O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Espaço De Exibições
  4. Itália
  5. Atelier Marko Brajovic
  6. 2015
  7. Expo Milão 2015: Pavilhão do Brasil / Studio Arthur Casas + Atelier Marko Brajovic

Expo Milão 2015: Pavilhão do Brasil / Studio Arthur Casas + Atelier Marko Brajovic

Expo Milão 2015: Pavilhão do Brasil / Studio Arthur Casas + Atelier Marko Brajovic
Expo Milão 2015: Pavilhão do Brasil / Studio Arthur Casas + Atelier Marko Brajovic, © Filippo Poli
© Filippo Poli

© Filippo Poli © Filippo Poli © Filippo Poli © Filippo Poli + 47

  • Arquitetos

  • Localização

    Ingresso EXpo, Via Giorgio Stephenson, 107, 20157 Milão, Itália
  • Arquitetura - Autor

    Arthur Casas
  • Arquitetura - Co-Autores

    Alexandra Kayat, Gabriel Ranieri, Alessandra Mattar, Eduardo Mikowski, Nara Telles, Pedro Ribeiro and Raul Cano
  • Arquitetura - Coordenação do Projeto

    Alexandra Kayat
  • Arquitetura - Coordenação Interiores

    Renata Adoni
  • Arquitetura - Diretora do Studio

    Marilia Pellegrini
  • Arquitetura - Colaboradores

    Arnault Weber, Rodrigo Tamburus, Fernanda Müller, Daniel Vianna and Juliana Matalon.
  • Área

    3674.0 m²
  • Ano do projeto

    2015
  • Fotografias

  • Expografia e Cenografia

    Atelier Marko Brajovic
  • Expografia e Cenografia - Direção Criativa

    Marko Brajovic e Carmela Rocha
  • Expografia e Cenografia - Coordenação do Projeto

    Carmela Rocha
  • Expografia e Cenografia - Design Gráfico

    Estudia Design
  • Expografia e Cenografia - Colaboradores

    Martina Brusius, Milica Djordjevic and André Romitelli
  • Curadoria

    Rony Rodrigues e Eduardo Biz
  • Consultores Locais - Arquitetura e Engenharia

    Mosae
  • Equipe Local

    Stefano Pierfrancesco Pellin Dario Pellizzari, Andrea Savoldelli, Klaus Scalet, Michele Maddalo and Luisa Basiricò
  • Assistência Estrutural

    SP Project
  • Iluminação

    Maneco Quindere
  • Área do Terreno

    4.133m2
  • Mais informações Menos informações
© Filippo Poli
© Filippo Poli

Descrição enviada pela equipe de projeto. Para o Studio Arthur Casas e o Atelier Marko Brajovic, o desafio de criar o pavilhão do Brasil para a Expo Milão 2015, comissionado pela Agência Brasileira de Exportação e Investimento (APEX), foi combinar arquitetura e cenografia que proporcionasse aos visitantes experiência capaz de transmitir os valores brasileiros e as aspirações de nossa agricultura e pecuária diante do tema proposto: alimentando o mundo com soluções. Mais que um edifício temporário, a imersão sensorial integra momentos lúdicos, informações científicas de ponta, interação e aprendizado.

© Raphael Azevedo França
© Raphael Azevedo França

A ideia da rede flexível, fluída e descentralizada permeia todos os aspectos do edifício e representa a pluralidade do Brasil. Em meio a construções de mais de 130 países, nosso pavilhão propõe um respiro, a intenção de uma praça que convida ao encontro e à descoberta. 

© Raphael Azevedo França
© Raphael Azevedo França

Permeável como a cultura brasileira, um grande volume aberto acolhe os visitantes e estabelece um percurso por entre as mais variadas espécies aqui cultivadas. Os tons terrosos da estrutura em ferro ressaltam essa brasilidade e a transição gradual entre o interior e o exterior apaga os limites entre arquitetura e cenografia. A metáfora da rede é materializada por uma estrutura tensionada que cria inusitados locais de descanso e lazer. Grande instrumento musical, ela vai gerar sons de acordo com a quantidade de visitantes e seus movimentos. Como na arquitetura modernista dos pavilhões nacionais ao longo da história, generosas rampas reforçam a fluidez entre os espaços.Diferentes temas inspiraram clusters distribuídos pelo  térreo do pavilhão, organizados em torno de ideias como nutrição, agricultura familiar, sistemas agroflorestais e integração entre lavoura e pecuária. Caixas com plantas, organizadas na trama ortogonal, criam percurso sinuoso, inspirado no desenho dos meandros do Amazonas. A trama cartesiana sobrepõe-se ao paisagismo em diálogo entre a mão do homem e a obra da natureza. Deambulando por entre as plantas, visitantes encontrarão mesas interativas sob a vasta rede que participa da demarcação fluída entre as temáticas. 

Axonométrica - Conceito
Axonométrica - Conceito

A galeria na lateral do terreno, revestida em cortiça, abriga espaços expositivos, auditório, pop-up store, café, lounge para eventos, restaurante e administração, interligados por um grande átrio que traz luz natural. Artistas e designers brasileiros irão expor peças que demonstram a riqueza criativa do país, ao lado de instalações interativas que narram a revolução em curso na agricultura e pecuária brasileira, graças às pesquisas de empresas como a EMBRAPA.

© Filippo Poli
© Filippo Poli

A sustentabilidade é onipresente, por meio de um sistema de montagem e desmontagem eficiente com elementos pré-fabricados modulares, mecanismos de reaproveitamento da água, além do emprego de materiais certificados e recicláveis. Parte fundamental da experiência, a racionalidade da arquitetura efêmera demonstra que é possível gerar significado e conteúdo com poucos recursos e reduzido impacto ambiental.

© Filippo Poli
© Filippo Poli

O pavilhão do Brasil na Expo Milão 2015 almeja agregar novos elementos à tradicional participação nacional nesse tipo de evento. Com olhos no futuro, busca demonstrar que o Brasil logrou excelência em uma das áreas cruciais para a humanidade, a alimentação, em permanente movimento de criação novos paradigmas no relacionamento de sua sociedade com a natureza, em simbiose transformadora, capaz de traçar novas estratégias para o país.

Mais que marcar a presença dentre tantas outras nações, o pavilhão brasileiro almeja inspirar curiosidade e engendrar novos relacionamentos para além dos seis meses do evento, demonstrando ser possível concretizar utopias e inspirar soluções que, como o tema da Expo 2015,  alimentem o planeta e tragam energia à vida.

Para mais informações sobre o projeto, clique aqui.

© Filippo Poli
© Filippo Poli
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Expo Milão 2015: Pavilhão do Brasil / Studio Arthur Casas + Atelier Marko Brajovic" [Brazil Pavilion – Milan Expo 2015 / Studio Arthur Casas + Atelier Marko Brajovic] 08 Mai 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Delaqua, Victor) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/766586/pavilhao-do-brasil-expo-milao-2015-studio-arthur-casas-plus-atelier-marko-brajovic> ISSN 0719-8906