O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Apartamentos
  4. Argentina
  5. Estudio BaBo
  6. 2015
  7. Edifício ZLA / Estudio BaBO

Edifício ZLA / Estudio BaBO

  • 21:00 - 9 Março, 2017
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Edifício ZLA / Estudio BaBO
Edifício ZLA / Estudio BaBO, © Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

© Javier Agustín Rojas © Javier Agustín Rojas © Javier Agustín Rojas © Javier Agustín Rojas + 19

  • Arquitetos

  • Localização

    Buenos Aires, Argentina
  • Equipe de Projeto

    Francisco Kocourek, Francesc Planas Penadés, Marit Haugen Stabell
  • Área

    811.0 m2
  • Ano do Projeto

    2015
  • Fotografias

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

Descrição enviada pela equipe de projeto. A encomenda aborda o projeto e a construção de um edifício entre empenas, com oito apartamentos, no bairro de Colegiales, na cidade de Buenos Aires, Argentina. O lote apresenta o código R2B1 e está em uma área caracterizada pela baixa densidade do seu tecido residencial e seu forte caráter vicinal.

Axonométrica
Axonométrica

A fim de respeitar o perfil urbano do contexto imediado e conferir espaço para o crescimento de uma árvore de grande porte, já existente situada na calçada, recua-se a fachada principal dois metros criando, desta forma, um átrio de acesso privado, desde o qual se acessa o conjunto. Para deixar a planta livre para o hall de acesso, os espaços comuns e o estacionamento, a área destinada as moradias se eleva e, a partir do primeiro pavimento, o edifício se estrutura em dois blocos separados por um pátio central. Na lateral deste espaço exterior (pátio) estão as circulações tanto verticais (elevador e escada) como as horizontais comuns com um passarela suspensa sobre o mesmo pátio. 

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

As dimensões do pátio central garantem a correta iluminação das unidades e, ao mesmo tempo, proporcionam a privacidade necessária entre elas. É nesta articulação do vazio que a releitura do código urbano permite recursos interessantes a nível espacial: propõe-se galerias laterais nos apartamentos ao invés de varandas na parte frontal. Isso permite alargar os espaços e criar uma nova fachada de carpintaria (terceira fachada interior) que garante uma ótima iluminação e amplia, visual e espacialmente,  a área de estar-jantar. Também remete, a nível tipológico, aos pátios laterais contra a empena existente e as "casas-chorizo", constantemente presentes no bairro. 

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas
Plantas
Plantas
© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

Esgotando a capacidade construtiva gerada pelas normas urbanas, o edifício consta de 8 apartamentos que se distribuem como semi-pavimentos separados pela tipologia nos dois volumes principais, um voltando para a frente que contém quatro apartamentos de dois ambientes e outro voltado ao outro lado, com quatro apartamentos de três ambientes. 

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

Todas as moradias se articulam da mesma maneira: um setor compartimentado de dormitórios e banheiros, um espaço aberto com estar/jantar e cozinha e, finalmente, um setor lateral de terraços próprios que funciona como a expansão semi-coberta exterior das áreas de estar. Esta expansão gera uma maior amplidão visual, aumentando a superfície envidraçada dos apartamentos e melhorando a insolação. 

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Estudio BaBo
Escritório
Cita: "Edifício ZLA / Estudio BaBO" [Edificio ZLA / Estudio BaBO] 09 Mar 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/806850/edificio-zla-estudio-babo> ISSN 0719-8906