O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Edifícios Institucionais
  4. Uruguai
  5. BVO ARQ
  6. 2015
  7. Edifício Corporativo Grupo Santander Montevidéu / BVO ARQ

Edifício Corporativo Grupo Santander Montevidéu / BVO ARQ

  • 21:00 - 4 Novembro, 2016
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Edifício Corporativo Grupo Santander Montevidéu / BVO ARQ
Edifício Corporativo Grupo Santander Montevidéu / BVO ARQ, © Marcos Guiponi
© Marcos Guiponi

© Marcos Guiponi © Marcos Guiponi © Marcos Guiponi © Marcos Guiponi + 23

  • Arquitetos

  • Localização

    Parque Batlle, 11600 Montevidéu, Departamento de Montevidéu, Uruguai
  • Área

    1070.0 m2
  • Ano do projeto

    2015
  • Fotografias

  • Arquitetos

    Martín Boga e Gustavo Vera Ocampo
  • Colaboradores

    Julia Pereda, César Reisch e Carla Ribas, arquitetos
  • Estrutura

    Eng. Marella & Pedoja
  • Instalações Sanitárias

    Alejandro Curcio
  • Iluminação

    Soledad Suanes
  • Instalações Elétricas

    Nytro S.A.
  • Acondicionamento Térmico

    Dobarro & Pichel
  • Construtora

    Alpha Construcciones (Gonzalo Simeone e Juan Tiscornia, arquitetos)
  • Mais informações Menos informações
© Marcos Guiponi
© Marcos Guiponi

Descrição enviada pela equipe de projeto. O deslocamento do centro urbano de Montevidéu e sua reconfiguração em novas centralidades começou a se manifestar no último quarto do século XX, e se converteu em uma realidade provavelmente irreversível na última década. Cada vez mais afastado de um equilíbrio social-urbano, além de não conservar a hierarquia da centralidade original, o processo acabou degradando-a.

© Marcos Guiponi
© Marcos Guiponi

Neste contexto, não é estranha a multiplicidade de programas que foram abandonando a cidade do século XIX ou estabelecendo-se radialmente em relação ao traçado original.

Planta - Térreo
Planta - Térreo

As novas possibilidades tecnológicas tiveram um papel determinante na sua materialização ao modificar os modos de trabalho, as dependências físicas e as necessidades de vinculação ou proximidades. Programas administrativos, financeiros, comerciais e inclusive governamentais (descentralização municipal), assumiram estas mudanças que se dispersaram na trama menos densa, sem significar crescimento.

© Marcos Guiponi
© Marcos Guiponi

Neste caso, uma empresa que funcionava no centro da cidade nova, segundo o traçado do século XIX, decide deslocar-se para a área patrimonial do Parque Battle, um espaço central de morfologia quase suburbana. O novo edifício está localizado em uma esquina sobre a atual Av. Dr. Francisco Soca a alguns metros do parque.

Corte/Fachada
Corte/Fachada

O entorno se caracteriza por um conjunto consolidado de moradias de dois e três pavimentos de singular valor urbanístico e com amplos jardins, que mistura as cores cálidas das telhas e tijolos, com o verde da exuberante variedade florestal do Parque Batlle. Este parque foi criado no começo do século XX, a partir de desenhos de Carlos Thays, no limite exterior da nova cidade como pulmão urbano e continuação da sua avenida principal.

© Marcos Guiponi
© Marcos Guiponi

O edifício é um volume simples, que se desenvolve em três níveis e é acessado por um generoso espaço coberto na esquina. Uma folie no parque, uma envolvente urbana multicolorida que cumpre funcional e tecnologicamente com um programa tipológico atual, desejando não alterar semanticamente as características do lugar. 

O edifício singular - como um pavilhão - que por cima de sua iconicidade, procura camuflar-se a partir da interação destas paletas de cores que definem hoje a área patrimonial do Parque Batlle e acentua sua horizontalidade. 

© Marcos Guiponi
© Marcos Guiponi

Foi desenhada uma parede de alumínio que, graduando sua permeabilidade, controla a insolação e permite um comportamento eficientemente energético. Para isso, foram incorporadas proteções para mais de mil termo-painéis desenhados na fachada. Foram definidos dez tipos de vidros, um sistema flexível que permite soluções diversas em função de orientações, cores, serigrafado. Os termo-painéis transparentes, por sua vez, possuem venezianas para controlar luminosidade direta interior. 

© Marcos Guiponi
© Marcos Guiponi

A estrutura de concreto aparente, levemente afastada da fachada, permite a todo o momento, perceber a fluidez do espaço paralelo à envolvente e a continuidade de cada local como parte do volume multicolor que se faz explícito nos pilares e vigas de altura tripla.

Esta envolvente cria uma imagem muito caraterizada tanto do bairro como do seu interior, conferindo a sensação de pertencimento, identificando cada espaço com o objeto como um todo.

Plantas
Plantas

As duas paletas cromáticas se misturam nas vistas para o exterior e interior do edifício. O edifício - pavilhão foi desenhado como um todo; que admite ser visto desde o parque e desde seu interior. 

Quanto a construção, a simplicidade da estrutura e o estudo detalhado de cada parte permitiram cumprir pontualmente com os estritos prazos do cliente. A execução se desenvolveu sem imprevistos em onze meses sem acarretar em custos adicionais.

© Marcos Guiponi
© Marcos Guiponi

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Edifício Corporativo Grupo Santander Montevidéu / BVO ARQ" [Grupo Santander Montevideo Headquarters / BVO ARQ] 04 Nov 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/798464/edificio-corporativo-grupo-santander-montevideu-bvo-arq> ISSN 0719-8906