O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Estação Do Metrô
  4. Hungria
  5. PALATIUM Studio
  6. 2014
  7. Linha M4 do Metrô de Budapeste - Estação Kálvin tér / PALATIUM Studio

Linha M4 do Metrô de Budapeste - Estação Kálvin tér / PALATIUM Studio

Linha M4 do Metrô de Budapeste - Estação Kálvin tér / PALATIUM Studio
Linha M4 do Metrô de Budapeste - Estação Kálvin tér / PALATIUM Studio, © Tamás Bujnovszky
© Tamás Bujnovszky

© Tamás Bujnovszky © Tamás Bujnovszky © Tamás Bujnovszky © Tamás Bujnovszky + 20

  • Arquitetos

  • Localização

    Budapeste, Kálvin tér, 1092 Hungria
  • Arquitetos Responsáveis

    Zoltán Erő, Balázs Csapó, Dóra Brückner, Zsolt Kosztolányi, Máté Antal
  • Área

    6900 m²
  • Ano do projeto

    2014
  • Fotografias

Descrição enviada pela equipe de projeto. A linha M4 do metrô de Budapeste é o maior projeto de infraestrutura da cidade nas últimas décadas. Tendo em mente que a qualidade das áreas de transportes públicos são uma parte essencial do ambiente da vida urbana, o cliente escolheu os arquitetos e coletou ideias para o projeto através de um concurso nacional em 2004.

© Tamás Bujnovszky
© Tamás Bujnovszky

O vencedor, PALATIUM Studio, criou uma rede de pequenas firmas para cooperar com as grandes empresas de engenharia. Nessa rede, nosso estúdio teve um papel fundamental na definição das tarefas de arquitetura e conhecimentos projetuais. No entanto, os arquitetos trabalharam juntos numa linguagem arquitetônica comum. Assim, gestos semelhantes de manejo dos espaços, funções e materiais comunicam o mundo das estações, e ao mesmo tempo, cada uma tornou-se única, com base nas intenções artísticas dos arquitetos.

© Tamás Bujnovszky
© Tamás Bujnovszky

A linha e suas dez estações podem ser considerados como um "edifício com dez alas", em que cada uma possui sua própria atmosfera, enquanto claramente pertencem ao todo.

Corte Longitudinal
Corte Longitudinal

A Kálvin tér é uma das maiores estações, devido à sua posição como estação de baldeação com a linha M3, sob uma movimentada praça do centro da cidade. Os requisitos funcionais da estação resultaram num arranjo espacial bastante complexo. Desde o início, a decisão era utilizar a tecnologias de construção com o método de trincheiras (cut-and-cover) de criar a estrutura da estação. A ideia básica arquitetônica era usar as vantagens desse sistema e criar grandes espaços abertos sobre as plataformas.

© Tamás Bujnovszky
© Tamás Bujnovszky

No nosso caso, as principais atrações espaciais são os elementos estruturais com as suas características formas curvas. Os passageiros que se aproximam podem sentir o drama do movimento no espaço, já que as escadas rolantes são inseridas livremente no vazio da enorme caixa de concreto aberta. Chegar pelos elevadores através das camadas de espaço guarda uma surpresa semelhante. A rugosidade das superfícies dos grandes elementos estruturais e as paredes perimetrais são equilibradas pelos finos acabamentos de elementos mais próximos dos passageiros. O túnel de interligação entre as duas linhas de metrô conta com um esquema de cores vivas, que cria uma conexão entre duas épocas de infraestruturas urbanas.

Planta Baixa - Passagem Subterrânea
Planta Baixa - Passagem Subterrânea
Planta Baixa - Plataforma
Planta Baixa - Plataforma

A decoração da estação é muito mais modesta: a ideia era dar prioridade aos elementos arquitetônicos puros e os sistemas de sinalização e orientação espacial. Os pixels de um mosaico somam-se para criar uma composição gráfica, ecoando as notas e as palavras de um salmo da Igreja Protestante na praça acima. A luz, como um dispositivo funcional e decorativo, desempenha um papel importante aqui, assim como nas outras estações. A estrutura espacial é redefinida por luzes diretas e reflexivas, enfatizando a plataforma e certas áreas e obscurecendo outras.

© Tamás Bujnovszky
© Tamás Bujnovszky

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Linha M4 do Metrô de Budapeste - Estação Kálvin tér / PALATIUM Studio" [Budapest Underground Line M4 - Kálvin tér Station / PALATIUM Studio] 02 Mar 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/762873/linha-m4-do-metro-de-budapeste-kalvin-ter-station-palatium-studio> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.