O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Galeria
  4. Argentina
  5. Nicolás Fernández Sanz
  6. 2014
  7. Galeria de Arte em Buenos Aires / Nicolás Fernández Sanz

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Galeria de Arte em Buenos Aires / Nicolás Fernández Sanz

Galeria de Arte em Buenos Aires / Nicolás Fernández Sanz
Galeria de Arte em Buenos Aires /  Nicolás Fernández Sanz, © Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

© Javier Agustín Rojas © Javier Agustín Rojas © Javier Agustín Rojas © Javier Agustín Rojas + 18

  • Consultoria Técnica

    Comenco SA (impermeabilização) Technarán (estudo térmico) Javier Arcangel Farías (Construtor) Gustavo Baldi (Serralheria) Betton Crette (Concreto celular) Rubén Rojo (Instalação Elétrica) NAEM (Instalação Sanitária) Arquitecta Irene Joselevich (Paisagismo) Leandro Barreiro (Telefonia e Dados) Fernando Piedra y María Tagliani (Iluminação) Interieur Forma, Manifesto, La Feliz, Rapi-Estant (Mobiliário)
  • Cliente

    Ruth Benzacar Galería de Arte
  • Mais informações Menos informações
© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

Luz e Trocas

O projeto foi concebido para um espaço de um galpão construído em meados do século 20, localizado na rua Ramírez de Velasco, entre Darwin e um cruzamento da linha de trem San Martín. A fachada monótona não sugere o vasto espaço que se estende em direção ao interior da quadra, durante anos uma grande nave industrial repleta de ar e de luz foi usada para armazenar peças industriais.

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

O objetivo do projeto era transformar este espaço para a quarta sede da histórica Galería de Arte Ruth Benzacar. Este espaço iria enfrentar o difícil desafio suceder o espaço subterrâneo na Rua Florida 1000 - um local que desempenhou um papel fundamental na arte avant-garde Argentina por trinta anos e do próprio espaço de onde a galeria ganhou prestígio internacional. A mudança deixa pra trás a memória dos arranha-céus do centro da cidade, a mais famosa rua de passeio em Buenos Aires e o bosque da Plaza San Martín. No novo bairro, a galeria encontra as gramas altas que crescem ao longo ambos os lados das pistas e um emaranhado de pequenas ruas pavimentadas e de paralelepípedos, casas baixas e antigas fábricas. A mudança coincide com uma série de importantes mudanças na geografia artística da cidade; reafirma a Villa Crespo como um novo ponto focal no circuito de arte local.

Corte
Corte

O projeto é, em essência, uma intervenção que utiliza elementos e espaços existentes sem impor um ideal. Ele faz uso de tudo o que estava em boas condições de funcionamento; a distribuição do espaço, permitindo ao galpão sugerir sua própria distribuição e percurso.

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

O térreo foi unificado com um único piso de cimento queimado que simula a continuação do pavimento utilizado na Rua Ramírez de Velasco. A partir dali começa o percurso através da calçada e o portão da garagem que serve de acesso, para então entrar suavemente até chegar à parede de exposições oposta. O cimento do piso foi nivelado para que não existissem degraus, suavizando o desnível de quase meio metro entre um extremo e outro do terreno.

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

A decisão arquitetônica central se apoia na construção de uma sala no interior de um galpão. Esta opção se mostrou superior à alternativa de transformar o galpão para disfarçá-lo de sala de exposições. É a partir desta determinação que foram pensados e organizados os diferentes espaços que formam parte das necessidades funcionais de uma galeria. Um mezanino existente sugeriu a divisão da metade norte do espaço principal. Paredes de tijolo comum com quatro metros de altura foram levantadas em torno da outra metade, criando ali o salão principal da exposição. Estas paredes servem a função secundária de colunas e de se livrar das irregularidades que eram características das paredes originais. A sua construção a partir do zero permitiu uma acabamento de gesso projetado e remover assim qualquer registro ou tomada elétrica para interromper seus planos.

Corte
Corte

Localizados em um pavimento baixo e ligadas ao espaço principal por escadas alcançadas através de portas pivotantes, as áreas de serviço e bastidores conformam diferentes maneiras de explorar o espaço. A escada principal, que leva a área de administração, é oculta por uma das paredes novas mencionadas acima. Graças às suas dimensões generosas, este espaço pode ser usado por artistas e pessoal da galeria. Talvez o detalhe mais marcante da galeria é a espécie de palco a partir do qual é possível observar de cima as exposições logo abaixo, que é contínua ao longo do percurso perimetral. À esquerda, os escritórios são como varandas sobre a grande sala de exposições e compartilham esta luz da grande claraboia do galpão.

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

Estávamos plenamente conscientes de que a missão do projeto era permitir uma variedade de subjetividades que iria encontrar significados múltiplos em todos os elementos: os novos tijolos e vigas expostas e as antigas coberturas em zinco. Os atributos primários e as intenções do projeto foram silêncio e translucidez. O galpão branco tem precedência sobre o cubo branco em material, urbano, e as economias simbólicas. A ambição do projeto é de possuir um espírito contemporâneo com as obras que abriga.

Carlos Huffmann - Nicolás Fernández Sanz.

.

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Nicolás Fernández Sanz
Escritório
Cita: "Galeria de Arte em Buenos Aires / Nicolás Fernández Sanz" [Art Gallery in Buenos Aires / Nicolás Fernández Sanz] 14 Out 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/775090/galeria-de-arte-em-buenos-aires-nicolas-fernandez-sanz> ISSN 0719-8906