O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Publicações
  3. Casas de Brasileiro - Erudito e Popular na Arquitectura dos Torna-Viagem / Domingos Tavares

Casas de Brasileiro - Erudito e Popular na Arquitectura dos Torna-Viagem / Domingos Tavares

Casas de Brasileiro - Erudito e Popular na Arquitectura dos Torna-Viagem / Domingos Tavares
Casas de Brasileiro - Erudito e Popular na Arquitectura dos Torna-Viagem / Domingos Tavares , Capa. Imagem Cortesia de Editora Dafne
Capa. Imagem Cortesia de Editora Dafne

A participação dos “torna-viagem” na formação da vanguarda artística portuguesa – a que se convencionou chamar futurista ou modernista – não é evidente. Mas estes novos-ricos dos alvores do século XX sempre tiveram grande disponibilidade para a ruptura, aceitando a importação do internacional como fator diferenciador e testemunha de sucesso na representação do seu regresso à terra natal. Nas Casas de Brasileiro que construíram – não só nas principais cidades e vilas mas também nas pequenas povoações do espaço rural – adotaram soluções inovadoras e requintadas. Muitas vezes, estas obras resultaram da intervenção de projetistas escolhidos pelo seu prestígio como construtores ou artistas capazes de responder às exigências de modernidade destes proprietários enriquecidos, conhecedores do conforto oferecido pelo mundo em transformação.

Este livro trata destas casas que, dispersas no território, se tornaram marcas da variante moderna do romantismo europeu na produção arquitetônica. Em Portugal, suportadas pelos excedentes de dinheiro vindo do Brasil, ou de África (e raramente da América do Norte), e promovidas por clientes disponíveis e colaborativos, constituíram oportunidades imensas de trabalho para os arquitectos. A narrativa histórica da arquitectura portuguesa nos alvores da modernidade também terá de ser feita para além das grandes cidades, num território onde a casa do “torna-viagem” é um elemento fundamental.

Vila Africana, Ílhavo, 1911. Fotografia de Luís Oliveira Santos. . Imagem Cortesia de Editora Dafne
Vila Africana, Ílhavo, 1911. Fotografia de Luís Oliveira Santos. . Imagem Cortesia de Editora Dafne

SOBRE O AUTOR

Domingos Tavares (Ovar, 1939) é arquiteto e Professor Emérito da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, onde ensinou desde 1985 a disciplina que deu origem às Sebentas de História da Arquitetura Moderna publicadas pela Dafne Editora desde 2003. Autor dos livros Da Rua Formosa à Firmeza (Faup, 1985) e Francisco Farinhas Realismo Moderno (Dafne, 2007).

Chalet Summavielle, Fafe, 1912. Fotografia de Inês d’Orey. Imagem Cortesia de Editora Dafne
Chalet Summavielle, Fafe, 1912. Fotografia de Inês d’Orey. Imagem Cortesia de Editora Dafne

FICHA TÉCNICA

Colecção Equações de Arquitectura: n.º 35.
Dimensões: 15x22,5 cm, 204 páginas.
Preço: 17,17 euros (c/ iva incluído)
Edição: Dafne Editora / Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto
Data edição: Junho de 2015
ISBN: 978-989-8217-31-8
Dl : 393908/15

Para mais informações acesse o site da editora.

Sobre este autor
Cita: Victor Delaqua. "Casas de Brasileiro - Erudito e Popular na Arquitectura dos Torna-Viagem / Domingos Tavares " 13 Jun 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/768469/casas-de-brasileiro-erudito-e-popular-na-arquitectura-dos-torna-viagem-domingos-tavares> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.