O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Suécia
  5. Andreas Martin-Löf Arkitekter
  6. 2015
  7. Residência Aspvik / Andreas Martin-Löf Arkitekter

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Residência Aspvik / Andreas Martin-Löf Arkitekter

  • 13:00 - 10 Dezembro, 2017
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Residência Aspvik / Andreas Martin-Löf Arkitekter
Residência Aspvik / Andreas Martin-Löf Arkitekter, © Åke E:son Lindman
© Åke E:son Lindman

© Åke E:son Lindman © Åke E:son Lindman © Åke E:son Lindman © Åke E:son Lindman + 20

  • Colaboradores

    Retsloff Snickeri, Bröderna Nordquist, JE:s Svets & Smide,
Kåver & Mellin, Metab
  • Construtora

    Upp till Nock
  • Estilo

    Desenhado por Lotta Agaton para Residence Magazine
  • Mais informações Menos informações
© Åke E:son Lindman
© Åke E:son Lindman

Descrição enviada pela equipe de projeto. Uma pequena residência situada em uma inclinada ladeira com vistas para o arquipélago de Estocolmo é o novo refúgio campestre para o arquiteto Andreas Martin-Löf. Situada em ASPVIK sobre Torsbyfjärden, a propriedade está com a família desde o início de 1950. As edificações, originalmente de estilo chinês, foram construídas em 1917 e em 1960 um pavimento foi agregado como extensão. 

© Åke E:son Lindman
© Åke E:son Lindman

As primeiras etapas de desenho giraram em torno da busca por uma solução que se encaixasse no inclinado terreno e que incluísse todas as funções necessárias para um retiro, durante todo o ano, no clima escandinavo. O acesso limitado ao terreno foi uma importante limitação e a construção de uma inclinada rodovia de pedra brita, aproximando-se da casa desde abaixo, foi uma necessidade inicial.

Planta - primeiro pavimento
Planta - primeiro pavimento

Além disso, o difícil acesso significou que cada componente fosse suficientemente pequeno para ser transportado manualmente. Os elementos construtivos, incluindo as janelas e portas feitas à mão, a esquadria de aço e os revestimentos de madeira compensada foram preparados em oficinas próximas e montados no lugar. A única exceção foi o concreto dos muros de contenção e da base que foi bombeado desde uma rodovia próxima. Vista desde a parte superior da colina, a nova casa aparece como uma pequena dependência inserida entre os pinheiros. Entretanto, a inclinação do terreno permite uma residência de duas plantas sem que domine a natureza circundante ou as vistas panorâmicas. 

© Åke E:son Lindman
© Åke E:son Lindman

A casa consiste em uma construção de madeira e aço leve, descansando sobre a base de concreto com muros exteriores a um ângulo de 5 graus, com reminiscências das fundações dos pagodes tradicionais e uma sutil referência a torre de vigilância. A fachada de vidro e madeira compensada pintada de negro é unida diretamente à estrutura. Os muros de contenção de concreto em ângulo cortam o nível mais baixo, permitindo uma piscina com borda infinita voltada para o oeste e para um terraço ao leste, pela manhã. Esse terraço, por sua vez, envolve a residência, transportando o visitante para as copas das árvores circundantes. 

Planta - térreo
Planta - térreo

A estética geral é simples e minimalista, mas intrincadamente detalhada. A residência interpreta a expansão dos anos 60 por meio de vidros sob medida e a forma retilínea, utilizando elementos como a suave cobertura de duas águas e o detalhe de aço da primeira construção. 

© Åke E:son Lindman
© Åke E:son Lindman

O térreo inclui um hall de entrada, dormitório, banheiro e uma sauna escondida em uma gruta no terreno rochoso. Uma escada conduz à única grande sala no pavimento superior, que contem as áreas da cozinha, sala de jantar e estar. Uma estante feita sob medida se ajusta a rede estrutural e atua como um espaço de armazenamento e uma separação entre a escada e a sala de jantar. 

Corte
Corte

Os materiais são primários e relativamente simples, com uma gama de cores para as paredes de madeira compensada, mármore "nero marquina" e detalhes em aço polido. Uma combinação de eletrodomésticos de luxo e produtos básicos de estantes criam uma interessante variação em toda a casa. Imersa na clássica paisagem do arquipélago sueco, a residência isola os visitantes do diário estresse da cidade e os expõem a natureza virgem do seu entorno. 

© Åke E:son Lindman
© Åke E:son Lindman

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Andreas Martin-Löf Arkitekter
Escritório
Cita: "Residência Aspvik / Andreas Martin-Löf Arkitekter" [Aspvik House / Andreas Martin-Löf Arkitekter] 10 Dez 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/884964/residencia-aspvik-andreas-martin-lof-arkitekter> ISSN 0719-8906