O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Embaixada
  4. México
  5. Kenzo Tange
  6. 1976
  7. Clássicos da Arquitetura: Embaixada do Japão no México / Kenzo Tange + Pedro Ramírez Vázquez + Rosen Morrison

Clássicos da Arquitetura: Embaixada do Japão no México / Kenzo Tange + Pedro Ramírez Vázquez + Rosen Morrison

Clássicos da Arquitetura: Embaixada do Japão no México / Kenzo Tange + Pedro Ramírez Vázquez + Rosen Morrison
Clássicos da Arquitetura: Embaixada do Japão no México / Kenzo Tange + Pedro Ramírez Vázquez + Rosen Morrison, Cortesia de Arquine
Cortesia de Arquine

A Embaixada do Japão no México, construída em 1976, é uma amostra da concepção de projetos conjuntos que puderam reunir duas culturas tão diferentes e ao mesmo tempo tão representativas da arquitetura moderna.

© Aquintero82 Cortesia de arquitectoslatinos.com Cortesia de IMCYC Cortesia de tangeweb.com + 7

Neste projeto participaram dois dos mais importantes mestres do estilo moderno internacional, o arquiteto japonês, ganhador do prêmio Pritzker, Kenzo Tange e o célebre arquiteto mexicano Pedro Ramírez Vázquez. Essa colaboração também contou com a presença do mexicano Rosen Morrison e pôde mostrar a dignidade da cultura oriental no ocidente.

Cortesia de tangeweb.com
Cortesia de tangeweb.com

O edifício que abriga a Embaixada Japonesa localiza-se na avenida mais importante da Cidade do México, a Avenida Reforma, tendo sido a única obra do prestigiado arquiteto Kenzo Tange no México. O mais representativo dessa obra é o manejo do concreto aparente e a simplicidade estética, realçando o trabalho de ambos arquitetos a nível compositivo.

O manejo do concreto aparente como elemento formal e estrutural foi fundamental na construção do projeto, já que foi considerado como o componente central e a pele do mesmo.

Cortesia de arquitectoslatinos.com
Cortesia de arquitectoslatinos.com

Característico da obra de Tange, pode-se observar como elementos distintos: o uso dos eixos axiais que rompem com a simetria da fachada retilínea e o volume em geral; e por outro lado, a utilização de elementos para marcar os pavimentos.

Cortesia de arquitectoslatinos.com
Cortesia de arquitectoslatinos.com

Na definição do programa arquitetônico, os níveis do edifício são apoiados por quatro grandes colunas onde se localizam as circulações verticais e os serviços gerais. Este arranjo permite uma leitura fácil da planta, que pode deduzir-se que no centro se situam as funções administrativas. No interior foram inseridos espaços abertos que cercam o escritório do embaixador; situando em diferentes níveis um auditório, uma sala polivalente e a Câmara da embaixada.

Cortesia de IMCYC
Cortesia de IMCYC

Os dois últimos níveis estão em balanço e permitem  um dinamismo visual com as formas das fachadas.

Outro dos acertos da obra é a gestão dos espaços no piso térreo, que consegue mostrar os apoios de concreto do edifício, equilibrando a massa do bloco construído com os pilares; fazendo ao mesmo tempo deixar passar iluminação e ventilação natural por baixo do edifício, perfilando-o como uma grande massa flutuante.

Cortesia de ciudadmexico.com.mx
Cortesia de ciudadmexico.com.mx

A forma modular das seções, a solidez e monumentalidade, a textura polida, a cor e a aparência do concreto marcaram uma tendência arquitetônica muito forte entre os arquitetos mexicanos da época. Aceitou-se este manejo formal do concreto aparente como parte da cultura mexicana e como aceitação das tendências estilísticas do movimento moderno no México.

Em síntese da colaboração com Kenzo Tange, Pedro Ramires Vázquez afirmou que o edifício, mesmo tendo uma reminiscência de um pagode, "tinha que dar realce em virtude do seu destino, durante a tentativa de ter, se não as características da arquitetura japonesa, mas um relacionamento em si, como um japonês nascido no México."

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Kenzo Tange
Escritório
Pedro Ramírez Vázquez
Escritório
Rosen Morrison
Escritório
Cita: Cruz, Daniela. "Clássicos da Arquitetura: Embaixada do Japão no México / Kenzo Tange + Pedro Ramírez Vázquez + Rosen Morrison" [Clásicos de Arquitectura: Embajada de Japón en México / Kenzo Tange + Pedro Ramírez Vázquez + Rosen Morrison] 08 Jun 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/788903/classicos-da-arquitetura-embaixada-do-japao-no-membajada-de-japon-en-mexico-kenzo-tange-plus-pedro-ramirez-vazquez-plus-rosen-morrison> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.