Forte Santa Catarina / RVdM Arquitecto

Forte Santa Catarina / RVdM Arquitecto

© Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG + 24

Figueira da Foz, Portugal
  • Arquitetos: RVdM Arquitectos
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  621
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Fotógrafo Fotografias:  Fernando Guerra | FG+SG
  • Engenharia :Osvaldo Coutinho; David Leite; Alexandre Machado
  • Arqueologia :Pedro Roquinho
  • Restauro:Fatima Llera
  • Cliente :Município da Figueira da Foz
  • Autor :Ricardo Vieira de Melo
  • Equipe :Ânia Abrantes, Daniela Melo, Rafaela Naia, Nuno Marques
  • Cidade:Figueira da Foz
  • País:Portugal
Mais informaçõesMenos informações
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Descrição enviada pela equipe de projeto. Crê-se que a construção do Forte de Santa Catarina, na foz do rio Mondego, remonte ao séc. XVI, mas existem informações de no lugar existir, previamente, uma ermida, como ilustrado numa carta marítima de Pedro Teixeira Albernaz de 1634. A relação espacial e formal entre o Forte e a capela é suí-generis, revelando técnicas construtivas e preocupações espaciais muito distintas. No final, o conjunto configura uma “caixa-forte” triangular guardando uma relíquia.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG
Planta
Planta

A obra visou qualificar todo o interior do Forte, nomeadamente o pátio (praça de armas), a capela e as salas dos baluartes. O grau de intervenção foi distinto nos espaços exteriores e interiores, sendo de restauro no primeiro caso e de requalificação no segundo. 

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Organizaram-se dois programas:
- Para o pátio e a capela a disponibilização de espaços para exposição alusiva à história do Forte, nomeadamente ao seu papel durante as “Guerras Peninsulares”;
- Para as salas dos baluartes, a criação de espaços para bar e restaurante temático. No baluarte sul, na sala de refeições, construí-se uma estrutura laminada de madeira em abóbada que reorganiza a geometria do espaço, controla a luz artificial, oculta infra-estruturas e protege os paramentos originais. No baluarte norte os sanitários repartiram-se em cabines autônomas.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG
Corte
Corte
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

A intervenção procurou ser o menos intrusiva possível, para que as características formais, construtivas e espaciais prevaleçam.  Assim, a intervenção mais significativa passou pela introdução de infra-estruturas ocultas permitindo entender o Forte na sua relação espacial original, quer interna como externa - com a paisagem natural e a envolvente urbana. Como um lugar de reclusão, vigia e observação.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Disponibiliza-se o Forte para usufruto público, oferecendo a generalidade dos seus espaços - pátio, salas e terraços, contando e continuando a sua história.

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Av. Espanha, 3080 Figueira da Foz, Portugal

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Forte Santa Catarina / RVdM Arquitecto" 12 Set 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/794829/forte-santa-catarina-rvdm-arquitecto> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.