Beirut Terraces / Herzog & de Meuron

Beirut Terraces / Herzog & de Meuron

© Iwan Baan            © Iwan Baan            © Iwan Baan            © Iwan Baan            + 9

Beirute, Líbano
Beirute, Líbano
© Iwan Baan
© Iwan Baan

Local

A cidade de Beirute está no coração do Oriente Médio e sempre foi uma cidade cosmopolita, é um ponto focal da região, uma ligação cultural e geográfica entre a Europa e o Oriente Médio. A história de Beirute dificilmente poderia ser mais diversificada. Vestígios de fenícios, romanos, mamelucos, otomanos e coloniais moldaram a cidade e seus edifícios. O projeto Beirut Terraces foi literalmente influenciado pelas camadas da rica e tumultuada história da cidade.

É uma história também marcada por traços inescapáveis de um presente agitado. Para as gerações vindouras, o povo de Beirute se lembrará do assassinato em 2005 do primeiro-ministro Rafik Hariri, quando um carro-bomba explodiu em frente ao Hotel St. Georges. A devastação resultante é ainda visível como um lembrete diário. Apesar de uma história marcada, há uma visão clara para reabilitar a área, com uma operação urbana em curso que visa reconstruir e revitalizar esta parte da cidade. O terreno do projeto está na parte dedicada a escritórios e edifícios residenciais de arranha-céus desta operação, nas imediações de uma nova marina de iates.

© Iwan Baan
© Iwan Baan

Arquitetura

A estrutura e a aparência do edifício proposto são conformadas com uma consciência e respeito pelo passado da cidade, bem como a auto-confiança e otimismo da Beirute contemporânea. Cinco princípios definem o projeto: camadas e terraços, interior e exterior, vegetação, vistas e privacidade, luz e identidade. O resultado é um edifício em camadas verticais: lajes de tamanhos variados permitem a interação entre abertura e privacidade, promovendo uma vida flexível entre interior e exterior. Detalhamento fino e foco na orquestração concertada de materiais de qualidade produzem uma estrutura que é eficiente e luxuosa. A engenharia ambiental e o uso específico da vegetação melhoram ainda mais a sustentabilidade e a qualidade de vida dentro do edifício.

© Iwan Baan
© Iwan Baan

Camadas e terraços

O edifício é possui 119 metros de altura. A estrutura estratificada se distingue pela projeção ou por volta das áreas vivas que geram terraços e saliências, luz e sombra, locais de abrigo e exposição. Como resultado, cada unidade é única e as variações no layout dos apartamentos em cada camada formam uma nova vizinhança.

© Iwan Baan
© Iwan Baan

Iluminação e identidade

As proeminências extensivas fornecem proteção e reduzem o ganho solar. As lajes de cada pavimento sobressaem em torno de toda a sua circunferência por um mínimo de 60 centímetros, facilitando a construção e manutenção das extensas fachadas. As placas de piso são suficientemente grossas para equilibrar os ciclos diários de temperatura em virtude da sua massa térmica, armazenando frio durante a noite e liberando-o durante o dia. Tais estratégias passivas tornam o edifício um lugar verdadeiramente sustentável para viver. Quando necessário, perfurações nos beirais modulam a iluminação e a exposição ao sol. Sua densidade, forma e sombras geram um padrão marcante que dá à torre uma identidade distintiva e a destaca de seus arredores.

© Iwan Baan
© Iwan Baan

Estrutura

Para garantir uma diferenciação suficiente do volume do edifício e manter uma relação de construção razoável, a torre é feita de cinco pavimentos modulares, repetidos em combinações diferentes. A estrutura é transportada pelo núcleo e uma malha regular que se estende até 14,7 metros. Como resultado, as paredes dos apartamentos não são estruturais e seu arranjo é aberto a flexibilidade futura. 

© Iwan Baan
© Iwan Baan

Apartamentos

A mistura de apartamentos de diferentes tamanhos e tipos, estão distribuídos por todo o edifício, oferecendo uma variedade de condições para atender as necessidades de cada inquilino e fornecer a cada nível uma identidade única. Os apartamentos geralmente consistem de três áreas: uma área de recepção pública, um espaço privado e uma área de serviço. O hall de entrada e sala de estar na área de recepção incluem áreas para assentos e jantar com acesso a um terraço espaçoso. O espaço privado apresenta uma sala de estar, dormitórios e banheiros, e muitas vezes também inclui acesso a um terraço. A área de serviço inclui uma cozinha com depósito e lavanderia anexados, e um quarto de empregada com banheiro. Todos os espaços principais, como salas de estar e quartos, possuem um pé-direito de 3,31 metros.

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Beirute, Líbano

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Beirut Terraces / Herzog & de Meuron" [Beirut Terraces / Herzog & de Meuron] 25 Mai 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/872136/beirut-terraces-herzog-and-de-meuron> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.