O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Portugal
  5. João Mendes Ribeiro e Cristina Guedes
  6. 2010
  7. Casa da Escrita / João Mendes Ribeiro

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Casa da Escrita / João Mendes Ribeiro

  • 09:00 - 6 Abril, 2016
Casa da Escrita / João Mendes Ribeiro
Casa da Escrita / João Mendes Ribeiro, © do mal o menos
© do mal o menos

© do mal o menos © Patrick Monteiro © Patrick Monteiro © do mal o menos + 36

  • Cliente

    Câmara Municipal de Coimbra/ Coimbra City Hall
  • Colaboração

    Jorge Teixeira Dias (project manager), Alexander Glaser, Joana Brandão, Joana Figueiredo, João Branco, João Sérgio Braga da Cruz, Patrícia Domingues, Susana Neves, Catarina Fortuna (interior design)
  • Fundações e Estruturas

    Paulo Maranha Tiago Hydraulic Engineer: Maria Fernanda Sobral
  • Instalações Eléctricas e Telecomunicações

    Pascoal Faísca e Fernando Canha Mechanical Engineer: João Madeira da Silva
  • Térmica

    Paulo Sampaio (ECA Projectos) Thermal consulting: Paulo Sampaio
  • Condicionamento Acústico

    Celsa Vieira Landscape Design: João Gomes da Silva
  • Desenho de Luz (espaços exteriores)

    Gilberto Reis
  • Empreiteiro

    JFS - João Fernandes da Silva, S.A.
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Descrição enviada pela equipe de projeto. A Casa do Arco, antiga residência do poeta João Cochofel e actual Casa da Escrita, situa-se na Alta de Coimbra, na proximidade da Torre do Anto e insere-se num conjunto urbano denso, de ruas estreitas e sinuosas, predominantemente habitacional.

© do mal o menos
© do mal o menos

O programa para a Casa da Escrita previa a reutilização contemporânea do edifício, com a sua adaptação a novas funções, conciliando valores patrimoniais e simbólicos com os actuais requisitos técnicos e de conforto e flexibilidade. A flexibilidade, entendida não como a antecipação exaustiva de todas as mudanças possíveis, mas sim como a aptidão para uma ampla margem de usos e interpretações, materializa-se, na Casa da Escrita, no “esvaziamento” e depuração formal dos espaços de habitação, tornando-os disponíveis para novos usos.

Diagrama
Diagrama

Mantendo, no essencial, a complexidade orgânica na distribuição dos espaços interiores, gerada pela sobreposição de zonas públicas e privadas, dispõe-se, actualmente, de espaços amplos e flexíveis, passíveis de acolher a diversidade de conteúdos e actividades ligadas à escrita, bem como as acções espontâneas dos habitantes da Casa. Foi, no entanto, necessário introduzir nessa estrutura orgânica um sistema racional de acessos e comunicações verticais, espaços de serviço e infra-estruturas técnicas, em resposta aos novos requisitos funcionais.

A ala Sul do edifício, ao nível do piso térreo, integra três novos espaços relacionados entre si que correspondem, respectivamente, à cozinha, aos acessos verticais (escada e elevador) e às instalações sanitárias. Estas dependências ocupam um volume compacto e independente, integralmente construído em madeira.
Junto à entrada principal, no piso térreo, fica a livraria cuja configuração, baseada no uso de estantes móveis, pode ser facilmente alterada, transformando-a, por exemplo, num espaço para exposições.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG
Corte
Corte
© do mal o menos
© do mal o menos

No primeiro andar, localizam-se os salões correspondentes à ala do século XIX, a partir dos quais se faz o acesso aos jardins. Essas salas são actualmente ocupadas como biblioteca, auditório e sala de refeições. Na ala Sul, as salas menores, destinam-se aos espaços de residência temporária de artistas, que inclui um quarto com casa de banho e uma sala de trabalho, que poderá ser convertida num quarto adicional.

No piso superior, o salão nobre mantém a sua configuração geral, mas a sua caracterização foi significativamente alterada com a pintura integral, a branco, de tectos, paredes e de todas as peças de madeira. Esta solução, que se estende a toda a Casa, permitiu caracterizar um ambiente uniformemente luminoso e ligeiro, contrastante com a ambiência anterior à remodelação. O espaço do sótão é ocupado por uma sala única que acolhe o arquivo activo e três nichos para consulta individual de documentação, sob as novas mansardas rasgadas na cobertura.
Todo o mobiliário da Casa foi seleccionado por forma a proporcionar a adequação dos espaços ao novo programa funcional e a um público alargado, sem, no entanto, anular a referência ao espaço original e ao ambiente de conforto e intimidade da habitação.

© do mal o menos
© do mal o menos
Cita: "Casa da Escrita / João Mendes Ribeiro" [Casa da Escrita / João Mendes Ribeiro + Cristina Guedes] 06 Abr 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/784988/casa-da-escrita-joao-mendes-ribeiro> ISSN 0719-8906