O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Igreja
  4. Chile
  5. Gonzalo Mardones Viviani
  6. 2016
  7. Capela Totihue / Gonzalo Mardones Viviani

Capela Totihue / Gonzalo Mardones Viviani

  • 21:00 - 19 Maio, 2016
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Capela Totihue / Gonzalo Mardones Viviani
Capela Totihue / Gonzalo Mardones Viviani, © Nico Saieh
© Nico Saieh

© Nico Saieh © Nico Saieh © Nico Saieh © Nico Saieh + 49

    • Engenheiro Estrutural

      Ruiz & Saavedra
    • Construtora

      Ricardo Fuentes Córdoba
    • Cliente

      Fundación AIS Chile, Community of Totihue Architect: Gonzalo Mardones
    • Área Do Terreno

      2102 m2
    • Área Construída

      283 m2
    • Mais informações Menos informações
    © Nico Saieh
    © Nico Saieh

    Descrição enviada pela equipe de projeto. A comunidade rural de Totihue (Sexta Região, Chile) utiliza, desde 1972, um antigo silo como capela. Após o terremoto no Chile, dia 27 de fevereiro de 2010, o silo ficou inutilizável e teve de ser interditado por risco de desmoronamento.

    © Nico Saieh
    © Nico Saieh

    O silo, como edificação, é uma imagem recorrente no campo chileno, e este silo em particular possui uma carga simbólica importante para a comunidade de Totihue; por isso, o projeto, realizado em colaboração com a Fundação AIS Chile e com a comunidade de Totihue, recuperou a antiga estrutura e a complementou com um novo volume de duas águas, como um celeiro. O novo volume acolhe uma capela e o silo reformado recebe a função de um centro comunitário, um espaço para velórios ou outras atividades complementares à capela. O silo, com base de 10,50 metros de diâmetro e 10,50 metros de altura determina a medida da nova capela, que é um quadrado em planta com 10,50 metros no lugar que abriga a área de conferências em que seu rebatimento áureo cobre o átrio por um lado e o presbitério por outro. A altura da nova capela é de 7 metros e permite que o silo seja um elemento principal do conjunto. Outra referência formal foi o desenho de Rafaelito, uma criança de Totihue, resultado de um concurso realizado pelo pároco local a fim de convidar as crianças do bairro a sonharem com a nova capela.

    O silo, além de haver sido reparado estruturalmente, foi revestido pelo seu exterior em placas metálicas. Molduras brancas de Hunter Douglas com 30x15 mantém a cor e a imagem do silo patrimonial, enquanto que a nova capela foi revestida com a mesma placa metálica, mas em cor cinza escuro, procurando não competir com a estrutura pré-existente. Desta maneira, consegue-se a autonomia de cada volume utilizando um só material, que é uma das constantes do trabalho do nosso escritório de arquitetura.O interior da capela foi revestido em madeira de pinos, doada pelos vizinhos de Totihue.

    © Nico Saieh
    © Nico Saieh
    Plan
    Plan
    © Nico Saieh
    © Nico Saieh

    A iluminação natural do silo foi trabalhada através de doze aberturas inferiores, que permitem manter a condição solene do espaço respeitando a verticalidade e altura total do interior do silo; enquanto na capela privilegiou-se uma grande abertura sobre o altar que permite iluminá-lo e ver o silo ao fundo. A assembléia se ilumina indiretamente através de quatorze janelas a meia altura. O átrio exterior se protege do sol gerando sombra por meio das placas metálicas perfuradas instaladas de maneira a criar um espaço protegido e ventilado. A placa perfurada também foi utilizada no campanário, o qual é um volume isento do conjunto, de 7 metros de altura, mesma altura da capela. 

    © Nico Saieh
    © Nico Saieh
    Detail
    Detail
    © Nico Saieh
    © Nico Saieh
    Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Capela Totihue / Gonzalo Mardones Viviani" [Totihue Chapel / Gonzalo Mardones Viviani] 19 Mai 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/787799/capela-totihue-gonzalo-mardones-viviani> ISSN 0719-8906