O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Educacional
  4. França
  5. OMA
  6. 2017
  7. Lab City CentraleSupélec / OMA

Lab City CentraleSupélec / OMA

Lab City CentraleSupélec / OMA
Lab City CentraleSupélec / OMA, Fotografia por Philippe Ruault, Cortesia de OMA
Fotografia por Philippe Ruault, Cortesia de OMA

Fotografia por Philippe Ruault, Cortesia de OMA Fotografia por Vitor Oliveira, Cortesia de OMA Fotografia por Philippe Ruault, Cortesia de OMA Fotografia por Vitor Oliveira, Cortesia de OMA + 35

  • Arquitetos

    OMA
  • Localização

    Plateau de Saclay, Gif Sur Yvette, França
  • Arquitetos Responsáveis

    Ellen Van Loon, Rem Koolhaas
  • Área

    48700.0 m2
  • Ano do projeto

    2017
  • Fotografias

  • Equipe do Concurso

    Fred Awty, Felicity Barbur, Clément Blanchet, Eugenio Cardoso, Alicia Casals, Phil Handley, Helena Hiriart, Li Huang, Didzis Jaunzems, Sangwoo Kim, Pierre-Jean Le Maitre, Maria Aller Rey, Ida Stople
  • Desenvolvimento do Projeto

    Clément Blanchet, Edouard Pervès, Saskia Simon (Arquiteto do Projeto); Pedro Pitarch, Alonso Anton, Anikeev Tolis Apostolidis, Gabriella Bandeira, Lourdes Carretero Botran, Jonathan Bourhis, Matthieu Boustany, Paloma Bule, Eugenio Cardoso, Alban Denic, Gilles Guyot, Christopher Hayman, Aleksandar Joksimovic, Cristina Martin de Juan, Min Hong, Khor Sangwoo, Kim Lina Kwon, Pierre-Jean Le Maitre, Elida Mosquera Martinez, Ioana Mititelu, Edmondo Occhipinti, John Paul Pacelli, Marcus Parviainen, Maria Aller Rey, Ana Rubin, Kristin Schaefer, Jad Semaan, Timur Shabaev, Saul Smeding, Lingxiao Zhang
  • Construção

    Edouard Pervès (Arquiteto do Projeto); Mauro Altana (Coordenador da Obra); Joanna Fregnac, Glaucia Hanne, Cristina Martin de Juan, Iris Maass, Pierre-Jean Le Maitre, Vitor Oliveira, Saskia Simon
  • Apoio Arquitetônico

    Clément Blanchet Architecture
  • Paisagismo

    D'Ici Là
  • Engenheiro

    Bollinger+Grohmann, ALTO Ingénierie, DHV
  • Consultores

    APEX Brian Cody, DAL, DUCKS, Cuisine et Concept, Polygraphik
  • Maquetes

    Vincent de Rijk
  • Imagens

    Artefactory
  • Mais informações Menos informações
Fotografia por Philippe Ruault, Cortesia de OMA
Fotografia por Philippe Ruault, Cortesia de OMA

Descrição enviada pela equipe de projeto. Em uma era de privatização, as cidades estão enfrentando um grande desafio: o investimento no domínio público depende cada vez mais do setor privado. Como resultado desse remodelamento do acordo coletivo, o papel da arquitetura é muitas vezes reduzido ao impacto visual de sua forma e superfície ao invés de contribuir para uma nova dimensão educacional, social e cívica. O concurso lançado pela Ecole Centrale Paris para o projeto de uma nova escola de engenharia tornou-se a oportunidade perfeita para explorar formas de responder a esse desafio.

© OMA. Conceito
© OMA. Conceito
© OMA. Implantação
© OMA. Implantação
Fotografia por Frans Parthesius, Cortesia de OMA
Fotografia por Frans Parthesius, Cortesia de OMA

Os laboratórios são tipicamente planejados como edifícios lineares, uma grande caixa dividida por corredores infinitos. Essa tipologia cria um "apagão" das condições urbanas; O edifício torna-se um muro gigantes devido aos seus programas extremamente isolados e internalizados. Em vez disso, podemos imaginar laboratórios como uma coleção de parcelas discretas em uma grade de planta aberta; desta forma, uma cidade pode Acomodar configurações infinitas de programas e atividades. Este método fornece uma estrutura estável para requisitos em constante mudança; O programa pode ser reconfigurado ou intensificado conforme necessário.

Fotografia por Vitor Oliveira, Cortesia de OMA
Fotografia por Vitor Oliveira, Cortesia de OMA
Fotografia por Vitor Oliveira, Cortesia de OMA
Fotografia por Vitor Oliveira, Cortesia de OMA

Esta re-contextualização implica a liberdade de formular novos tipos de estilos de aprendizagem que promovam a comunidade, a pluralidade e a diversidade da população dentro de um denso campo de conhecimento, assegurando ao mesmo tempo a operação pura da escola de engenharia como incubadora educacional. O projeto de OMA integra o urbanismo com a escola, suplantando a experiência homogênea anterior do campus.

Fotografia por Philippe Ruault, Cortesia de OMA
Fotografia por Philippe Ruault, Cortesia de OMA
© OMA. Planta Baixa - Térreo
© OMA. Planta Baixa - Térreo
Fotografia por Philippe Ruault, Cortesia de OMA
Fotografia por Philippe Ruault, Cortesia de OMA

Assim, o conceito de Lab City foi formado. A arquitetura da Lab City gera uma escola urbana aberta, com desordem criativa enquadrada sob um esqueleto estrutural. Ao criar uma rua principal, cortando diagonalmente em toda a cidade do laboratório, o projeto permite uma experiência perfeita entre o edifício e seus arredores, proporcionando uma rota pública conveniente entre o futuro coração do bairro e a futura estação de metrô. Em torno desta espinha urbana, o programa é espalhado em diferentes edifícios de várias tipologias e tamanhos, organizados em uma grade urbana servida por ruas secundárias. Uma cobertura única e leve que cobre todo o complexo completa o projeto, criando um forte vínculo entre os diferentes edifícios, permitindo que os espaços protegidos "externos" sejam usados livremente durante todo o ano.

Fotografia por Frans Parthesius, Cortesia de OMA
Fotografia por Frans Parthesius, Cortesia de OMA

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
OMA
Escritório
Cita: "Lab City CentraleSupélec / OMA" [Lab City CentraleSupélec / OMA] 31 Ago 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/878838/lab-city-centralesupelec-oma> ISSN 0719-8906