Linha de Metrô M4 de Budapeste - Estação Bikás Park / PALATIUM Studio

Linha de Metrô M4 de Budapeste - Estação Bikás Park / PALATIUM Studio

© Tamás Bujnovszky© Tamás Bujnovszky© Tamás Bujnovszky© Tamás Bujnovszky+ 21

  • Designers:Kati Fábry, László Román
  • Engenharia:FŐMTERV-UVATERV-Mott MacDonalds
  • Cidade:Budapeste
  • País:Hungria
Mais informaçõesMenos informações

Descrição enviada pela equipe de projeto. Estação Parque de Bikás da nova linha M4 de metrô de Budapeste é uma das menores estruturas. Encarada como um protótipo para as outras nove estações, reflete as ideias criativas mais importantes da arquitetura da linha de metrô.

© Tamás Bujnovszky
© Tamás Bujnovszky

Após vencer um concurso nacional em 2004, nosso estúdio construiu uma rede de escritórios de arquitetura para trabalhar nas estações da linha. O primeiro passo foi a elaboração de uma abordagem comum e a definição de uma linguagem arquitetônica comum para a linha. Tendo isso definido, as estações foram projetadas individualmente, permitindo uma variedade de respostas diferentes para questões semelhantes.

Corte Longitudinal
Corte Longitudinal

A tecnologia de construção das estruturas principais consiste de grandes caixas de concreto armado construídas a partir de cima. Devido à esta tecnologia, os arquitetos puderam sugerir que os espaços deveriam ser deixados o mais aberto possível, tendo os elementos arquitetônicos como os componentes espaciais mais importantes. Outros elementos espaciais definitivos são grupos de escadas rolantes, elevadores e grandes dutos de ventilação.

© Tamás Bujnovszky
© Tamás Bujnovszky

Em vários terrenos, o grande vazio entre a superfície e a plataforma foi aberto à luz natural, conferindo uma experiência completamente nova para essa jornada subterrânea. Não é de se surpreender que o concreto arquitetônico, que está em sua forma mais pura, se tornou o material básico mesmo se seu uso foi desafiador para ambos construtores e projetistas. A rusticidade das superfícies de concreto foi combinada com acabamentos finos de estruturas em aço e vidro, e alguns elementos de menor escala como mobiliário e obras de arte.

Planta Baixa Estação Subterrâneo
Planta Baixa Estação Subterrâneo

Esta estação, na esquina de um grande parque, se abre para o céu com um domo de vidro, iluminando o acesso principal da estação. A decoração e a linguagem visual da estação, como revestimentos com flores em fibra de concreto e sementes voadoras estampadas no vidro ecoam as impressões do parque.

© Tamás Bujnovszky
© Tamás Bujnovszky

O domo é uma estrutura fina e leve por sobre uma abertura elíptica da cobertura da plataforma, baseada num grid de triângulos, alguns deles com vidro, outros opacos para sombreamento. A abertura de elementos dentro do parque fornece ventilação para o domo em dias de calor, acrescentando irregularidade às formas geométricas puras. A nova criatura, cercado por blocos residenciais bastante regulares, tornou-se um elemento característico da escala urbana numa das esquinas do parque.

Corte
Corte

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Budapeste, Tétényi Way, Hungria

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Linha de Metrô M4 de Budapeste - Estação Bikás Park / PALATIUM Studio" [Budapest Underground Line M4 - Bikás Park Station / PALATIUM Studio] 01 Mar 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/762648/linha-de-metro-m4-de-budapeste-estacao-bikas-park-palatium-studio> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.