O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Edifícios Institucionais
  4. Bélgica
  5. Philippe Samyn and Partners
  6. 2014
  7. Escritório Sede da AGC Glass Europe / SAMYN and PARTNERS

Escritório Sede da AGC Glass Europe / SAMYN and PARTNERS

  • 09:00 - 19 Julho, 2015
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Escritório Sede da AGC Glass Europe / SAMYN and PARTNERS
Escritório Sede da AGC Glass Europe / SAMYN and PARTNERS, © Simon Schmitt
© Simon Schmitt

© Serge Brison © Serge Brison © Marie-Françoise Plissart © Marie-Françoise Plissart + 61

    • Diretor de Projeto

      Dr Ir Philippe Samyn
    • Diretor Administrativo

      Ghislain Andre
    • Colaborador de Projeto

      Bernard Van Damme
    • Colaborador Administrativo

      Ir Olivier Jottard
    • Colaboradores

      Karim Ammor, Mariuca Calin, Blandine Capelle, Jan De Coninck, Alfonso Di Mascio, Sarah El Mann, Dikran Gundes, Elodie Noorbergen, Fransesca Stroppa, Monika Studzinska, Gaofei Tan, Lien Vancoppenolle, Brecht Van Lerberghe, Emilie Willain
    • Estrutura

      SAMYN and PARTNERS
    • Física da Construção e Acústica

      Daidalos Peutz
    • Paisagismo

      Erik Dhont
    • Construtora Principal

      Van Roey
    • Mais informações Menos informações
    © Jean-Michel Byl
    © Jean-Michel Byl

    Abordagem paisagística

    O edifício segue o traçado da rodovia N4, respeitando os acidentes geográficos naturais. Ele está construído sobre pilotis, flutuando na paisagem ondulada, conferindo-lhe uma melhor visão desde a rodovia E411 e a N4. Sua orientação é levemente descentralizada em relação aos pontos cardeais (15°), garantindo uma excelente insolação. Os caminhos dos pedestres e dos automóveis aparecem em extremos opostos do terreno, mas juntam-se novamente ao sul do edifício onde o hall de entrada envidraçado dá as boas-vindas aos trabalhadores da AGC e aos seus visitantes. 

    © Marie-Françoise Plissart
    © Marie-Françoise Plissart

    Sob os escritórios, e seguindo a suave inclinação natural (1,5-2,5%), está situada a área de estacionamento, preservando a paisagem circuncidante coberta de vegetação (grama e pradarias de flores) e alguns carvalhos. 

    First Floor Plan
    First Floor Plan

    Luz natural

    O desenho interno uniforme do espaço, feito por meio de uma planta quadrada com laterais de 81m, é determinado pela luz natural e pela quantidade de vistas. A dualidade entre compacidade (rendimento de energia)  e desenho (conforto visual e bem-estar no lugar de trabalho) é traduzida na divisão da planta em quatro partes dispostas ao redor de grandes pátios exteriores amenizados pelo vento,chuva ou sol. 84% das estações de trabalho estão situadas a menos de 4 metros das pareces; 95% desfrutam de uma vista exterior sem obstáculos e 100% das salas de reuniões possuem estas duas características. 

    © Marie-Françoise Plissart
    © Marie-Françoise Plissart

    As fachadas periféricas de vidro estão equipadas com elementos que giram automaticamente em direção ao sol. A filtragem da luz proporcionada por estes dispositivos é possível porque suas superfícies foram tratadas com faixas brancas, permitindo a passagem da luz natural difusa. Todas as outras aberturas estão equipadas com persianas de madeira de bambu. O parapeito de vidro, opaco e leve, maximiza a reflexão do calor através dos painéis de vidro serigrafado (no exterior) e esmaltado (no interior).

    © Marie-Françoise Plissart
    © Marie-Françoise Plissart

    A galeria

    Transversal às alas dos escritórios, uma galeria (ou átrio) proporciona uma rota obrigatória; todos os serviços do edifício convergem à este ponto. 

    © Marie-Françoise Plissart
    © Marie-Françoise Plissart

    O tamanho generoso da galeria de 10m de altura, 13,5m de largura e 83,7m de comprimento a converte em um lugar ideal para celebrar diferentes eventos: reuniões informais com empregados, festas de lançamento de novos produtos, conferência aos pés da grande escada (em assentos escalonados), eventos externos, etc. A galeria oferece o acesso a todas as áreas úteis no edifício: a recepção e serviços associados, o restaurante com seus terraços a oeste, o centro de conferências e cada uma das oito alas de escritórios (onde o acesso é controlado). Em decorrência do enfoque ambiental da obra, que prefere escadas aos elevadores, a nova sede se distribui em dois níveis. O movimento entre eles é cômodo e, como o planejado, o ascensor é muito pouco utilizado. 

    © Marie-Françoise Plissart
    © Marie-Françoise Plissart

    O espaço de trabalho

    O espaço utiliza 12.120 m2 para acomodar 575 membros da empresa. A organização departamental na AGC Glass é flexível e seu desenho interior pode se adaptar ao ritmo das mudanças através das áreas livres na planta, conformando escritórios abertos ou alas separadas, se for necessário. A mesma flexibilidade é aplicada as áreas de reuniões e restaurantes, onde o espaço é dividido conforme o projeto, através de divisórias acústicas móveis. 

    © Marie-Françoise Plissart
    © Marie-Françoise Plissart

    É possível prolongar os escritórios e salas de reunião, caso seja preciso um espaço maior. Por outro lado, a subdivisão máxima possível seriam oito alas autônomas de 575 a 800m2, unidas e acessadas pela galeria. Em relação a facilidade de uso do lugar de trabalho, a preferência é ter áreas de planta livre sobre a fachada sul. Os espaços comuns e áreas de reunião estão estrategicamente centralizados ou próximos a uma escada ou, então, ao lado de um terraço com vista particular.

    © Jan Bruggemans
    © Jan Bruggemans

    O centro de conferência reúne todas as salas de reuniões que são passível de ser gestionadas de forma independente e por isso estão disponíveis para outros usuários além da AGC. Cada espaço está equipado com aparatos audiovisuais e possuem luz natural e vistas ao exterior. A área do restaurante se estende ao longo da fachada oeste e abre-se ao exterior com grandes terraços. O espaço pode alojar comodamente 180 pessoas e conta com um bar. A cozinha industrial é conectada por um elevador de serviço independente e pode atender simultaneamente o restaurante, o centro de conferências e a galeria (cocktails, buffets, etc). A decoração confere à zona um ambiente e caráter único.

    © Ghislain André (SAMYN and PARTNERS)
    © Ghislain André (SAMYN and PARTNERS)

    Enquanto os materiais utilizados na fachada exterior são o vidro e metal, o interior está revestido principalmente com madeira (piso, paredes divisórias, móveis, etc.).

    © Serge Brison
    © Serge Brison

    Produtos AGC

    O projeto demostra numerosos usos de produtos vítreos (vidros esmaltados e vidros de controle solar, vidro LED, vidro serigrafado, painéis fotovoltaicos, etc), numa tentativa de mostrar os produtos da AGC da melhor maneira possível. A entrada do edifício está sinalizada por uma grande escultura em vidro.

    Façade Section 1
    Façade Section 1

    O parque

    Dada a natureza montanhosa de Valonia, o impacto na paisagem é sutil. O acesso de veículos é um longo caminho escavado na paisagem. O terreno está cercado por uma vegetação espinhosa que é impenetrável apesar da sua modesta altura (1,5m) e não compromete a vista dos escritórios. A entrada principal está na Avenida Jean Monnet, porém estão previstas outras duas entradas para pedestres e ciclistas que chegam de transporte público e do centro do povoado.

    © Marie-Françoise Plissart
    © Marie-Françoise Plissart

    As várias espécies de carvalho utilizadas (quercus robur, petraea pubescens) são particularmente adequadas para o meio ambiente apresentado. Nas coberturas dos pátios foram plantadas árvores de folha perene (Fagus Luzula). As claraboias do estacionamento possibilitam o plantio de árvores com pouca folhagem no coração do edifício (prunus avium ou tilia cordata). A evacuação da água da chuva é realizada por algumas áreas de amortecimento que asseguram a redução e regulamentação das descargas. 

    © Marie-Françoise Plissart
    © Marie-Françoise Plissart

    Edifício de baixo consumo energético

    Em termos de eficiência energética, o objetivo do edifício é ter zero consumo de energia. A economia de energia foi possível através do uso da luz natural, isolamento térmico, escolha de materiais eficientes e a utilização de energias renováveis (painéis fotovoltaicos, bombas de calor, etc.). O edifício foi certificado por VALIDEO e / ou BREEAM.

    © Simon Schmitt
    © Simon Schmitt

    Ver a galeria completa

    Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
    Sobre este escritório
    Cita: "Escritório Sede da AGC Glass Europe / SAMYN and PARTNERS" [Head Office of AGC Glass Europe / SAMYN and PARTNERS] 19 Jul 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/770421/escritorio-sede-de-agc-glass-europe-samyn-and-partners> ISSN 0719-8906

    ¡Você seguiu sua primeira conta!

    Você sabia?

    Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.