O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Instalação
  4. China
  5. C.DD
  6. Hui | A Origem de Tudo / C.DD

Hui | A Origem de Tudo / C.DD

  • 12:00 - 15 Abril, 2017
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Hui | A Origem de Tudo / C.DD
Hui | A Origem de Tudo / C.DD, © OUYANG Yun
© OUYANG Yun

© OUYANG Yun © OUYANG Yun © OUYANG Yun © OUYANG Yun + 18

  • Arquitetos

  • Localização

    Foshan, Guangdong, China
  • Arquitetos Principais

    HE Xiao-Ping, LI Xing-Lin
  • Equipe de Projeto

    YU Guo-Neng, LIANG Yi-Hui, LV Zhuo-Ming, CAI Tie-Lei
  • Área

    9.0 m2
  • Fotografias

© OUYANG Yun
© OUYANG Yun

Descrição enviada pela equipe de projeto. Esta é uma instalação arquitetônica cúbica de 3 x 3 x 3m. É um espaço pequeno, entretanto, materializa o grande afeto e o pensamento dos arquitetos para sua cidade natal, Foshan. O conceito central do desenho poderia ser resumido em uma frase "Origem de tudo".

© OUYANG Yun
© OUYANG Yun

Na verdade, esta instalação arquitetônica é uma exposição que representa a Foshan, desenhada pelos seus mentores quando foram convidados pelo movimento 'Expressões da Cidade' durante a semana de design de Guangzhou. Devido às limitações impostas pelos organizadores em relação ao tamanho do trabalho a ser exposto, os designers escolheram um cubo que possui o maior volume como portador de uma instalação arquitetônica para expressar o grande tema "cidade". O uso do cubo permite aos desenhadores apresentar uma viagem de volta a "Foshan" e suas mentes originais ao redor do conceito central de "Origem de tudo".

© OUYANG Yun
© OUYANG Yun
Conceito
Conceito
© OUYANG Yun
© OUYANG Yun

Para a estrutura, foi utilizado bambu a fim de formar um espaço retangular menor ao redor do centro geométrico do cubo. Deste modo, se constrói um caminho unidirecional que permite a passagem de uma só pessoa ao longo das quatro fachadas laterais do cubo. Este é o caminho para o percusso. Entretanto, quando se percebe a secção transversal de todo o espaço desde acima, os dois quadrados criados pelas paredes de bambu e a parede exterior formam juntos o caractere chinês "Hui", que simboliza "voltar a origem".

© OUYANG Yun
© OUYANG Yun
Planta
Planta
© OUYANG Yun
© OUYANG Yun

O processo de "Hui" começa antes dos visitantes entrarem na instalação arquitetônica. Eles podem entrar neste espaço sozinhos através de uma estreita entrada, caminhar lentamente e rodear o espaço com música ao fundo como um ritual. Enquanto se vê através dos espaços entre os bambus, é possível perceber o leão chinês do sul semi-acabado e o tambor de couro chinês colocado no centro; é como uma viagem do exterior ao interior, do seu eu interior ao ambiente. A nível espacial, esta viagem, desde o entorno externo, da placa de aço da fachada até o bambu da parede interior e logo aos protótipos tradicionais que envolvem o bambu, permite aos visitantes experimentar o processo do moderno ao antigo, do novo ao velho, oferecendo aos visitantes a clareza desde um ângulo diferente.

© OUYANG Yun
© OUYANG Yun

Para os criadores, "Origem" significa Foshan, ou seja, original. O leão chinês do sul colocado no centro direito do espaço origina do distrito de Xiqiao, condado de Nanhai, Foshan. Desta forma, representa parte da cultura tradicional da cidade e a raiz dos arquitetos também. As batidas de tambor são necessárias quando se realiza uma dança do leão, por isso um protótipo primitivo de tambor de couro é colocado abaixo do corpo branco do leão chinês do sul que aparece como um conjunto. O que vale a pena mencionar é que os designers escolheram o leão chinês do sul semi-acabado em vez do leão chinês completo com olhos porque aproveitam a permeabilidade da luz no corpo branco. É possível tornar mais rica a imagem do leão chinês do sul ao colocar luzes intermitentes dentro do corpo, enquanto as batidas do tambor conduzem as emoções e ações da dança do leão, a música de fundo neste espaço coincide com as luzes coloridas que piscam. Assim, os visitantes veem o leão em vermelho ou em verde de vez em quando, e as cores expressam diferentes emoções. 

© OUYANG Yun
© OUYANG Yun

A imagem que representa Foshan também aparece na fachada - os designers juntam os mapas da cidade e do condado de Nanhai e as palavras "Foshan" na parede da placa de aço com pequenos orifícios. Funcionalmente, ela reforça a ventilação do espaço e confere aos visitantes uma melhor sensação; por outro lado, estes pequenos orifícios trazem luz ao espaço - além disso, somente a cobertura retangular que está dividida por bambus poderia proporcionar luz natural para o espaço. Desde o aspecto da concepção artística, considerando que os espelhos são utilizados tanto na cobertura quanto no piso do corredor, quando a luz solar entra no espaço através deles, sob o reflexo do espaço, tudo se torna mais misterioso, fantástico e dinâmico. Esta é concepção artística mudará segundo a posição em que se coloca a instalação - quando o ângulo do sol muda, o quadro criado pela luz através dos orifícios mudará também. 

© OUYANG Yun
© OUYANG Yun

Todo o processo de desenho é mais como um processo de re-aprendizagem e compreensão da cultura tradicional da sua cidade natal, dizem os designers. Porém, devido a limitação de espaço, o que poderia ser expressado é limitado também. O que esperam é que através desta expressão de desenho, mais e mais pessoas possam prestar atenção em Foshan e tentar entender a cidade. Desde o nível superior, os designers esperam que cada visitante possa ser inspirado pela instalação arquitetônica a prestar mais atenção na cultura tradicional da sua cidade natal e no seu interior, sem importar-se de onde vêm e onde estão. 

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Hui | A Origem de Tudo / C.DD" [Hui | Origin of Everything / C.DD] 15 Abr 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/867506/hui-a-origem-de-tudo-cdd> ISSN 0719-8906