O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Comercial
  4. Austrália
  5. Studiobird
  6. 2014
  7. Napoleon Perdis Chapel / Studiobird

Napoleon Perdis Chapel / Studiobird

  • 11:00 - 6 Outubro, 2015
  • Traduzido por Maria Julia Martins
Napoleon Perdis Chapel / Studiobird
Napoleon Perdis Chapel / Studiobird, © Christine Francis
© Christine Francis

© Christine Francis  © Christine Francis  © Christine Francis  © Christine Francis  + 16

© Christine Francis
© Christine Francis

Napoleon Perdis Chapel é uma nova franquia de uma rede de lojas de cosméticos do empresário e maquiador australiano Napoleon Perdis, localizado na Chapel Street, em Melbourne. O declínio de lojas físicas e a expansão das compras on-line criam um tempo incerto para projetos de varejo. No entanto, o cliente desejou dar uma nova abordagem aos ambientes de varejo, apoiando a reforma de identidade da sua marca. Provocativamente, o cliente pediu uma série de espaços pansexuais para desafiar seus clientes.

© Christine Francis
© Christine Francis

O projoto se manifesta como uma série de camadas e experiências caleidoscópicas:

- Salão de Entrada Luxúria: um espaço de pé direito duplo, que remete ao racionalismo pop italiano, com uma peça suspensa com diversas perucas loiras, como referência à Barbarella e Frankenstein.

- Cosméticos Cinematográficos: a era Bygone de Hollywood, em preto e branco, foi reinterpretada com estações de maquiagem personalizadas, holofotes e paredes preteadas onduladas.

© Christine Francis
© Christine Francis

- Abrigos de Ônibus Brutalistas: unidades de exibição habitáveis lembrando da era soviética e o modernismo do concreto.

 - Antiguidade Cósmica Grega: a Acrópole, reinterpretada. Colunas e frontão no Espaço Odisséia, abstraídas em uma série de unidades de exibição e experiências de estilo de vida.

- Academia Mojave: no segundo pavimento, uma escola de maquiagem, com uma cenografia que mistura a paisagem do deserto e o modernismo.

© Christine Francis
© Christine Francis

O projeto reconhece que o varejo de cosméticos explora ideias complexas de identidade, as "máscaras" que assumimos e momentos de transformação.

O projeto surge, portanto, fora de referências pessoais desejadas para o cliente e praticante, com uma estrutura organizacional no estilo e glamour de Hollywood em preto e branco - uma metáfora da cultura de celebridades e caráter temporário.

© Christine Francis
© Christine Francis

.No interior foi aplicado uma prática que se dedica a realização do desejo e a exploração do material que revelam uma teatralidade exótica presente no dia-a-dia.

Napoleon Perdis acredita na experiência de varejo como um ideal utópico, "um palácio de Versalhes de prazer para todos". Este projeto oferece ao cliente um Salão de Espelhos, em meio à lojas de bricolage na mesma rua. 

Corte
Corte

A loja como evento e sensação viral estende o projeto nas mãos dos visitantes e redes sociais. "Hashtagging" o ovo Barbarella através de várias plataformas significa que um marketing de baixo custo pode viajar o mundo, levando a experiência interior para além dos limites de um orçamento apertado.

É intrigante considerar a experimentação material, sustentabilidade ou a entrega não tradicional e estratégias deste projeto, mas ele realmente inova com uma consideração sobre a conexão emocional entre o cliente, o dono e o espaço - isto é, como um relacionamento provocativo, divertido e livre pode interrogar e revigorar a prática interior de varejo e criar uma alegria espacial para todos os envolvidos.

© Christine Francis
© Christine Francis

Estações de maquiagem pré-fabricadas foram reutilizadas e personalizados em vez de construídas novamente para montar uma loja de baixo custo, além de criar uma homenagem cósmica à antiguidade clássica e à iconografia.

A iluminação existente também foi mantida, com apenas pequenas adições de baixa energia para efeito teatral.

© Christine Francis
© Christine Francis

Napoleon Perdis Chapel também responde ao aspecto sócio-econômico da cultura em declínio do varejo de rua, muitas vezes pelo crescente varejo online. A criação de teatro de varejo imersivo que encanta e provoca o consumidor fez com que a crítica urbana Mimi Zeiger descrevesse a loja como "a habilidade da prostituição" em face de um mercado de recessão - neste caso, seduzindo as pessoas longe de seu isolamento tecnológico com a promessa sedutora da experiência de varejo compartilhado, ajustado em cima de um palco público.

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Napoleon Perdis Chapel / Studiobird" [Napoleon Perdis Chapel / Studiobird] 06 Out 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Martins, Maria Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/774661/napoleon-perdis-chapel-studiobird> ISSN 0719-8906