  4. Reino Unido
  5. dRMM
  6. 2017
  7. Centro Maggie de Oldham / dRMM

Centro Maggie de Oldham / dRMM

  • 17:00 - 7 Fevereiro, 2018
  • Traduzido por Vinicius Libardoni
Centro Maggie de Oldham / dRMM
Centro Maggie de Oldham / dRMM, © Alex de Rijke
© Alex de Rijke

© Alex de Rijke © Tony Barwel © Jasmin Sohi © Alex de Rijke + 39

  • Financiamento

    Stoller Charitable Trust
  • Consultor de madeira

    AHEC
  • Projeto de paisagismo

    dRMM & Rupert Muldoon
  • Engenharia Estrutural

    Booth King
  • Consultor de custos

    Robert Lombardelli Partnership
  • Construtora

    F Parkinson
  • Projetos complementares

    Atelier Ten
  • Estrutura de madeira

    Zublin Timber
  • Fornecedor de madeira

    Middle Tenessee Lumber
  • Execução dos painéis de madeira

    Morgan Timber
  • Marcenaria

    Uncommon Projects
  • Artista

    Inside/Outside
  • Execução do paisagismo

    Hultons
  • Video

    AHEC
  • Cliente

    Maggie's
  • Mais informações Menos informações
© Alex de Rijke
© Alex de Rijke

Maggie's Centres são espaços mantidos por uma instituição filantrópica que oferece suporte fisico e psicológico gratuito para pacientes em tratamento de câncer. Suas impressionantes estruturas arquitetônicas conhecidas como "a arquitetura da esperança", vem se difundido em todo Reino Unido desde 1996, quando o primeiro centro foi inaugurado em Edimburgo. Contando atualmente com  20 grandes centros construídos junto aos principais hospitais para o tratamento do câncer da NHS (Serviço Nacional de Saúde), estes centros são espaços responsáveis por acolher e promover qualidade de vida à seus pacientes. Sua estrutura de suporte tem o objetivo de preparar as pessoas para os desafios da luta contra o câncer e para que possam encontrar a força necessária, que quiçá não saibam que tem, para enfrentar esta difícil batalha.

© Jasmin Sohi
© Jasmin Sohi
Planta - Térreo
Planta - Térreo
© Alex de Rijke
© Alex de Rijke

O projeto para o Centro Maggie de Oldham é tudo isso muito e mais - mais focado em seu conteúdo do que nos aspectos formais do edifício. Uma caixinha de surpresas construída em madeira de maneira simples e sofisticada. Os pilares esbeltos que conformam a sua estrutura, fazem com que o edifício pareça flutuar sobre a exuberante vegetação nativa do jardim. A partir deste oásis central, uma árvore frondosa atravessa o edifício, trazendo a natureza para dentro. No interior os visitantes se deparam com um espaço repleto de luz e vistas inesperadas para o jardim, o qual é coroado pelo céu de Pennine.

© Jasmin Sohi
© Jasmin Sohi
Corte longitudinal
Corte longitudinal
© Jasmin Sohi
© Jasmin Sohi

A ampla utilização de madeira no projeto de Oldham faz parte de uma estratégia institucional do Maggie's que tem o objetivo de transformar o caráter asséptico da arquitetura hospitalar, geralmente configurando ambientes desprovidos de esperança e que por consequência, acabam por desanimar os pacientes. A madeira trás de volta a esperança, a humanidade, a escala humana e o aconchego necessário. O Centro Maggie de Oldham é o primeiro edifício não efêmero completamente construído a partir de madeira laminada colada sustentável de tulipwood, a partir da ampla experiência de pesquisa realizada sobre o material pela dRMM, a AHEC e a Arup. As paredes e a cobertura são visivelmente partes da estrutura integral do edifício, conformando ainda o requintado acabamento interior em madeira natural. O projeto dos painéis de madeira CLT de tulipwood foram cuidadosamente detalhados para cumprirem com sua função estrutural e ao mesmo tempo, ser o próprio acabamento - é perfeito, a estrutura como acabamento se parece mais com um móvel do que um tradicional material de construção. As peças que compõem o forro foram reutilizadas a partir das sobras de madeira do processo de fabricação dos painéis CLT, garantindo um desperdício quase zero.

© Alex de Rijke
© Alex de Rijke

Procuramos utilizar a madeira em todos os elementos do edifício. Considerando que os pacientes submetidos a quimioterapia muitas vezes sentem dor ao tocar objetos frios, também substituímos as maçanetas metálicas por outras de carvalho. O isolamento térmico de fibra de madeira garante que o edifício respire gerando um ambiente saudável, enquanto que as grandes aberturas são emolduradas por estruturas de carvalho branco americano. Externamente, o prédio é revestido por painéis de tulipwood termicamente tratados.

© Alex de Rijke
© Alex de Rijke

O Centro Maggie de Oldham é um manifesto da arquitetura para à saúde e para o bem estar, completamente construído em madeira. Sua execução só foi possível devido à enorme generosidade do Stoller Charitable Trust, o qual foi o principal responsável pelo financiamento da construção do Centro.

© Jasmin Sohi
© Jasmin Sohi

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Centro Maggie de Oldham / dRMM" [Maggie’s Oldham / dRMM] 07 Fev 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/888425/centro-maggie-de-oldham-drmm> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.