O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Sala De Aula
  4. Jordânia
  5. Emergency Architecture & Human Rights
  6. 2017
  7. 100 Salas de Aula para Crianças Refugiadas / Emergency Architecture & Human Rights

100 Salas de Aula para Crianças Refugiadas / Emergency Architecture & Human Rights

  • 09:00 - 5 Outubro, 2017
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
100 Salas de Aula para Crianças Refugiadas / Emergency Architecture & Human Rights
100 Salas de Aula para Crianças Refugiadas / Emergency Architecture & Human Rights, © Martina Rubino
© Martina Rubino

© Martina Rubino © Martina Rubino © Martina Rubino © Martina Rubino + 16

© Martina Rubino
© Martina Rubino

Descrição enviada pela equipe de projeto. A guerra civil síria desalojou milhões de pessoas, a maioria delas são crianças, a maioria delas não recebe educação por falta de escolas.

© Martina Rubino
© Martina Rubino

Emergency Architecture & Human Rights estão construindo escolas com sacos de areia para abrigar crianças sírias e jordanianas na aldeia de Za'atari, localizada fora do campo de refugiados a 10 km da fronteira da Síria. A grande maioria das pessoas que foram deslocadas da Síria estão agora vivendo informalmente dentro da comunidade de acolhimento, portanto, muitas vezes encontram-se sem acesso a segurança social, saneamento e instalações educacionais.

Fachadas, cortes e plantas
Fachadas, cortes e plantas

A aldeia de Za'atari atualmente abriga 15 mil sírios e 13 mil jordanianos. A EAHR, em colaboração com a comunidade e uma ONG local, Acting for Change da Jordânia, implementou uma extensão para a escola existente, a fim de aumentar o número de alunos: a escola será usada pelas crianças durante a manhã e por adultos durante a tarde, que usarão o espaço para adquirir habilidades de leitura e escrita.

© Martina Rubino
© Martina Rubino

A sala de aula foi construída com a técnica de super-adobe. A construção é inspirada na Grande Mesquita de Djenné, arquitetura tradicional com terra das casas colmeia de Mali e construções vernáculas da Síria originárias de Aleppo e Homs, de onde provêm muitos dos refugiados.

© Martina Rubino
© Martina Rubino

Devido à escolha limitada de métodos e materiais de construção, e ao ambiente severo caracterizado por verões quentes e invernos frios, o estilo de colmeia é uma solução viável para uma construção escolar. Este tipo de técnica não requer reforços de alta resistência à tração e pode ser construída rapidamente com mão-de-obra não qualificada, com melhor desempenho do que tendas, blocos de cimento e chapas onduladas em termos de isolamento térmico. Em comparação com uma estrutura de bloco de cimento de dimensões similares, os custos de construção são reduzidos pela metade.

© Martina Rubino
© Martina Rubino
© Martina Rubino
© Martina Rubino

Durante a construção, a EAHR treinou trabalhadores locais em métodos de construção de super-adobe, que também podem aumentar os meios de subsistência e fortalecer a resiliência da comunidade local. Este método pode permitir que essas habilidades sejam reincorporadas para construir edifícios mais sustentáveis, de baixo custo e de eficiência energética dentro dos assentamentos informais circundantes e durante a futura reconstrução da Síria.

© Martina Rubino
© Martina Rubino

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "100 Salas de Aula para Crianças Refugiadas / Emergency Architecture & Human Rights" [100 Classrooms for Refugee Children / Emergency Architecture & Human Rights] 05 Out 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/880954/100-salas-de-aula-para-criancas-refugiadas-emergency-architecture-and-human-rights> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.