O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Canadá
  5. la SHED architecture
  6. 2015
  7. Casa de Gaspé / la SHED architecture

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Casa de Gaspé / la SHED architecture

Casa de Gaspé / la SHED architecture
Casa de Gaspé / la SHED architecture, © Maxime Brouillet
© Maxime Brouillet

© Maxime Brouillet © Maxime Brouillet © Maxime Brouillet © Maxime Brouillet + 17

© Maxime Brouillet
© Maxime Brouillet

Descrição enviada pela equipe de projeto. Localizado no coração do distrito de Villeray, o projeto da Casa de Gaspé consistiu de uma grande reforma de um edifício existente que perdeu muito de suas características originais. O antigo duplex que incluía uma garagem assim como uma variedade de anexos foi transformado em uma casa unifamiliar para dois adultos e duas crianças.

© Maxime Brouillet
© Maxime Brouillet

A fachada passou por uma série de transformações ao longo do tempo que fizeram a restauração desta algo impossível. Os projetistas portanto escolheram criar uma fachada contemporânea que se integraria sutilmente com as residências do entorno. Para isto, uma série de passos foram tomados para reconciliar o antigo e o novo. Primeiro, revestimentos em tijolos pintados de preto foram escolhidos como material da fachada para fazer relação com os outros edifícios do entorno. A remodelação das aberturas permitiu o posicionamento vertical das janelas, enquanto o trabalho de relevo dos tijolos fez alusão, de uma maneira bastante moderna, com os ornamentos em alvenaria tradicionais do entorno. 

Planta Baixa
Planta Baixa

Nos interiores, um bloco compacto contendo as áreas de serviço (closet, banheiro, área de armazenamento) foi posicionado próximo à entrada para criar uma separação íntima entre o vestíbulo e os espaços de estar. Uma vez passados estes blocos, na cozinha, os usuários podem desfrutar uma visão clara de todas as áreas comuns. Todos os elementos superiores da cozinha foram posicionados no bloco de serviço, o que permite a organização dos espaços de trabalho em torno de duas ilhas, orientadas em direção às sala de estar. Cobertas por uma fina camada de aço, essas ilhas ajudam a aumentar a luminosidade do espaço. No teto, as luminárias e as portas de correr criam uma fronteira para a cozinha enquanto envolvem o bloco de serviço que desliza em sua posição de maneira sutil. 

© Maxime Brouillet
© Maxime Brouillet

A sala de estar, alinhada com a cozinha, se beneficia de o pé direito duplo, trazendo a luminosidade do primeiro andar para o térreo. Esse espaço é enquadrado entre duas peças de madeiras que filtram e brincam com a percepção dos usuários em relação aos limites espaciais do ambiente. Em um lado, uma elegante prateleira de livros se estende à dupla altura e age como uma grande tela que oculta as escadas. Pastilhas metálicas na cor branca são integradas com as treliças de madeira e criam um contraste com o pano de fundo laranja das escadas. Do lado oposto da sala de estar estão uma ponte e trilhos feitos nos mesmos materiais da grande prateleira de livros, permitindo que os usuários tenham uma brecha por onde podem avistar o escritório acima.

Planta Baixa
Planta Baixa

No topo das escadas uma grande circulação que se abre ao espaço de pé direito duplo regula o acesso aos dormitórios e ao banheiro. Essa circulação, controlada por uma infinidade de portas de correr, cria um espaço de evolução constante ao longo do dia. O quarto do casal contém uma claraboia do mesmo comprimento do próprio ambiente que o preenche de luz natural, refletidas pela cerâmica branca das paredes, com uma elegante banheira isolada e um grande espelho. O mosaico hexagonal preto dos pisos assim como as superfícies em madeira agem como elementos de contraste em relação ao branco onipresente do banheiro.

© Maxime Brouillet
© Maxime Brouillet

Nos fundos, o volume original da casa foi preservado na remoção de uma porção do pavimento térreo para criar um pátio. Essa remoção permitiu um alívio da densidade do edifício em relação ao quintal, ao priorizar um jardim com mais luz natural e uma linha de visão mais aberta. Um revestimento de aço corrugado galvanizado foi aplicado para o primeiro andar, a fim de iluminar a área externa fechada, oferecendo um contraste sustentado entre os vários elementos em preto da fachada e da cerca que separa o quintal da rua. A garagem foi locada em um bloco de madeira clara que se estende desde o interior da casa, ampliando, assim, a continuidade entre o interior e exterior já destacado pelo prolongamento do piso de madeira entre a cozinha e o pátio ao ar livre.

© Maxime Brouillet
© Maxime Brouillet

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Cita: "Casa de Gaspé / la SHED architecture" [Maison De Gaspé / la SHED architecture] 12 Mar 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/763562/casa-de-gaspe-la-shed-architecture> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.