O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Austrália
  5. MO-DO
  6. 2015
  7. Residência Tunnel / MO-DO

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Residência Tunnel / MO-DO

Residência Tunnel / MO-DO
Residência Tunnel / MO-DO, © Peter Bennetts
© Peter Bennetts

© Peter Bennetts © Peter Bennetts © Peter Bennetts © Peter Bennetts + 28

© Peter Bennetts
© Peter Bennetts

Descrição enviada pela equipe de projeto. O cliente aproximou-se de nós com uma encomenda para reformar sua casa de campo de fachada dupla em Hawthorne, e depois de uma conversa com ele, fez-se muito claro que seu estilo de vida girava em torno de seu jardim, pois ele passa o máximo possível de seus dias ao ar livre. Infelizmente, a casa existente não utiliza a parte externa, assim como está completamente orientada para o sul, o que faz com que o corpo central da residência seja bastante escuro na maior parte do ano.

Assim, nosso primeiro objetivo era eliminar a cobertura da parte posterior e, ao invés de estendê-la partir da casa existente, decidimos construir uma única estrutura de suporte a partir da casa da frente que conectasse os espaços junto a um corredor central. Conceitualmente, isso permite que as duas formas construídas contrastem suas formas individuais e características, criando uma arquitetura que proporciona uma clara distinção entre o "antigo" e o "novo".

© Peter Bennetts
© Peter Bennetts

Estrategicamente, a nova parte autônoma na porção posterior do terreno abre-se ao corpo central do lote e cria um norte enfrente ao pátio, o que produz uma nova área da residência com orientação norte e luz natural em um ponto "escuro" da casa em frente a um jardim ativo.

© Peter Bennetts
© Peter Bennetts

A nova área de estar localiza-se entre o jardim posterior e o novo pátio, trata-se da criação de uma arquitetura que agora incorpora fisicamente aos clientes em meio do jardim, quando antes só estavam ao lado dele. Nos pareceu que este objetivo não só respeitará seus interesses e estilo de vida, mas que os melhorará. Formalmente, o conceito constrói-se a partir de quatro elementos chave: a casa frontal existente, o túnel, o pavilhão, e os espaços vazios. Cada um desses elementos foi projetado para ser entendido separadamente em termos de forma, mas para trabalhar todos de forma bastante aproximada.

© Peter Bennetts
© Peter Bennetts

Os primeiros quatro cômodos da casa frontal foram conservados com o mínimo esforço, pois queríamos ter certeza que a manutenção fosse a mais simples possível por conta de tantas limitações orçamentárias, mas também para manter todas as características existentes da casa.

© Peter Bennetts
© Peter Bennetts

Na parte posterior da casa principal há um túnel que conecta e leva à nova sala de estar, além de formar o pátio central. Conceitualmente, o túnel foi projetado para comunicar a transição entre as áreas antiga e nova, e foi construído em tijolo de demolição e vidro para a porta de correr. A porção de tijolo do túnel foi projetada para comprimir sutilmente o espaço antes de levar os clientes a uma alta sala de estar cheia de luz.

© Peter Bennetts
© Peter Bennetts

Os tijolos também criam uma sensação de peso, densidade e resfriamento, que, quando se percorre através, também blinda momentaneamente seus sentidos, similar à liberação do espaço físico que se obtém na contração.

© Peter Bennetts
© Peter Bennetts

O novo anexo consiste em uma cozinha, despensa, sala de jantar, sala de estar, banheiro e lavanderia. Diferentemente do túnel de tijolo, o conceito da adição foi o de emprestar as qualidades que pode-se encontrar em um pavilhão de parque.

© Peter Bennetts
© Peter Bennetts

Ao invés de criar um espaço com paredes, janelas e portas perfuradas, decidimos refletir e colocar objetos (caixas pretas), linhas (estrutura), e planos (cobertura) para sustentar o espaço, com os espaços entre vidros. Por meio da inversão deste foco, abrimos visualmente as áreas de estar do jardim, as "paredes" são agora o jardim em si, que muda sutilmente ao longo do dia, nos finais de tarde e com as estações.

Diagrama 1
Diagrama 1

A forma da cobertura ergue-se de forma assimétrica, a combinação da cobertura inclinada e as janelas altas difundem suavemente a luz natural até a parte de baixo no espaço para levantar suavemente o espaço de cima. A cobertura continua para difundir a luz durante a noite. Um conjunto de luzes foi projetado para refletir a luz para a parte de baixo da sala de estar, e a cobertura ajuda a suavizar a luz ao mesmo tempo que cria um elemento escultórico à noite.

© Peter Bennetts
© Peter Bennetts

O vazio é o espaço do jardim entre os volumes. Há 4 conjuntos de portas que foram projetadas para deslizar por completo e que foram utilizadas para melhorar o conceito de "pavilhão". Com as portas totalmente abertas, o espaço interno torna-se muito permeável e o jardim convida através do espaço, transformando-se no "herói" da história.

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Residência Tunnel / MO-DO" [Tunnel House / MO-DO] 28 Out 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Brant, Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/798116/residencia-tunnel-mo-do> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.