O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Eventos
  3. Dias de Estudo - Santiago inauguram os programas públicos da 32ª Bienal de São Paulo

Dias de Estudo - Santiago inauguram os programas públicos da 32ª Bienal de São Paulo

  • 16:00 - 7 Março, 2016
Dias de Estudo - Santiago inauguram os programas públicos da 32ª Bienal de São Paulo
Dias de Estudo - Santiago inauguram os programas públicos da 32ª Bienal de São Paulo , via 32ª Bienal de São Paulo
via 32ª Bienal de São Paulo

os Dias de Estudo - Santiago inauguram os programas públicos da 32ª Bienal de São Paulo e são organizados pela Fundação Bienal de São Paulo em colaboração com o Consejo Nacional de la Cultura y las Artes - CNCA. Dias de Estudo posteriores ocorrerão em Acra, Lima, Cuiabá e São Paulo, e serão dedicados à pesquisa, intercâmbio e discussão pública de temas relacionados à 32ª Bienal de São Paulo.

Os Dias de Estudo incluem viagens de campo a centros culturais, comunidades tradicionais, reservas ecológicas, ateliês de artistas e centros de pesquisa, bem como conferências abertas ao público, incluindo palestrantes convidados e profissionais locais de diferentes trajetórias e disciplinas. Os encontros são propostos para promover um intercâmbio entre proponentes e agentes dos projetos das regiões e para propiciar a base para um diálogo que busca desenvolver modos de pensar e criar juntos.

O evento público dos Dias de Estudo – Santiago “Cosmologias de Inícios e Fins (e de Meios, Também)” enfocará cosmologias e relações entre arte e ciência, mito e história de uma perspectiva do tempo presente. O programa público no dia 12 de março inclui apresentações de Yann Blanc Chateigné, Pierre Huyghe, Pia Lindman, Jacinta Arthur, Macarena Morales, Pilar Quinteros e dos curadores da 32ª Bienal, Jochen Volz e Lars Bang Larsen.

Com o título de Incerteza viva, a 32ª Bienal de São Paulo se concentra em noções de “incerteza” e “entropia” para refletir sobre as condições atuais da vida em tempos de mudança constante e as estratégias oferecidas pela arte contemporânea para abrigar ou habitar a incerteza. A exposição, sob curadoria de Jochen Volz juntamente com os co-curadores  Gabi Ngcobo (África do Sul), Júlia Rebouças (Brasil), Lars Bang Larsen (Dinamarca) e Sofía Olascoaga (México), será realizada de 10 de setembro a 11 de dezembro de 2016 no Pavilhão Ciccillo Matarazzo, destacando aproximadamente 90 artistas e coletivos.

PROGRAMA

  • 10:30 Jochen Volz: Boas Vindas
  • 10:45 Lars Bang Larsen: Introdução
  • 11:15 Jacinta Arthur: "Reclamando o Maná: Ontologias, Patrimônio e Repatriação em Rapa Nui”
  • 12:00 Pilar Quinteros: “Sinais de Fumaça”
  • 12:40-13:30 Pausa para o almoço
  • 13:30 Yann Chateigné: 'Asterochronies'
  • 14:15 Pia Lindman: “Talvivaara / Perigo de inverno”
  • 15:00-15:30 Pausa para café
  • 15:30 Macarena Morales: “Imaginario baraditiano: Entre Borges e a Política, o cômico, o mito e a vanguarda”
  • 16:10 Pierre Huyghe: Proteção de tela e conversa
  • 17:00 Comentários finais

PARTICIPANTES

Jacinta Arthur (Chile, Doutora em Estudos Culturais pela Universidade da California, Los Angeles - UCLA)
Sua pesquisa se concentra em Rapa Nui. Seu projeto de doutorado propõe um estudo da repatriação do patrimônio indígena, que examina como parte dos movimentos de soberania cultural e direitos indígenas. Para além da pesquisa acadêmica, coordena o Programa de Repatriação Rapa Nui, composto com colaboradores Rapanui idosos, tradicionalistas e jovens profissioanis. Foi recentemente professora visitante da UCLA, está prestes a começar uma residência como pesquisadora na Smithsonian Institution.         

Macarena Areco Morales (Doutora em Literatura e profesora assistente, Pontificia Universidade Católica de Chile)
Suas linhas de pesquisa incluem os modos de imaginar e relatar o presente e as representações de futuro na narrativa chilena e latino-americana recente. Seu trabalho implica na análise imanente de narrações e o estabelecimento dos vínculos possíveis existents entre os textos e os desenvolvimentos teóricos pertinentes, assim como os contextos politico culturais e biográficos relacionados.

Pia Lindmann (artista – Finlândia)
Professora na Alvar Aalto University, Helsinki. Formada originalmente em arquitetura, a prática artística de Lindman é interdisciplinar e baseada em pesquisa, “contribuindo para os campos do design, estudos ambientais e arte como prática e pesquisa”. No momento está envolvida na construção de ambientes não tóxicos, pesquisa de culturas de cogumelos e aprendizado e aplicação de técnicas de cura finlandesas pré-científicas. Trabalhou anteriormente com temas xamanistas para uma exposição em Medellín.

Pilar Quinteros (artista – Chile)
Nasceu em 1988 (Santiago, Chile). Graduação em Arte pela Pontificia Universidad Católica de Chile (2011). Ela é cofundadora e membro atuante do coletivo de arte MICH (Museu Internacional do Chile), coletivo multidisciplinar dedicado à geração de projetos reflexivos, espaços artísticos e trabalho de arte. Vencedora da Bolsa Jean-Claude Reynal (2012) para artistas trabalhando em papel, concedida pela Fundação de França e Escola de Belas Artes de Bordeaux. Quinteros é vencedora do terceiro lugar da Bolsa de Arte CCU (2013) e finalista do Prêmio de Arte Geração Futura de 2014, concedido pelo PinchukArtCentre, Kiev.

Pierre Huyghe (artista – França, residindo no Chile)
Pierre Huyghe nasceu em Paris em 1962. Estudou na École Nationale des Arts Décoratifs, Paris. Recebeu o prêmio Hugo Boss em 2002 e  Prêmio Especial da 49a Bienal de Veneza em 2001. Realizou exposições individuais no Moderna Museet, Estocolmo; Centre National d’Art Contemporain, Grenoble; Dia Center for the Arts, Nova York; Centre Georges Pompidou, Paris e Museu de Arte Contemporânea, Chicago. Seus trabalhos têm sido expostos em locais como a Whitechapel Art Gallery, Londres; Documenta 11, Kassel e P.S.1 Center for Contemporary Art, Nova York.

Yann Chateigne (historiador da arte – França)
Historiador da arte e curador, Yann Chateigné é atualmente reitor da Haute école d’art et de design em Genebra. Suas atribuições na escola envolvem também a direção do instituto curatorial e espaço de exposição LiveInYourHead bem como Fieldwork, um programa de pesquisa e residência abrangendo vários locais (Genebra, Nantes e Marfa, Texas). Yann Chateigné é pós-graduado pela École du Louvre em Paris.

Cita: "Dias de Estudo - Santiago inauguram os programas públicos da 32ª Bienal de São Paulo " 07 Mar 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/783197/dias-de-estudo-santiago-inauguram-os-programas-publicos-da-32a-bienal-de-sao-paulo> ISSN 0719-8906