O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Bélgica
  5. Wim Heylen
  6. 2015
  7. Casa CW / Wim Heylen

Casa CW / Wim Heylen

Casa CW / Wim Heylen
Casa CW / Wim Heylen, © Stijn Bollaert
© Stijn Bollaert

© Stijn Bollaert © Stijn Bollaert © Stijn Bollaert © Stijn Bollaert + 16

© Stijn Bollaert
© Stijn Bollaert

Descrição enviada pela equipe de projeto. Esta casa unifamiliar se encontra em Nazareth, uma cidade na província belda de East Flanders. Está em uma rua que contém uma variedade de tipologias e está localizada próxima uma grande lagoa natural. O terreno se caracteriza por sua profundidade que se prolonga desde a área permitida para construir até uma área de densa e frondosa vegetação. A ideia principal por trás do projeto é proporcionar uma vista privilegiada sobre as árvores e utilizar a orientação para otimizar a iluminação natural de acordo com os diferentes usos dos espaços.

© Stijn Bollaert
© Stijn Bollaert

Optou-se em não competir com os estilos da arquitetura do entorno, e criar um edifício térreo discreto que faz referência à antiga casa existente no terreno, já demolida. A planta baixa da casa reflete as linhas divisórias do edifício e portanto se abrem gradualmente para o fundo, conseguindo que o ângulo de visão seja maximizado.

Planta Baixa
Planta Baixa

As áreas de uso diurno estão perpendiculares ao limite oeste com aberturas que captura o sol da tarde, enquanto que os dormitórios se encontram perpendiculares ao lado leste e com a luz da manhã. Os encontros destes ângulos são resolvidos com três etapas em planta.

© Stijn Bollaert
© Stijn Bollaert

Primeiro, um pátio interno no coração da casa ilumina os setores mais fechados. Visualmente, ele conecta o acesso, o escritório e o hall de entrada, que estão dispostos ao redor do pátio por sua necessidade de privacidade. Devido à sua forma irregular, os raios solares são refletidos em diferentes direções iluminando os ambientes adjacentes, além da circulação em formato circular que incentiva as brincadeiras infantis das crianças que se perseguem em círculos.

© Stijn Bollaert
© Stijn Bollaert

Em segundo lugar está um volume triangular separando o estar e o dormitório principal que funciona simultaneamente como chaminé e closet. Sua forma se traduz para o alto na saída da chaminé sendo este o único elemento que aparece sobre a cobertura. Finalmente outro volume triangular de ar e luz proveniente de uma abertura zenital marca o acesso e permite que os visitantes vejam as copas das árvores vizinhas.

© Stijn Bollaert
© Stijn Bollaert

A fachada posterior se abre para o jardim, com uma marquise, varanda e um espelho d'água em concreto. Estas peças da arquitetura constroem a transição entre o interior e o exterior. As diferentes linhas da planta baixa que criam a cobertura foram pensadas para projetar a maior sombra possível quando o sol está no ponto mais alto. No cruzamento dos dois eixos a fachada se dobra distanciando entre elas as janelas da área pública e privada, desta maneira ambas se beneficiam das mesmas vistas sem comprometer a intimidade dos quartos. O espelho d'água e as persianas de alumínio do dormitório principal também aportam este âmbito.

© Stijn Bollaert
© Stijn Bollaert

Apesar de seu tamanho, a casa faz uma modesta aparição a partir da rua. Visto do jardim ela evoca uma atmosfera de casa de férias de tempos remotos, com suas folhagem, lareira e até mesmo um lugar onde a madeira que vai para o fogo se acumula.

Diagrama
Diagrama

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Wim Heylen
Escritório
Cita: "Casa CW / Wim Heylen" [House CW / Wim Heylen] 29 Mar 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/784625/casa-cw-wim-heylen> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.