O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Vietnã
  5. Mel Schenck
  6. 2015
  7. Residência Breeze / Mel Schenck

Residência Breeze / Mel Schenck

  • 17:00 - 24 Fevereiro, 2016
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Residência Breeze / Mel Schenck
Residência Breeze / Mel Schenck, © Hiroyuki Oki
© Hiroyuki Oki

© Hiroyuki Oki © Hiroyuki Oki © Hiroyuki Oki © Hiroyuki Oki + 19

  • Arquitetos

  • Localização

    Tân Phú, Vietnã
  • Equipe de Projeto

    Mel Schenck, Nguyen Thi Tra Giang
  • Área

    309.0 m2
  • Ano do projeto

    2015
  • Fotografias

© Hiroyuki Oki
© Hiroyuki Oki

Descrição enviada pela equipe de projeto. Esta residência é uma estrutura da modernidade com uma fachada própria da era da informação. Trata-se de um experimento no qual se expressa o caráter amorfo, aleatório e destoante dessa era. A análise subjetiva entra em acordo com decisões racionais para reduzir o uso de energia através da ventilação natural.

© Hiroyuki Oki
© Hiroyuki Oki

O objetivo principal desta casa é proporcionar um lugar cômodo para o arquiteto e sua família aposentada. Incorporam-se na proposta muito ar e muita luz aproveitando as vantagens da relação interior/exterior neste clima tropical. A ventilação natural implementada procura reduzir ao mínimo o uso do ar-condicionado, e para isto abre-se uma grande parte das fachadas exteriores para que a brisa flua através das aberturas.

Planta Baixa
Planta Baixa

As casas coloniais francesas como as primeiras modernistas no Vietnã, possuíam extensas aberturas na parte superior e nas fachadas exteriores de cada um dos seus pavimentos, utilizando também ventiladores para mover o ar através destas aberturas. Entretanto, a grande maioria das casas construídas em Vietnã durante as últimas duas décadas foram feitas mais fechadas, como cavernas, devido a redução de custos com ar-condicionado. 

© Hiroyuki Oki
© Hiroyuki Oki

A residência conta com persianas de vidro nas coberturas superiores e nas paredes divisórias no interior que permitem a ventilação por toda a casa e também pela abertura das escadas. As persianas podem ser fechadas para permitir o uso do ar-condicionado se for preciso, mas na prática, resulta desnecessário já que a brisa desloca-se através da casa constantemente. 

© Hiroyuki Oki
© Hiroyuki Oki

Portas e janelas permanecem abertas durante o dia na maioria das casas vietnamitas para deixar fluir a ventilação, porém a noite devem ser fechadas por motivos de segurança. A maioria das casas dispõe de grelhas de metal ou telas no interior das portas e janelas. Nesta casa a grelha de metal envolve todo o exterior da casa e por isso, as janelas podem permanecer abertas todo o tempo, se esse for o desejo dos proprietários. O efeito causado é como viver em uma gaiola de passarinho, e não como numa cela de prisão. As telas de metal fora das varandas se estendem para integrá-las ao espaço das habitações. 

Corte
Corte

As varandas são muito comuns nas casas vietnamitas, quase sempre retangulares e de 1 metro de largura, com capacidade para uma ou duas cadeiras. As portas e janelas exteriores desta casa se estendem em diferentes ângulos e permitem colocar mesas e cadeiras no espaço dos 3 metros resultantes. 

© Hiroyuki Oki
© Hiroyuki Oki

Esta combinação de varandas estendidas em cada pavimento, assim como as telas de segurança em metal oferece oportunidades para uma arquitetura que vai mais além das modernidade. O arquiteto respeita o estilo modernista das casas desenhadas pelos arquitetos modernistas vietnamitas nos últimos 80 anos. Eles continuam experimentando através de composições abstratas de linhas, padrões, materiais, texturas, cores, formas e volumes. Porém, estas composições que quase sempre conservam-se ortogonais, nesta casa não o são. 

© Hiroyuki Oki
© Hiroyuki Oki

Os limites angulares das varandas com um recuo sucessivo de um metro em cada pavimento, obriga a rede de metal a deformar-se como uma cascata em descenso pelos quatro pavimentos da casa. Esta deformação e o padrão utilizado nas barras de aço transversais são a expressão da aleatoriedade, enquanto a estratificação das telas contra as varandas e as estantes de luz exemplificam a dissonância da era informática. A complexidade de tal era se expressa, portanto, em um conceito simples.

© Hiroyuki Oki
© Hiroyuki Oki

Ver a galeria completa

Cita: "Residência Breeze / Mel Schenck" [Breeze House / Mel Schenck] 24 Fev 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/782545/residencia-breeze-mel-schenck> ISSN 0719-8906