O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Universidade
  4. Colômbia
  5. MGP Arquitectura y Urbanismo
  6. 2015
  7. Edifício TX / MGP Arquitectura y Urbanismo

Edifício TX / MGP Arquitectura y Urbanismo

Edifício TX / MGP Arquitectura y Urbanismo
Edifício TX / MGP Arquitectura y Urbanismo, © Rodrigo Dávila Fotografía
© Rodrigo Dávila Fotografía

© Rodrigo Dávila Fotografía © Rodrigo Dávila Fotografía © Rodrigo Dávila Fotografía Planta + 24

Planta Geral
Planta Geral

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto para o bloco TX da Universidade de Los Andes localiza-se no setor normativo 2B do Plano de Regularização e Manejo aprovado por meio da resolução 009 de 2003. O novo projeto foi implantado dentro do prédio principal do campus universitário (Kr 1 N° 18A – 12), em meio aos blocos de conservação patrimonial U (a capela), R e X (Vila Paulina) que circundam o futuro edifício. Este projeto surgiu a partir da necessidade de uma infraestrutura nova e aprimorada para a Faculdade de Artes em termos de espaços acadêmicos e de serviços. Além disso, o novo edifício atuará como articulador de diversas atividades na parte alta do campus universitário.

© Rodrigo Dávila Fotografía
© Rodrigo Dávila Fotografía

IMPLANTAÇÃO DO EDIFÍCIO

O edifício está localizado na parte nordeste do campus universitário, entre as cotas 2.659 m.s.n.m. e 2.675 m.s.n.m. com as dimensões do lote de 40,7 metros no sentido longitudinal e 16,3 metros no sentido transversal. Este edifício será implantado no lote que atualmente é ocupado pelos edifícios Tx e Tr, por estes não cumprirem os padrões acadêmicos atuais em termos de infraestrutura e resistência a abalos sísmicos.

Diagrama
Diagrama

A implantação responde à necessidade de vencer a topografia existente e interligar os diferentes níveis, gerando uma sequência de pequenas praças e escadas cobertas que permitem conectar os edifícios R, U e Vila Paulina (sendo que estes três são de conservação arquitetônica) e um futuro com o edifício do novo centro esportivo, integrando-o com o resto do campus, que se estende aos edifícios ML e W (intervenções recentes que fazem possível esta conexão). Esta diferença de níveis determina a altura do novo edifício. Como ponto importante da implantação, pretende-se gerar acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida ao longo do percurso como ocorre em outros edifícios do campus.

© Rodrigo Dávila Fotografía
© Rodrigo Dávila Fotografía

O edifício conta com dois acessos diretos ao campus, um deles localizado na esquina da fachada nordeste, lateral ao restaurante Vila Paulina, e em frente ao abside da capela (Bloco U, biblioteca de arquitetura), e o outro a partir da Av. Circunvalar (fachada leste) através de uma ponte para pedestres no mesmo nível da cobertura transitável do edifício projetado, que conecta-se ao acesso futuro ao edifício do centro esportivo. Por meio de sua implantação, o edifício busca habilitar a conexão com o Bloco T.

Implantação
Implantação

A justificativa da presença e implantação do edifício Tx, não vai além da ideia de construir o campus a partir da estratégia de tecer e conectar, gerando novas relações entre o espaço aberto, os edifícios existentes, e os percursos atuais.

Tal consideração nos leva a definir o novo edifício Tx como uma relação de cheios e vazios que estabelecem um diálogo com a presença dos edifícios patrimoniais existentes.

Diagrama
Diagrama

                                                              

CONCEITO ARQUITETÔNICO

O edifício foi concebido como um prisma puro (paralelepípedo retangular horizontal) que sofre perfurações como uma resposta à presença dos edifícios ao seu redor, que tem um caráter patrimonial, produzindo dentro de si um negativo das massas externas existentes. Assim, partindo de um bloco liso e compacto, subtraiu-se do edifício pedaços equivalentes às projeções dos volumes dos edifícios de conservação que o rodeiam.

© Rodrigo Dávila Fotografía
© Rodrigo Dávila Fotografía

Estes vazios transformam-se em praças localizadas em diversos níveis, que funcionam como elementos de diálogo com o entorno, enquanto a massa pretende desaparecer por meio da utilização de um material que reflete o contexto imediato na fachada. Este efeito é obtido pelo uso de vidro serigrafado de cor branca, que, além de permitir certa transparência de demarca as belas visuais do entorno, como a Quebrada la Leona, os jardins da Vila Paulina e os próprios edifícios de conservação, permite também uma visão distante aos morros ao leste.

Corte
Corte

Como resposta ao entorno, o edifício se apresenta como elemento imparcial, respeitoso ao contexto no qual a paisagem se justapõe à pureza da volumetria proposta.

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
MGP Arquitectura y Urbanismo
Escritório
Cita: "Edifício TX / MGP Arquitectura y Urbanismo" [EDIFICIO TX / MGP Arquitectura y Urbanismo] 13 Jun 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Brant, Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/789366/edificio-tx-mgp-arquitectura-y-urbanismo> ISSN 0719-8906